Ellen G. White Writings

<< Back Forward >>

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»

Orientação da Criança, Page 164

Capítulo 45 — Com amor e firmeza

Duas maneiras e seu objetivo

Há duas maneiras de lidar com as crianças — maneiras que diferem amplamente em princípio e resultados. A fidelidade e o amor unidos à sabedoria e à firmeza, de acordo com os ensinos da Palavra de Deus, trarão alegria nesta vida e na outra. A negligência do dever, a condescendência imprudente, a falta de restringir ou corrigir a insensatez dos jovens resultará em infelicidade e ruína final para os filhos e em desapontamento e angústia para os pais. — The Review and Herald, 30 de Agosto de 1881.

O amor tem um irmão gêmeo, que é o dever. Esses dois andam lado a lado. A prática do amor, enquanto o dever é negligenciado, fará as crianças obstinadas, voluntariosas, perversas, egoístas e desobedientes. Se o severo dever for deixado só, sem o amor que abranda e atrai, idêntico será o resultado. O dever o amor devem ser misturados a fim de que as crianças sejam devidamente disciplinadas. — Testemunhos Selectos 1:325.

Faltas não corrigidas trazem infelicidade

Sempre que pareça necessário negar os desejos ou se opor à vontade de uma criança, ela deve ser seriamente impressionada com o pensamento de que isso não é feito para satisfazer os pais, ou para condescender com autoridade arbitrária, mas para o seu próprio bem. Deve ser-lhe ensinado que toda falta não corrigida trar-lhe-á infelicidade e desagradará a Deus. Sob tal disciplina, as crianças encontrarão sua maior alegria em submeter sua vontade à de seu Pai celestial. — Fundamentos da Educação Cristã, 68.

Os jovens que seguem seus próprios impulsos e inclinações não podem ter a verdadeira felicidade nesta vida, e no fim perderão a vida eterna. — The Review and Herald, 27 de Junho de 1899.

A bondade deve ser a lei do lar

O método divino de governo é um exemplo de como as crianças devem ser disciplinadas. Não há opressão no serviço do Senhor, e não deve haver opressão no lar nem na escola. Contudo, nem pais nem professores devem permitir que o desrespeito à sua palavra fique sem nenhuma observação. Se negligenciarem a correção a seus filhos, por fazerem estes

«Back «Prev. Pub. «Ch «Pg   Pg» Ch» Next Pub.» Forward»