Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Eventos Finais

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Não ficar parado, sem fazer nada

    É nosso dever fazer tudo que estiver ao nosso alcance para evitar o perigo que se aproxima. ... Sobre homens e mulheres de oração, em todas as partes do país, recai a grande responsabilidade de pedir que Deus afaste essa nuvem do mal, e conceda mais alguns anos de graça para trabalharmos para o Mestre. — Review and Herald Extra, 11 de Dezembro de 1888.EF 126.3

    Os que estão agora guardando os mandamentos de Deus precisam pôr-se em atividade para obter a ajuda especial que só Deus pode dar-lhes. Devem trabalhar mais diligentemente para adiar até quando for possível a calamidade que se aproxima. — The Review and Herald, 18 de Dezembro de 1888.EF 126.4

    O povo de Deus, que guarda os mandamentos, não deve permanecer calado neste tempo, como se aceitássemos a situação de bom grado. — The S.D.A. Bible Commentary 7:975.EF 127.1

    Não estamos cumprindo a vontade de Deus se nos deixarmos ficar em quietude, nada fazendo para preservar a liberdade de consciência. Fervente e eficaz oração deve ascender ao Céu para que essa calamidade seja deferida até que possamos realizar a obra por tanto tempo negligenciada. Haja as mais fervorosas orações, e então trabalhemos em harmonia com as nossas orações. — Testemunhos Seletos 2:320-321.EF 127.2

    Há muitos que estão despreocupados, e se acham, por assim dizer, adormecidos. Eles dizem: “Se a profecia predisse a imposição da observância do domingo, a lei certamente será promulgada”, e, tendo chegado a essa conclusão, assentam-se em calma expectativa do evento, confortando-se com o pensamento de que Deus protegerá Seu povo no tempo de angústia. Mas o Senhor não nos livrará se não fizermos algum esforço para realizar a obra que Ele nos confiou. ...EF 127.3

    Como fiéis atalaias, deveis dar o aviso ao ver que vem a espada, para que homens e mulheres, pela ignorância, não sigam um rumo que evitariam se conhecessem a verdade. — Review and Herald Extra, 24 de Dezembro de 1889.EF 127.4

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents