Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 49 — A armadilha das inclinações mundanas

    Prezados irmão e irmã P:

    Minha alma ficou profundamente pesarosa enquanto revia seu caso. Na última noite, minha mente sobrecarregou-se demasiado. Em sonhos, eu estava conversando com você, irmão P. Sua separação de Deus era tão evidente e você estava tão completamente cego em relação à sua verdadeira condição, que parecia que eu estava ordenando a um cego que enxergasse, para tentar fazê-lo perceber sua real condição.T5 430.1

    Não me foi possível dormir desde as três horas da madrugada e estive pleiteando com Deus por uma grande medida de Seu Espírito. Inquiri repetidamente: “Quem é competente para estas coisas? Não quis repousar enquanto não me fosse dada luz da parte de Deus. Eu precisava falar e contudo tremia receando que a mensagem fosse rejeitada e as pessoas a quem ela era dirigida fossem envolvidas em escuridão mais densa do que antes de a luz lhes ser dada. Eu precisava estar intimamente ligada a Jesus. Pus minha mão na Sua, com fervente oração: “Conduze-me, guia-me; eu não tenho sabedoria para caminhar sozinha.” Jesus me pareceu muito próximo e fui profundamente impressionada com o pensamento de que Ele estava prestes a fazer uma obra especial por Seu povo, particularmente por aqueles que trabalham por palavra e doutrina. Ele está disposto a ajudá-los se vocês receberem o auxílio do modo apontado por Cristo, mas não posso dizer-lhes uma palavra de encorajamento enquanto os irmãos permanecerem em sua atual condição. As palavras de Cristo aos fariseus: “E não quereis vir a Mim para terdes vida” (João 5:40), são aplicáveis aos irmãos.T5 430.2

    Gostaria de poder fazer algo para auxiliá-los, mas enquanto vocês estiverem no caminho mundano em que se colocaram, o que lhes pode ser feito? Vocês amam o mundo e o mundo os ama, porque, no que tange à piedade prática, não há separação entre os irmãos e os mundanos. Aos olhos do mundo, vocês são agradáveis, inteligentes e bons. Eles encontram nos irmãos tudo o que lhes agrada. Então os louvam e dizem coisas agradáveis a seu respeito, exercendo assim influência para lisonjeá-los e confortá-los. Vocês, por sua vez, gabam-se e se animam em sua descuidosa indiferença aos reclamos de Deus. Vocês os estimulam ao orgulho e amor aos prazeres, pois suas ações têm dito ao pecador: “Tudo lhes irá bem!” Misturando-se com os mundanos, seu discernimento tornou-se pervertido e os pecados que Deus aborrece são apequenados e tidos como inofensivos por vocês.T5 430.3

    Temo grandemente que por sua justiça própria vocês estejam erguendo ao redor de sua alma barreiras que jamais possam ser derrubadas. Os irmãos se distanciaram de Deus, não mais fazendo Suas obras, não mais imbuídos de Seu Santo Espírito do que os professos das igrejas nominais. Vocês não possuem senso real da santidade do sábado, e Deus não tem aceito sua observância do santo dia. Os irmãos não têm verdadeira consagração nem sincera devoção. Deus não tem sido honrado por nenhum de vocês dois; os irmãos não O conhecem experimentalmente. Têm andado tão longe dEle que Ele quase lhes é um estranho. As coisas espirituais são discernidas espiritualmente, mas vocês têm há tanto tempo cultivado gostos e hábitos mundanos, que não lhes será fácil inclinar a mente na direção oposta.T5 431.1

    Vocês considerarão: “Este é um duro discurso, quem o poderá ouvir?” Mas o mundo não pode compreender o povo de Deus. Não há qualquer harmonia entre os filhos da luz e os filhos das trevas. Paulo pergunta: “E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e Eu vos receberei; e Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso.” 2 Coríntios 6:15-18. João testifica: “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como é O veremos. E qualquer que nEle tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também Ele é puro.” 1 João 3:2, 3. “Não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?”, indaga Tiago. “Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4.T5 431.2

