Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 88

recompensa, até mesmo nesta vida. — The Review and Herald, 10 de Maio de 1898.

Capítulo 27 — Alegria e gratidão

Uma doce influência sobre o lar

Sobretudo que os pais circundem os filhos de uma atmosfera de alegria, cortesia e amor. O lar onde o amor habita, e onde este se exprime em olhares, palavras e atos, é um lugar onde os anjos se deleitam em manifestar sua presença.

Pais, que o sol do amor, da alegria, do feliz contentamento, penetre vosso coração e sua doce e alentadora influência domine em vosso lar. Manifestai espírito bondoso, tolerante; incentivai o mesmo em vossos filhos, cultivando todas as graças que tornarão agradável a vida em família. A atmosfera assim criada será para os filhos o que o ar e a luz do Sol são para o mundo vegetal, promovendo saúde e vigor da mente, e do corpo. — A Ciência do Bom Viver, 386, 387.

Seja alegre o semblante

Nada há de sombrio na religião de Jesus. Embora toda a leviandade, frivolidade e zombaria que o apóstolo diz não serem convenientes devam ser estudadamente evitadas, há um doce descanso e paz em Jesus que serão expressos pelo semblante. Os cristãos não serão tristes, deprimidos e nem se desesperam. Serão serenos, no entanto demonstrarão ao mundo uma alegria que somente a graça pode comunicar. — The Review and Herald, 15 de Abril de 1884.

As crianças são atraídas por uma atitude alegre e radiante. Mostrai-lhes bondade e cortesia, e manifestarão o mesmo espírito para convosco, e umas para com as outras. — Educação, 240.

Educai a alma na alegria, na gratidão, e na expressão de agradecimento para com Deus pelo grande amor com que nos amou. ... A alegria cristã é

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»