Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 86

não é acariciado! A graça da simplicidade, mansidão e verdadeira afeição faria um paraíso do mais humilde lar. É melhor suportar alegremente cada inconveniência do que perder a paz e o contentamento. — Lar Adventista, O, 155, 156.

Capítulo 26 — Cortesia e modéstia

A cortesia começa no lar

Pais, ensinai aos vossos filhos como se dirigirem no lar, com verdadeira delicadeza. Ensinai-lhes a mostrar bondade e ternura uns para com os outros. Não permitais que o egoísmo viva no coração ou encontre abrigo no lar. — Manuscrito 74, 1900.

O jovem que cresce descuidado e rude nas palavras e nas maneiras revela o caráter de sua educação no lar. Os pais não reconhecem a importância de sua mordomia; e a sementeira que fizeram, têm também colhido. — Manuscrito 117, 1899.

Os princípios do céu devem encher o ambiente

Os princípios do Céu devem ser introduzidos no governo do lar. Toda criança deve ser ensinada a ser delicada, compassiva, amável, piedosa, cortês e de coração terno. — Manuscrito 100, 1902.

Quando todos são membros da família real, haverá delicadeza na vida do lar. Todo o membro da família procurará torná-lo agradável para cada um dos outros membros. — Manuscrito 60, 1903.

Ensinar por preceito e exemplo

As crianças, bem como os de mais idade, estão expostos a tentações; e os membros mais velhos da família devem dar-lhes, por preceito e exemplo, lições de cortesia, alegria, afeto, e sobre o fiel desempenho de seus deveres diários. — Manuscrito 27, 1896.

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»