Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 208

Capítulo 55 — Unidade na disciplina

O professor necessita de tato na direção

Entre os jovens, verificar-se-á grande diversidade de caráter e educação. Alguns têm vivido num ambiente de restrição e severidade arbitrárias, que neles têm desenvolvido um espírito de obstinação e desafio. Outros têm sido o favorito de casa, a quem os pais excessivamente afetivos permitem seguir suas próprias inclinações. Todo defeito é desculpado, até o caráter ficar deformado. Para lidar com êxito com essas mentes diferentes, o professor necessita exercer grande tato e delicadeza na direção, bem como firmeza no governo.

Freqüentemente se manifestarão a aversão e o menosprezo aos devidos regulamentos. Alguns aplicarão toda a sua esperteza para evitar o castigo, enquanto outros manifestarão temerária indiferença às conseqüências da transgressão. Tudo isso exigirá maior paciência e maior esforço da parte daqueles a quem foi confiada a sua educação. — Testimonies for the Church 5:88, 89.

Sejam poucas as regras e bem consideradas

Tanto na escola como no lar deve haver uma sábia disciplina. O professor deve estabelecer regras para dirigir a conduta de seus alunos. Tais regras devem ser poucas e bem consideradas e, uma vez feitas, ponham-se em execução. Todo o princípio nelas envolvido deve de tal maneira ser posto perante o estudante, que ele se convença da justiça de tal princípio. — Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, 153.

O professor deve exigir obediência

Tanto na escola como no lar, a questão da disciplina deve ser compreendida. Deveríamos esperar que na sala de aula jamais houvesse lugar para o uso da vara.

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»