Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 64 — Influências mundanas

    Prezada irmã G:

    Meu coração se expande em amor e simpatia por você. A presente situação em sua família e o seguro resultado de seguir suas idéias equivocadas, todavia ainda não é o fim. Você não vê o perigo de associar-se tão livremente com seus parentes. Eles têm exercido enorme influência sobre você e os seus, mais do que você sobre eles. O fato de serem seus familiares não os torna menores entraves ao seu bem-estar espiritual e não menos transgressores da santa lei de Deus. Sua conduta é tão ofensiva a Deus como a de outros que recusam a luz e a verdade, e não desejam ouvir qualquer evidência em seu favor. Impressões nocivas têm sido feitas sobre sua mente e influenciado seu curso de ação. Deus fez toda a provisão para pôr a salvação ao seu alcance, mas Ele não nos obrigará a aceitá-la contra nossa vontade. Ele estabelece condições em Sua Palavra e deveríamos diligente e interessadamente, com o coração e o entendimento, empreender a tarefa de aprendê-las a fim de não cometer erros e fracassar em garantir nosso título às mansões de cima.T5 542.2

    Não podemos servir a Deus e ao mundo ao mesmo tempo. Não devemos centralizar nossas afeições em parentes mundanos, que não desejam conhecer a verdade. Devemos procurar, por todas as formas, enquanto associados com eles, fazer com que nossa luz brilhe; mas nossas palavras, nosso comportamento, nossos hábitos e práticas, não devem de maneira nenhuma ser moldados por suas idéias e costumes. Em todo nosso trato com eles devemos mostrar-lhes a verdade. Se assim não podemos fazer, então quanto menos nos associarmos com eles tanto melhor para nossa espiritualidade.T5 543.1

    Se nos pusermos entre amigos cuja influência tenda a fazer-nos esquecer dos altos reclamos do Senhor, convidamos a tentação e também nos tornamos fracos em poder moral para resistir a ela . Acabamos por participar do espírito de nossos amigos, a acariciar os seus ideais, e a pôr as coisas sagradas e eternas abaixo dos ideais de nossos amigos. Somos, em resumo, influenciados justamente naquilo que o inimigo de toda justiça deseja que sejamos.T5 543.2

    Os jovens, se deixados sob esta influência, são mais facilmente afetados por ela do que os de mais idade. Tudo pode deixar uma impressão em seu espírito — as fisionomias que contemplam, as vozes que ouvem, os lugares que visitam, as companhias que desfrutam, os livros que lêem. É impossível subestimar a importância que têm para esta vida e a futura as associações que escolhemos para nós mesmos e mais especialmente para nossos filhos.T5 543.3

    Os primeiros anos de vida são mais importantes do que quaisquer outros. Progresso decidido será feito quer na direção certa, quer na errada. Por um lado, pode haver algum montante de frívolas realizações a ser conseguido, por outro, há conhecimento sólido e valioso para a vida prática, em tornar-se familiarizado com Deus e em aprender como fortalecer cada faculdade que Deus nos confiou. O mais importante e essencial para nosso bem presente e futuro, é o conhecimento da verdade divina como revelada na Palavra de Deus.T5 543.4

    Vivemos num tempo em que tudo o que é falso e superficial é exaltado acima do real, natural e duradouro. Deve a mente ser conservada livre de tudo o que a guiaria numa direção errada. Não deve ser atravancada com histórias sem valor, que não acrescentam força às faculdades mentais. Os pensamentos serão do mesmo caráter que o alimento que provemos para a mente. O tempo dedicado a coisas desnecessárias e sem importância, seria melhor empregado na contemplação dos fascinantes mistérios do plano da salvação e em usar cada faculdade concedida por Deus para aprender Seus caminhos, para que nossos pés não tropecem na escura montanha da incredulidade ou se desviem do caminho da santidade, que foi edificado mediante sacrifício infinito para que os resgatados do Senhor andassem nele. A força do intelecto e o substancial conhecimento obtido são aquisições que o ouro de Ofir não pode comprar. Seu valor está acima do ouro e da prata. Esse tipo de educação os jovens comumente não escolhem. Eles insistem em seus desejos, gostos e aversões, preferências e inclinações, mas se os pais tiverem corretos pontos de vista sobre Deus, sobre a verdade e as influências e associações que deveriam cercar seus filhos, sentirão ser sua responsabilidade guiar firmemente os inexperientes jovens no caminho reto, sabendo que o que semeiam haverão de colher.T5 544.1

    Pudesse minha voz alcançar os pais através de todo o país, eu os advertiria a que não cedessem aos desejos dos filhos, na escolha de seus companheiros ou associados. Em geral, os pais não se dão conta de que as impressões prejudiciais são muito melhor recebidas pelos jovens do que as impressões divinas; por isso suas associações devem ser as mais favoráveis para o crescimento na graça e para a verdade revelada na Palavra de Deus ser estabelecida no coração. Se as crianças estão em companhia daqueles cuja conversa seja acerca de assuntos seculares, coisa sem valor, sua mente baixará ao mesmo nível. Se ouvem os princípios da religião serem desonrados e nossa fé diminuída, se astutas objeções à verdade lhes são incutidas ao ouvido, essas coisas penetrarão na mente, moldando-lhes o caráter. Se a mente é enchida de histórias, sejam elas verdadeiras ou fictícias, não resta lugar para as informações úteis e conhecimentos científicos que a deveriam ocupar. Que devastação tem causado nas mentes esse interesse pelas leituras levianas! Como tem destruído os princípios da sinceridade e verdadeira piedade, que são a base de um caráter simétrico! É tal qual um lento tóxico introduzido no organismo, e que, mais cedo ou mais tarde, revelará seus amargos efeitos. Quando é deixada na mente de um jovem uma impressão errada, produz-se uma marca, não na areia, mas na resistente rocha.T5 544.2

    As amizades de seus filhos são de molde a atraí-los para longe de toda influência que interferiria com ou romperia seus hábitos destruidores da saúde. Eles ficam impacientes quando não podem seguir seu próprio caminho. Os conselhos dos cristãos são-lhes desagradáveis. Eles estão caminhando na direção da ruína e toda influência que busca levá-los em direção oposta provoca os piores impulsos de seu coração. São joguetes das circunstâncias. A formação desses primeiros laços, que são desfavoráveis às impressões religiosas, tem uma influência poderosa e dominante sobre eles em cada passo subseqüente. Sejam os jovens postos em meio das circunstâncias mais favoráveis possíveis, pois os companheiros que escolherem, os princípios que adotarem, os hábitos que formarem, decidirão a questão de sua prestatividade aqui e de seus interesses futuros e eternos, com uma exatidão infalível. Não devem os pais ceder às inclinações de seus filhos, mas seguir o caminho claro do dever que Deus traçou, restringindo-os com bondade, negando com firmeza e determinação, mas também com amor, no que respeita a seus errôneos desejos, guiando com oração fervente e perseverante esforço os seus passos do mundo para o Céu. Os filhos não devem ser deixados a vagar pelos caminhos a que estão acostumados, a penetrar nas avenidas que se abrem por todos os lados, afastando-se do caminho reto. Ninguém está em tão grande perigo como os que não reconhecem qualquer perigo e não têm a paciência da cautela e do conselho.T5 545.1

    É porque vejo seu perigo, minha irmã, que lhe escrevo. Conquanto possa haver muitos que a bajulem e gozem de sua hospitalidade sem procurar beneficiá-la com um reto conselho, tenho de adverti-la do perigo oculto, que põe em perigo sua felicidade presente e eterna. Estamo-nos aproximando de tempos tormentosos e precisamos estudar o verdadeiro fundamento de nossa fé. Necessitamos buscar no livro da lei para ver se nosso título à herança imortal acha-se sem defeito.T5 546.1

    Nosso povo tem sido considerado por demais insignificante para ser digno de nota; mas virá uma mudança. O mundo cristão está agora procedendo a movimentos que necessariamente trarão em preeminência o povo observador dos mandamentos. Há uma constante suplantação da verdade de Deus pelas teorias e falsas doutrinas de origem humana. Estão-se processando movimentos para escravizar a consciência dos que querem ser leais a Deus. Os poderes legisladores serão contra o povo de Deus. Todos serão provados. Oh, se pudéssemos como um povo ser sábios para nós mesmos e por preceito e exemplo partilhar essa sabedoria com nossos filhos! Cada posição de nossa fé precisa ser investigada, e se não formos profundos estudantes da Bíblia, decididos, fortalecidos e firmados, a sabedoria dos grandes homens do mundo nos desviará.T5 546.2

    O mundo acha-se ocupado, ansioso e absorto. O mal é avidamente praticado como se fosse justiça, o erro como se fosse verdade e o pecado como se fosse santidade. Trevas cobrem a terra e profunda escuridão os povos. Dormitará o povo de Deus num tempo como este? Aqueles que sustentam a verdade ficarão silentes como se estivessem paralisados? Os infiéis dizem que se cressem no que os cristãos crêem, seriam muito mais fervorosos do que eles. Se realmente cremos que o fim de todas as coisas está às portas, que pessoas nos convêm ser em santo trato e piedade?T5 546.3

    Cada pessoa que verdadeiramente crê na verdade mostrará obras correspondentes. Todas serão zelosas e solenes, e incansáveis em seus esforços para conquistar outros para Cristo. Se a verdade é profundamente plantada de início em seu próprio coração, então buscarão fazer o mesmo no coração de outros. A verdade é mantida muito no pátio exterior. Seja ela trazida ao templo interior da alma, entronizada no coração e que assuma o controle da vida. A Palavra de Deus deve ser estudada e obedecida, então o coração encontrará paz, descanso e alegria, e as aspirações estarão voltadas para o Céu. Mas quando a verdade é posta à parte da vida, no pátio exterior, o coração não é aquecido com o ardente fogo da bondade divina.T5 547.1

    A religião de Jesus é, para muitos, reservada para certos dias ou ocasiões, e em outros tempos é posta de lado e negligenciada. O perdurável princípio da verdade não é meramente para umas poucas horas do sábado, ou para uns poucos atos de caridade, mas deve ser inserido no coração, refinando e santificando o caráter. Se há um momento em que o homem está seguro sem essa luz especial e poder do Céu, então ele pode dispensar a verdade de Deus. A Bíblia, a pura e santa Palavra, deve ser seu conselheiro e guia, o poder controlador de sua vida. Ela nos transmitirá suas lições se a recebermos no coração.T5 547.2

    Abraão era um homem favorecido por Deus. O Senhor disse: “Porque Eu o tenho conhecido, que ele há de ordenar a seus filhos e a sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agirem com justiça e juízo.” Gênesis 18:19. Abraão foi honrado por Deus porque cultivava a religião no lar e fazia com que o temor do Senhor impregnasse toda a família. Foi Deus quem disse: “Ele há de ordenar...” Não haveria traição do sagrado encargo de sua parte, nem submissão a ninguém senão Deus. Havia uma lei e Abraão a observava. Nenhuma cega afeição nublaria seu senso de justiça e se interporia entre Deus e a salvação de seus filhos. Aquela espécie de indulgência que é verdadeira crueldade, não extraviaria a Abraão.T5 547.3

    Tanto os pais como os filhos pertencem a Deus, para serem por Ele dirigidos. Mediante a afeição e a autoridade combinadas, Abraão governou sua casa. A Palavra de Deus nos dá regras para nossa orientação. Essas regras constituem a norma da qual não nos podemos desviar, se quisermos seguir o caminho do Senhor. A vontade de Deus tem de ser soberana. A pergunta que devemos fazer não é: Que fizeram os outros? Que pensarão meus parentes? Ou: Que dirão eles de mim, se eu sigo este procedimento? Mas sim: Que disse Deus? Nem pais nem filhos podem na verdade prosperar em qualquer rumo, a não ser no caminho do Senhor.T5 548.1

    Sou grata porque você possui filhos nobres, que estão buscando andar nos caminhos do Senhor, mas espero que você discirna mais claramente o caminho do dever com respeito às suas amizades. Isso haverá de determinar se você está crescendo em espiritualidade ou se tornando raquítica na vida religiosa. Os ditames da consciência precisam ser obedecidos, mesmo que pareçam difíceis. Isso a ajudará a crescer em força moral. Os deveres são freqüentemente cruzes que precisam ser levadas. Oração e louvor a Deus nem sempre são oferecidos sem luta. Abnegação e carregar uma cruz fazem parte do caminho que precisamos trilhar se quisermos alcançar os portais da cidade de Deus. Jesus abriu o caminho. Iremos segui-lo?T5 548.2

    Precisamos ser obreiros de Deus, não apenas para nossa própria salvação, como também fazendo tudo o que pudermos pela salvação de outros. Assim nos tornamos participantes do grande plano da redenção, e do eterno peso de glória dentro em breve. Deus o exorta a avançar no caminho, “pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. Filipenses 3:14. Que o Senhor a abençoe, é a minha oração. Mas lembre-se, se você estiver unida a Cristo, precisa ser coobreira com Ele. Nossa piedade e deveres religiosos se tornarão de pouco interesse se não formos diários participantes do espírito de Cristo. Interesse pela salvação das pessoas é calculado para dar largura, profundidade e estabilidade ao caráter cristão.T5 548.3

    O Senhor vem. Estamos perto do lar e desejamos respirar profundamente a atmosfera celestial, então estaremos identificados com o Salvador em todos os Seus planos. Seremos elevados, capazes de elevar a outros e frutíferos em boas obras.T5 549.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents