Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Obreiros Evangélicos, Page 360

A obra médico-missionária nas cidades

A obra evangélica médico-missionária deve ser levada avante com muita prudência e perfeição. A obra sagrada e solene de salvar almas, tem de avançar de maneira modesta, contudo elevada. Onde se acham os obreiros? Homens e mulheres inteiramente convertidos, de discernimento e penetrante visão, eis os que devem servir de diretores. Para empregar pessoas para essa obra especial, é mister usar de discernimento — devem ser pessoas que amem a Deus e andem diante dEle em toda humildade; pessoas que venham a ser instrumentos eficazes na mão de Deus para consecução do objetivo que Ele tem em vista — o erguimento e salvação dos seres humanos.

Os evangelistas médico-missionários estarão habilitados a fazer uma excelente obra como pioneiros. A obra do pastor deve unir-se inteiramente com a do evangelista médico-missionário. O médico cristão deve considerar sua obra como sendo tão exaltada como a do ministério. Repousa sobre ele uma dupla responsabilidade; pois nele se reúnem tanto as qualidades do médico, como as do ministro evangélico. Sua obra é sublime, sagrada e muito necessária.

O médico e o pastor devem compreender que se acham empenhados na mesma obra. Devem trabalhar em perfeita harmonia. Cumpre-lhes aconselharem-se juntamente. Por meio de sua união hão de dar testemunho de que Deus enviou Seu Filho unigênito ao mundo para salvar a todos os que nEle crerem como Salvador pessoal.

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»