Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 40 — Remindo o tempo

    Prezado irmão J:

    Levantei-me à meia-noite para escrever-lhe, porque estava com minha mente sobrecarregada. Perturbei-me por causa do irmão, pois sei que estamos próximos ao fim da história terrena e o registro de sua vida não é tal que você gostaria de enfrentar no grande dia, quando cada homem receberá de acordo com suas obras.T5 349.1

    Talvez julgue que outros procederam mal; e eu sei tão bem quanto você que não se tem manifestado na igreja um espírito semelhante ao de Cristo. Mas acaso você aproveitará isso no juízo? Será que a soma de dois erros é um acerto? Embora um, dois ou três na igreja tenham errado, isso não apagará ou desculpará o seu pecado. Seja qual for a orientação que outros sigam, o que você precisa é pôr em ordem o próprio coração. Deus tem direitos sobre você, e circunstância alguma deve levar você a esquecer ou negligenciar isso; pois toda alma é preciosa aos Seus olhos.T5 349.2

    Meu coração se abre para aqueles que têm errado por entre escuras montanhas da incredulidade e quero ajudá-los. Há um bom material humano na igreja de _____, mas os membros não foram transformados pelo Espírito de Deus e postos num lugar onde podem deixar sua luz brilhar ao mundo. Alguns, com os melhores motivos e possuindo habilidades de grande utilidade, falharam totalmente em tempos de provação da igreja, por falta daquele amor e misericórdia que habitaram tão profusamente no coração de Cristo. Quando vêem alguém em erro, em lugar de ajudá-lo, mantêm-se afastados. São inclinados a fazer desagradáveis alusões e tocar em pontos sensíveis quando poderiam muito bem evitar tudo isso. O eu se manifesta e ganha ascendência, então eles produzem dor e sentimentos indevidos. Embora honestas as suas intenções, seus esforços para fazer o bem quase sempre resultam em fracasso, se não em dano efetivo por faltar a ternura e a compaixão de Cristo. Eles poderiam ser bons cirurgiões, mas não passam de pobres enfermeiros. Não possuem aquele tato nascido do amor. Se o tivessem, saberiam como dizer palavras certas e fazer as coisas corretas no tempo e lugar certos. Outros podem não possuir um sincero desejo de agir corretamente, nenhum interesse mais profundo na causa de Deus; vocês podem não ser tão verdadeiros e leais, suas simpatias sem profundidade, seu amor arrefecido, todavia, ainda por causa de sua afabilidade e tato, são muito melhor sucedidos em conquistar os errantes.T5 349.3

    O Senhor ficaria satisfeito se Seu povo fosse mais atencioso do que é agora, mais misericordioso e mais solícito uns para com os outros. Quando o amor de Cristo está no coração, cada um terá mais terna consideração pelos interesses dos outros. Irmão não quererá levar vantagens sobre irmão em transações comerciais. Outro não cobrará exorbitantes taxas de juros, em virtude de ver seu irmão em situação difícil, necessitado de ajuda. Aqueles que procuram tirar proveito das necessidades do semelhante, provam conclusivamente que não são governados pelos princípios do evangelho de Cristo. Suas ações são registradas nos livros do Céu como fraude e desonestidade e, onde quer que esses princípios atuem, a bênção do Senhor não será derramada. Tais pessoas estão recebendo as impressões do grande adversário antes que do Espírito de Deus. Aqueles que finalmente herdarão o reino celestial devem ser transformados pela divina graça. Precisam ser puros de coração e vida, e possuir caráter simétrico.T5 350.1

    Considero-o, meu irmão, como estando em grande perigo. Seu tesouro está acumulado na Terra e seu coração está posto em suas riquezas. Porém, todos os meios que possa acumular, mesmo que sejam milhões, não serão suficientes para pagar o resgate de sua alma. Não permaneça na impenitência e incredulidade que, em seu caso, anulam os graciosos propósitos de Deus; não force a destruição pela relutante mão divina sobre sua propriedade, nem traga aflição sobre si mesmo.T5 350.2

    Quantos há que estão agora tomando um rumo que certamente, em breve, atrairá atos de juízo. Essas pessoas vivem, dia após dia, mês após mês, ano após ano, para os próprios interesses egoístas. Sua influência e meios, acumulados mediante as habilidades e tino dados por Deus, são usados para si mesmos e suas famílias, sem um só pensamento para seu gracioso Benfeitor. Não permitem que coisa alguma retorne ao Doador. Em realidade, acham que sua vida e talentos a eles confiados lhes pertencem, e se devolvem a Deus a parte que Ele reclama com justiça, pensam que põem o Criador sob solene obrigação para com eles. Finalmente, Sua paciência com esses mordomos infiéis se esgota, e Ele faz com que todos os seus projetos egoístas e mundanos cheguem a um fim repentino, para mostrar-lhes que como ajuntaram para a própria glória, Ele pode espalhar e deixá-los desamparados para resistir ao Seu poder.T5 350.3

    Irmão J, dirijo-me hoje a você como a um prisioneiro da esperança. Será que vai perceber que seu sol passou por seu meridiano há algum tempo e agora declina rapidamente? Pode você discernir as prolongadas sombras? Você não tem senão pouco tempo no qual trabalhar por você, pela humanidade e por seu Mestre. Há uma obra especial a ser feita pela própria alma, se o irmão quiser ser contado com os vencedores. Como está o registro de sua vida? Estará, porventura, Cristo rogando em vão por você? Ficará Ele desapontado com o irmão? Alguns de seus companheiros, que estavam lado a lado com o irmão, já foram chamados. A eternidade revelará se a fé deles foi à bancarrota e fracassaram em assegurar a vida eterna, ou se foram ricos para com Deus e herdeiros do “peso da glória, acima de toda comparação”. 2 Coríntios 4:17. Considerará você que a grande paciência que Deus tem mostrado para com o irmão, chama-o ao arrependimento e humilhação de alma perante Ele?T5 351.1

    Há outras considerações importantes, além de sua salvação pessoal, que demandam atenção. Embora tarde como possa ser agora, com seu sol prestes a baixar sobre as colinas ocidentais, você ainda tem uma grande obra a fazer por seus filhos, a quem o amor do mundo separou de Deus. O irmão tem ainda parentes, vizinhos e amigos que não foram salvos. Houvesse seu exemplo sido coerente com a luz que lhe foi dada; houvesse o irmão sido diligente em salvar essas preciosas pessoas, como tem sido rápido em juntar tesouros terrenos; houvesse você usado seus meios e influência, sabedoria e tato, num esforço para trazer esses extraviados ao redil de Cristo; houvesse realizado essa obra e teria assegurado uma colheita de almas e garantido uma rica recompensa no dia de Deus. Teria o irmão assim edificado sobre o real fundamento, valioso e imperecível material, mas, em lugar disso, você tem estado a erigir madeira, feno e restolho, para serem consumidos quando a obra de cada homem for verificada de que espécie se constitui.T5 351.2

    Sua vida tem sido um fracasso. O irmão tornou-se uma pedra de tropeço aos pecadores. Eles têm dito de você: “Se a religião que esse homem professa é realmente genuína, por que ele é tão ávido pelas coisas deste mundo? Por que ele não revela em sua conduta o espírito de Cristo.” Apresse-se, meu irmão, antes que seja tarde demais para remover essa pedra de tropeço do caminho dos pecadores. Pode você olhar com prazer sua vida ou a influência que exerceu? Ponderará você agora sobre seus caminhos? Fará esforços para estar em correto relacionamento com Deus? Não creio que seu coração esteja endurecido e sei que a benignidade e terna misericórdia de Deus são maravilhosas. Você tem pouco tempo de graça. Será que você se deixará ser aperfeiçoado agora, enquanto Jesus está apelando com Seu sangue diante do Pai? Graciosamente tem Ele poupado sua vida, mas você tem sido como a figueira estéril, na qual, ano após ano, nenhum fruto se viu, nada senão folhas. Por quanto tempo ainda você continuará decepcionando o Mestre? Forçá-lo-á o irmão a dizer: “Nunca mais nasça fruto de ti.” (Mateus 21:19) ou “Corta-a. Por que ela ocupa ainda a terra inutilmente?” Lucas 13:7. Oh, não espere que a mão do Senhor se volte contra você e espalhe os bens que acumulou. Lembre-se de que toda a riqueza que possui não lhe dará um só momento de calma segurança e paz em seu leito de morte.T5 352.1

    Fervorosamente insisto com o irmão sobre a necessidade de voltar-se para Deus de uma vez por todas. Imploro-lhe que desaponte o inimigo. Afaste-se de seu poder cruel. Empenhe-se, durante o restante de sua vida, em proporcionar um registro diferente no Céu, do qual você não tenha de se envergonhar quando os livros forem abertos e o Juiz pronunciar a sentença sobre aqueles que negligenciaram essa tão grande salvação.T5 352.2

    Paulo exorta seus irmãos efésios a remirem o tempo porque os dias são maus. Essa exortação aplica-se perfeitamente a você. Em certo sentido é impossível resgatar o tempo, porquanto uma vez passado, passado para sempre. Mas o irmão foi chamado para a reforma, para ser zeloso de boas obras na mesma intensidade com que foi negligente com relação ao dever. Converta-se totalmente. Redobre os esforços para confirmar seu chamado e vocação. Observe os mandamentos de Deus e viva, e considere Sua lei como a menina dos olhos. Utilize ao máximo cada momento, trabalhando em prol dos próprios interesses eternos e na salvação das pessoas ao seu redor. Assim fazendo, você pode salvar-se e àqueles que são ou mais ou menos influenciados por seu exemplo. Há motivos que deveriam ser levados em conta de forma adequada.T5 353.1

    Desperte! Desperte! Você tem uma obra a fazer, pois seu sol está rapidamente declinando no horizonte. Suas forças estão-se debilitando, porém, tudo o que há em você, cada partícula de suas habilidades, pertence a Deus e deveria ser usada diligente e desinteressadamente em Seu serviço. Trabalhe enquanto o sol ainda se demora no Céu, pois “a noite vem quando ninguém pode trabalhar”. João 9:4.T5 353.2

    Venha, meu irmão, venha assim como está, pecaminoso e corrompido. Coloque seu fardo de culpa sobre Jesus e, pela fé, reclame Seus méritos. Venha agora, enquanto existe misericórdia; venha com confissão, venha contrito de coração, e Deus o perdoará abundantemente. Não se atreva a menosprezar esta oportunidade. Ouça a voz da misericórdia que agora insiste com você, para erguer-se dentre os mortos a fim de que Cristo lhe conceda luz. Cada momento agora parece ligar-se diretamente com os destinos do mundo invisível. Então não deixe que seu orgulho e incredulidade o levem a rejeitar ainda mais a misericórdia oferecida. Caso contrário, você será deixado a lamentar-se no final. “Passou a sega, findou o verão, e nós não estamos salvos.” Jeremias 8:20.T5 353.3

    Demore-se em profunda humilhação diante de Deus. A partir de agora, decida-se pertencer a Deus, cumprindo totalmente seu dever, confiando implicitamente na grande expiação. Faça isso e nada terá a temer. O restante de sua vida será tranqüilo e feliz e o irmão assegurará para si mesmo aquela vida que se mede pela vida de Deus.T5 353.4

    Escrevi essas palavras porque senti-me impelida a fazê-lo pelo Espírito de Deus, e porque tenho profundo interesse em você. Em nenhum instante permita que seus sentimentos se ergam contra mim, pois fui tão-somente influenciada pelo amor por sua salvação. Temos fruído muitos e preciosos momentos na adoração de Deus, quando nosso coração ficou feliz por causa de Suas ternas bênçãos. Passou esse tempo para sempre? Podemos não nos encontrar novamente nesta vida, mas será que não nos veremos quando os resgatados estiverem reunidos ao redor do grande trono branco?T5 354.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents