Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 204

possam ser disciplinados e preparados para o serviço de Deus. Sua bênção certamente repousará sobre todo o esforço dessa espécie. ...

Irmãos e irmãs, que fareis para ajudar a construir uma escola de igreja? Cremos que cada um considerará um privilégio e uma bênção ter esse prédio escolar. Peguemos o espírito da obra, dizendo: Levantar-nos-emos e edificaremos. Se todos lançarem mão à obra, unidos, logo teremos um prédio escolar no qual dia-a-dia será ensinado aos nossos filhos o caminho do Senhor. Ao fazer o melhor que podemos, a bênção do Senhor sobre nós repousará. Não nos levantaremos e edificaremos? — Manuscrito 100, 1902.

Capítulo 54 — Mestres e pais em cooperação

Necessidade de compassiva compreensão

Os professores no lar e os professores na escola devem ter entre si uma compreensão cheia de simpatia para com o trabalho mútuo. Devem trabalhar juntos, com harmonia, embebidos do mesmo espírito missionário, juntos esforçando-se por beneficiar as crianças, física, mental e espiritualmente, e para desenvolverem caráter que resista à prova da tentação. — Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, 157.

Lembrem-se os pais de que muito mais se realizará pela obra de nossa escola, se eles próprios se compenetrarem das vantagens que seus filhos obterão em tal escola, e unirem-se de todo o coração ao professor. Pela oração, pela paciência, pela compaixão, os pais podem desfazer muitos dos males causados pela impaciência, a imprudente condescendência. Empreendam pais e professores a obra juntamente, lembrando-se os primeiros de que serão auxiliados pela presença em seu meio de um professor ardoroso e

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»