Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 91

Capítulo 28 — Veracidade

Modelos de veracidade

Pais e professores, sede leais a Deus. Seja vossa vida livre de práticas fraudulentas. Nem um engano se encontre em vossos lábios. Por mais desagradável que vos possa ser na ocasião, mostrem vossas maneiras, vossas palavras e vossas obras integridade a vista de um Deus santo. Oh! terrível é o efeito da primeira lição de engano! Quaisquer dos que se dizem filhos e filhas de Deus dar-se-ão a práticas enganosas e mentiras?

Nunca permitais que vossos filhos tenham qualquer coisa que se pareça com desculpa para dizer: Mamãe não diz a verdade. Papai não fala a verdade. Ao serdes julgados nas cortes celestiais, far-se-á o registro contra vosso nome: Enganador? Serão vossos filhos pervertidos pelo exemplo dos que os deveriam ter guiado no caminho da verdade? Em vez disso, não entrará o poder convertedor de Deus no coração das mães e dos pais? Não se permitirá que o Espírito Santo de Deus deixe Suas marcas nas crianças?

Não se pode esperar que as crianças sejam totalmente inocentes. Mas há perigo de que, pelo trato insensato, os pais destruam a franqueza que deve caracterizar a experiência da criança. Tanto pelas palavras como pelas ações, devem os pais fazer tudo ao seu alcance para preservar a simplicidade natural. Ao avançarem as crianças em anos, os pais não devem dar a menor ocasião para a semeadura daquela semente que se transformará em engano e falsidade, e amadurecerá em hábitos que são indignos de confiança. — The Review and Herald, 13 de Abril de 1897.

Jamais mentir

Os pais devem ser modelos de veracidade, pois essa é a lição diária que deve ser inculcada no coração da criança. Princípios firmes devem governar os pais em todos os negócios da vida, especialmente na educação e no preparo dos filhos. “Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações, se a sua obra for pura e reta.” Provérbios 20:11. — Good Health, Janeiro de 1880.

Uma mãe a quem falta discernimento, e que não segue a orientação do Senhor, pode educar os filhos para serem enganadores e hipócritas. Os traços de caráter assim alimentados, podem tornar-se tão persistentes que mentir seja tão natural como respirar.

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»