    Jesus disse a Seus discípulos: “Se Me amardes, guardareis os Meus mandamentos. E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre [não uma profissão da verdade, nem uma forma de piedade, mas], o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não O vê, nem O conhece; mas vós O conheceis, porque habita convosco e estará em vós.” João 14:15-17. “Aquele que tem os Meus mandamentos e os guarda, este é o que Me ama; e aquele que Me ama será amado de Meu Pai, e Eu o amarei e Me manifestarei a ele. Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que Te hás de manifestar a nós e não ao mundo? Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém Me ama, guardará a Minha palavra, e Meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nEle morada. Quem não Me ama não guarda as Minhas palavras.” João 14:21-24.T5 432.1

    As palavras de Cristo não encontram resposta em seu coração, pois vocês têm os olhos cegados e o coração endurecido. Nos livros do Céu vocês são tidos como pertencendo ao mundo. Seu coração fica turbado algumas vezes, mas não o suficiente para conduzi-los ao arrependimento e mudança do curso de vida. O mundo detém suas afeições e seus costumes lhes são mais agradáveis do que a obediência ao Mestre celestial.T5 432.2

    O exemplo diante dos filhos não está absolutamente de acordo com a verdade que os irmãos professam. A verdade não pode santificar a vocês nem a eles. Vocês amam o prazer egoísta e as lições ensinadas por preceito e exemplo aos filhos não têm sido de molde a criar neles humildade, mansidão e disposição semelhantes às de Cristo. Os irmãos os estão moldando segundo o padrão do mundo. Quando Jesus abrir diante de vocês o livro dos registros, onde dia a dia suas palavras e ações foram fielmente anotadas, os irmãos verão que a vida de ambos foi um terrível fracasso.T5 432.3

    O que sua recente aflição pôde ter efetuado em vocês, eu não sou capaz de dizer, mas se ela teve poder para lhes abrir os olhos e convencê-los, os irmãos certamente tornarão isso evidente pelo rumo que tomarem. Sem uma conversão completa, vocês jamais receberão a coroa da vida eterna, e seus filhos nunca farão parte da multidão que foi purificada pelo sangue de Cristo, a menos que desaprendam as lições que vocês lhes ensinaram, as quais se tornaram parte de sua vida e caráter. O exemplo dado levou-os a pensar que a religião é como uma veste que pode ser usada ou dispensada, conforme a ocasião o requeira ou a conveniência dite. Se não houver inteira mudança nas influências exercidas sobre eles, essas idéias frouxas acerca dos reclamos de Deus serão firmadas neles. Eles não sabem o que constitui a vida cristã; não aprenderam o que é o viver a verdade e o suportar a cruz.T5 432.4

    Jesus disse: “Se o mundo vos aborrece, sabei que, primeiro do que a vós, Me aborreceu a Mim.” João 15:18. Vocês acham que a razão por que o mundo se opõe tanto a nós é que somos demasiado anti-sociais, modestos demais em nosso vestuário, e estritos demais com respeito às diversões, afastando-nos delas tanto na prática como em preceito. Pensam que se fôssemos menos exclusivistas e nos misturássemos mais com o mundo, suas opiniões e impressões sobre nós seriam grandemente modificadas. Não há maior engano do que esse. Cristo afirmou: “Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas, porque não sois do mundo, antes Eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos aborrece. Lembrai-vos da palavra que vos disse: não é o servo maior do que o seu senhor. Se a Mim Me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardarem a Minha palavra, também guardarão a vossa. Mas tudo isso vos farão por causa do Meu nome, porque não conhecem Aquele que Me enviou.” João 15:19-21.T5 433.1

    Estas são palavras de Alguém cujos próprios inimigos foram forçados a admitir: “Nunca homem algum falou assim como este homem.” João 7:46. As palavras dos homens expressam suas opiniões humanas, mas as de Cristo são espírito e vida. Ele disse: “Se vós permanecerdes na Minha palavra, verdadeiramente, sereis Meus discípulos.” João 8:31. “Quem é de Deus escuta as palavras de Deus” (João 8:47), mas essas divinas declarações não encontram lugar no coração de alguém que é do mundo e ama seus prazeres.T5 433.2

    Deus nos deu orientações específicas para que ninguém precise errar. Ele afirmou: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.” Mateus 4:4. A verdade revelada por inspiração “é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça.” 2 Timóteo 3:16. Não por uma ou muitas palavras, mas por toda palavra que Deus falou o homem viverá. Vocês não podem desrespeitar por qualquer modo uma palavra, uma simples exigência que Ele fez, por mais insignificante que ela lhes possa parecer, e estarem seguros. “Qualquer, pois, que violar um destes menores mandamentos e assim ensinar aos homens será chamado o menor no reino dos Céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos céus.” Mateus 5:19. Quem quer que propositadamente transgredir um mandamento, não pode, em espírito e verdade, observar todos eles. Essa pessoa pode argumentar que, com exceção daquilo que entende como leve desvio, ela os observa todos, todavia, se ela de livre e espontânea vontade transgride num só ponto, é culpada de todos.T5 434.1

    Irmão e irmã P, conquanto vocês tenham feito uma profissão de cristianismo, retiveram parte do preço. Roubaram a Deus em seu pensamento e devoção, em seus talentos e influência. Suas inclinações lhes têm sido uma armadilha. Vocês não seguiram a luz que Deus graciosamente lhes deu nos Testemunhos, e têm feito coisas que, se não houver arrependimento e reforma de sua parte, os excluirão do Céu. Se houvessem dado ouvidos às reprovações enviadas pelo Espírito Santo, seriam agora fortes em Deus e muito mais adiantados em sua experiência cristã, tendo um registro inteiramente diverso nos livros do Céu.T5 434.2

    Jesus advertiu: “Quem Me rejeitar a Mim e não receber as Minhas palavras já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.” João 12:48. Naquele dia, que vergonha e confusão se abaterão sobre aqueles que possuíram luz e privilégios, que tiveram a salvação ao seu alcance mediante o infinito sacrifício do Filho de Deus, e contudo não se beneficiaram desses preciosos dons. Através de Sua Palavra, Deus está constantemente chamando nossa atenção para o caminho reto, elevado e glorioso do justo. Os usuários desse caminho não andam em escuridão, pois ele é iluminado pelo Sol da Justiça, mas vocês o têm rejeitado porque ele é muito separado do mundo. Amor-próprio e ambição egoísta não podem passar pela porta estreita e andar no caminho estreito e ascendente.T5 434.3

    Ver-se-á, no dia do ajuste final de contas, que Deus esteve relacionado com cada pessoa individualmente. Há uma testemunha invisível de toda ação praticada na vida. “Eu sei as tuas obras”, diz Aquele que “anda no meio dos sete castiçais de ouro.” Apocalipse 2:1. Sabe-se que oportunidades foram negligenciadas, e quão infatigáveis têm sido os esforços do Bom Pastor em buscar os que estavam errantes por caminhos tortuosos, e trazê-los de volta ao trilho da segurança e da paz. Repetidamente tem Deus chamado os amantes de prazeres; freqüentemente tem feito irradiar a luz de Sua palavra em seu caminho, a fim de verem o perigo em que se encontram, e escaparem. Mas eles prosseguem mais e mais, brincando e zombando enquanto viajam pelo caminho largo, até que afinal termina seu tempo de graça. Os caminhos de Deus são justos e iguais; e quando for pronunciada a sentença contra os que são achados em falta, toda boca se calará.T5 435.1

    Quão diversamente teria sucedido com vocês se houvessem visto, sob a verdadeira luz, o louvor e a honra que procedem dos homens. Os irmãos têm mais sede do louvor do mundo do que das águas da vida. A idéia de serem vistos como de importância pelos homens do mundo os tem intoxicado; suas palavras de consideração têm enganado vocês. Quando os irmãos fizerem uma justa estimativa das coisas eternas, a amizade e apreciação do rico e do estudado não terão nenhuma influência sobre vocês. Orgulho, sob qualquer forma que se manifeste, não deve mais ser abrigado em seu coração. Vocês, entretanto, têm bebido há tanto tempo das turvas correntes do mundanismo, que não conseguem vislumbrar melhor meio de vida.T5 435.2

    Muitas vezes tem Deus estendido Sua mão para salvá-los, mostrando-lhes seus deveres e obrigações. Esses deveres mudam em caráter com o aumento da luz. Quando a luz brilha, tornando manifestos e reprovando erros encobertos, deve haver mudança correspondente na vida e caráter. Os erros que são fruto natural da cegueira de mente, quando revelados, não mais se constituem em pecados de ignorância ou erros de julgamento, e a menos que haja decididas reformas de acordo com a luz dada, tornam-se pecados presunçosos. As trevas morais que envolvem vocês tornam-se mais densas; seu coração irá se tornando mais e mais endurecido, e os irmãos serão mais ofensivos à vista de Deus. Vocês não compreendem o grande perigo em que se encontram, o risco de que em seu caso a luz seja inteiramente obscurecida, ocultada sob completa escuridão. Quando a luz for recebida e posta em prática, vocês estarão crucificados para o pecado, mortos realmente para o mundo, mas vivos para Deus. Seus ídolos serão abandonados e seu exemplo estará ao lado da abnegação antes que da auto-indulgência.T5 435.3

    Irmão e Irmã P, se vocês tivessem dado ouvidos aos Testemunhos do Espírito de Deus, estariam agora andando na luz, em harmonia com o povo de Deus, mas sua incredulidade os privou de grande bem. A irmã P não se insurgiu contra os Testemunhos, mas não demonstrou suficiente confiança neles como provindos de Deus para obedecê-los. Ela aprecia ver seu marido louvado e honrado pelo mundo; isso gratifica-lhe o orgulho, que não é, de modo algum, pequeno. Vocês deveriam perguntar-se, individualmente: “Por que sou tão tardo em deixar o mundo e tomar a Cristo como minha herança? Por que deveria eu honrar aqueles que sei que não amam a Deus nem respeitam Seus reclamos? Por que desejaria conservar a amizade dos inimigos de meu Senhor? Por que deveria eu seguir-lhes os costumes ou ser influenciado por suas opiniões?” Vocês não podem, queridos amigos, servir a Deus e a Mamom. Os irmãos precisam fazer uma entrega incondicional ou, num breve futuro, a luz que brilha sobre seu caminho se perderá na escuridão do desespero. Vocês estão no terreno do inimigo. Voluntariamente colocaram-se ali e o Senhor não os protegerá de seus assaltos.T5 436.1

    Em seu presente estado, vocês estão fazendo mais mal do que bem, pois têm uma forma de piedade e professam crer na verdade, enquanto que por palavras e ações dizem: “Larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela.” Mateus 7:13. Se a vida de vocês é uma confissão de Cristo, então podemos verdadeiramente dizer que o mundo O seguiu. A profissão dos irmãos pode ser correta, mas porventura têm vocês humildade e amor, mansidão e consagração? “E digo-vos que todo aquele que Me confessar diante dos homens”, por uma vida santa e piedosa conversação, “também o Filho do Homem o confessará diante dos anjos de Deus”. Lucas 12:8. Ninguém pode confessar a Cristo a menos que tenha a mente e o espírito de Cristo; ele não pode comunicar aquilo que não possui. A vida diária precisa ser uma expressão do santificador poder da verdade e evidência de que Cristo está habitando na alma pela fé. Tudo o que é oposto ao fruto do Espírito ou à obra de Deus em separar Seu povo do mundo, é uma negação de Cristo e Suas palavras são: “Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.” Lucas 12:9.T5 436.2

    Podemos negar a Cristo por nossa conversação mundana e orgulho no vestuário. Os irmãos têm um círculo de amigos que são uma armadilha a vocês e a seus filhos. Vocês amam sua companhia. Pela associação com eles, vocês são levados a vestir-se e a seus filhos, segundo as modas adotadas por aqueles que não temem a Deus. Assim mostram que têm amizade com o mundo. “Na multidão de palavras não falta transgressão...” Provérbios 10:19. O relacionamento com esses amigos inclina-os a ir a seus aposentos e suplicar divino amor e graça, ou distancia sua mente de Deus? E seus queridos filhos — o que a negligência de sua parte por seus interesses eternos está lhes causando? Seu exemplo os têm incitado a precipitar-se pela vida com descuidosa presunção ou cega autoconfiança, não tendo firmes princípios religiosos a guiá-los. Eles não estão conscientes sobre o sábado ou os reclamos de Deus em qualquer respeito; não apreciam os deveres cristãos e se estão afastando mais e mais da Fonte de luz, paz e alegria.T5 437.1

    Sem fé é impossível agradar a Deus; pois “tudo que não é de fé é pecado”. Romanos 14:23. A fé exigida não é uma simples aceitação de doutrinas; é a fé que opera por amor e purifica a vida. A humildade, a mansidão e a obediência não são fé; mas são os efeitos, ou frutos da fé. Essas graças vocês têm ainda de obter aprendendo na escola de Cristo. Vocês não conhecem os sentimentos e princípios do Céu; sua linguagem é quase um idioma estranho para ambos. O Espírito de Deus ainda intercede em seu favor; mas tenho sérias e dolorosas dúvidas se darão ouvidos àquela voz que lhes tem estado a chamar por anos. Espero que sim, e que se volverão, e viverão.T5 437.2

    Julgam ser demasiado grande sacrifício consagrar seu pobre e indigno eu a Jesus? Preferirão a irremediável servidão do pecado e da morte, a separar sua vida do mundo, e uni-la a Cristo pelos laços do amor? Jesus vive ainda para interceder por nós. Isso deve despertar dia a dia o reconhecimento de nosso coração. Aquele que avalia sua culpa e desamparo, pode ir exatamente assim como está, e receber a bênção de Deus. Pertence-lhe a promessa, uma vez que dela se apodere pela fé. Aquele, porém, que é rico aos próprios olhos, e digno de honra, e justo, que vê como vê o mundo, e chama ao mal bem e ao bem mal, não pode pedir e receber, porquanto não sente necessidade alguma. Julga-se cheio; portanto, tem de sair vazio.T5 438.1

    Caso se alarmem pela própria salvação e busquem diligentemente a Deus, Ele será achado por vocês; não aceitará, no entanto, um arrependimento parcial. Se abandonarem seus pecados, Ele estará sempre pronto a perdoar. Querem entregar-se a Ele agora mesmo? Olharão ao Calvário, e indagarão: “Fez Jesus esse sacrifício por mim? Sofreu Ele humilhação, vergonha, e ignomínia, e sofreu a cruel morte de cruz, porque desejava me salvar dos sofrimentos da culpa e do horror do desespero, e tornar-me indizivelmente feliz em Seu reino? Olhem para Aquele a quem seus pecados trespassaram, e resolvam: “Vou servir ao Senhor. Não me unirei por mais tempo a Seus inimigos; não emprestarei por mais tempo minha influência aos rebeldes contra Seu governo. Tudo quanto tenho e sou é demasiado pouco para consagrar Àquele que tanto me amou, que deu Sua vida por mim — deu-Se integralmente por alguém tão pecaminoso e errante.” Separem-se do mundo, ponham-se inteiramente do lado do Senhor, levem o combate às portas, e fruirão gloriosas vitórias.T5 438.2

    Bem-aventurado aquele que dá ouvidos às palavras da vida eterna. Guiado pelo “Espírito da verdade” (João 16:13), ele será conduzido a toda a verdade. Não será amado, honrado e louvado pelo mundo; será, porém, precioso aos olhos do Céu. “Vede quão grande caridade nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo nos não conhece; porque O não conhece a Ele.” 1 João 3:1.T5 439.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents