Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Primeiros Escritos, Page 118

fim de que por firme vigilância possam banir o inimigo. Todos devem, firmes como se fora um, estar unidos na obra. Cada energia da alma deve estar desperta, pois o que deve ser feito tem que ser feito depressa.

Vi então o terceiro anjo. Disse meu anjo acompanhante: “Terrível é sua obra. Tremenda sua missão. Ele é o anjo que deve separar o trigo do joio, e selar, ou atar, o trigo para o celeiro celestial. Essas coisas devem absorver toda a mente, a atenção toda.”

*****

Aos inexperientes

Alguns, eu vi, não têm experimentado o senso de importância da verdade ou de seu efeito, e agindo segundo o impulso do momento ou por excitação, seguem muitas vezes os seus sentimentos e desconsideram a ordem da igreja. Tais pessoas parecem pensar que a religião consiste principalmente em fazer barulho.*Ver Apêndice. Alguns que mal acabaram de receber a verdade da mensagem do terceiro anjo estão prontos a reprovar e ensinar os que estão estabelecidos na verdade por anos, e que têm sofrido por seu amor e experimentado o seu santificante poder. Os que são assim envaidecidos pelo inimigo terão de sentir a influência santificadora da verdade e alcançar um realístico senso de como esta os encontrou — “infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu”. Quando a verdade começa a purificá-los e purgá-los de toda escória e impurezas, como seguramente fará quando recebida no amor a si mesma, aquele por quem é feita esta grande obra não sentirá que está enriquecido e aumentado em bens, e que de nada necessita.

Os que professam a verdade e pensam que sabem tudo antes que tenham aprendido seus primeiros princípios, e que se atrevem a tomar o lugar dos mestres e reprovar os que por anos têm permanecido firmemente pela verdade, claramente

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»