Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 2

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 45 — Conforto na aflição

    Querida irmã T:

    Eu soube de sua aflição e apressei-me a escrever-lhe algumas linhas. Minha querida irmã, tenho as melhores provas de que o Senhor a ama. Na última visão, foi-me mostrado, entre outros, o seu caso. Vi que você foi afetada no passado pela conduta errônea de outras pessoas. Embora estritamente conscienciosa e mesmo ansiosa em saber o que é certo, você foi extremamente sensível e considerou seu caso pior do que era.T2 318.2

    Você foi afligida pela doença por muito tempo, uma dispepsia nervosa. O cérebro está intimamente ligado ao estômago, e sua energia tem sido muito freqüentemente chamada em auxílio dos enfraquecidos órgãos digestivos, que por sua vez se debilitaram, deprimiram e congestionaram. Enquanto nesse estado, sua mente fica deprimida e se demora no lado escuro, imaginando que a desaprovação divina está sobre você. Pensa que sua vida tem sido inútil, cheia de erros e atos equivocados. Querida irmã, sua doença a conduz ao desânimo e ao abatimento. Deus não a deixou. Seu amor ainda a acompanha. Vi que você deve confiar mais nEle, assim como uma criança confia nos braços da mãe. Deus é misericordioso e bondoso, pleno de terna piedade e compaixão. Ele não afastou Seu rosto de você.T2 318.3

    Você é extremamente sensível. Ressente-se profundamente e não possui forças para lançar de si os cuidados, as perplexidades e o desânimo. Vi que Deus lhe seria “socorro bem presente” (Salmos 46:1) se apenas confiasse nEle, mas você se aflige sem lançar-se nos braços de seu querido e amoroso Salvador. “Aquele que nem mesmo a Seu próprio Filho poupou, antes, O entregou por todos nós, como nos não dará também com Ele todas as coisas?” Romanos 8:32. Que promessa preciosa! Podemos pedir muito a nosso boníssimo Pai celestial. Grandes bênçãos estão reservadas para nós. Podemos crer em Deus, confiar nEle, e assim fazendo glorificar Seu nome. Mesmo que sejamos vencidos pelo inimigo, não somos repelidos, abandonados nem rejeitados por Deus. Não! Cristo está à mão direita de Deus e faz intercessão por nós. “Se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo.” 1 João 2:1.T2 319.1

    Gostaria de dizer-lhe, minha irmã, que você não necessita abandonar sua confiança. Pobre e tremente coração, descanse nas promessas divinas. Assim fazendo, as algemas do inimigo serão rompidas, suas sugestões se tornarão ineficazes. Não dê abrigo às insinuações do inimigo. Liberte-se, opresso coração. Tenha bom ânimo. Diga a seu pobre e desalentado coração: “Espera em Deus, pois ainda O louvarei. Ele é a salvação da minha face e Deus meu.” Salmos 43:5. Sei que Deus a ama. Ponha nEle sua confiança. Não pense naquelas coisas que trazem tristeza e angústia; desvie os pensamentos desagradáveis e pense no precioso Jesus. Demore-se em Seu poder para salvar, Seu incomparável e eterno amor por você, exatamente você. Sei que o Senhor a ama. Se não pode depender de sua fé, dependa da fé de outros. Cremos e temos esperança em você. Deus aceita nossa fé em seu favor.T2 319.2

    Você tem tentado fazer o que é certo e Deus é piedoso e compassivo para com a irmã. Anime-se e diga adeus à melancolia e às dúvidas. Condescendendo com essas dúvidas você desonra a Deus. Em crer há paz e alegria no Espírito Santo. O crer traz paz, e a confiança em Deus traz alegria. Creia, creia! diz meu coração, creia. Descanse em Deus. Ele pode guardar aquilo que você Lhe confiou. Ele a fará mais do que vencedora por Aquele que a amou. Que o Senhor a abençoe e fortaleça sua vacilante fé, é nossa oração. Escrevemos-lhe essas linhas, esperando que possam trazer-lhe benefícios.T2 319.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents