Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Primeiros Escritos, Page 273

caíram como mortos; não podiam suportar a luz que brilhava sobre os que haviam tido livramento e eram santos. Essa luz e glória permaneceram sobre eles, até que Jesus foi visto nas nuvens do céu, e o grupo fiel e provado foi, num momento, num abrir e fechar de olhos, transformado de glória em glória. E abriram-se as sepulturas e os santos saíram revestidos de imortalidade, exclamando: “Vitória sobre a morte e a sepultura!” e juntamente com os santos vivos foram arrebatados para encontrar seu Senhor nos ares, enquanto aclamações de júbilo e vitória, profusas e melodiosas, eram proferidas por todo lábio imortal.

*****

Os pecados de Babilônia

Vi que, desde que o segundo anjo proclamou a queda das igrejas, estas se têm tornado cada vez mais corruptas. Elas levam o nome de seguidoras de Cristo, mas é impossível distingui-las do mundo. Os ministros tiram os seus textos da Palavra de Deus, mas pregam coisas aprazíveis. A isto o coração natural não faz objeção. É unicamente o espírito e poder da verdade, e a salvação em Cristo, que são odiados pelo coração carnal. Nada há no ministério popular que excite a ira de Satanás, que faça tremer o pecador ou leve ao coração e à consciência as terríveis realidades de um juízo prestes a sobrevir. Homens ímpios ficam geralmente satisfeitos com uma forma de piedade sem verdadeira devoção, e ajudarão a sustentar uma religião desse tipo.

Disse o anjo: “Nada menos que a completa armadura da justiça pode habilitar o homem a vencer os poderes das trevas e conservar a vitória sobre eles. Satanás tomou plena posse das igrejas como um corpo. Consideram-se os dizeres e as obras

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»