Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Perguntas que uma moça deve fazer antes de casar-se

    Antes de dar a mão em casamento, deveria toda mulher indagar se aquele com quem está para unir seu destino, é digno. Qual é seu passado? É pura a sua vida? E o amor que ele exprime de caráter nobre, elevado, ou é simples inclinação emotiva? Tem os traços de caráter que a tornarão feliz? Poderá ela encontrar verdadeira paz e alegria na afeição dele? Ser-lhe-á permitido, a ela, conservar sua individualidade, ou terá de submeter seu juízo e consciência ao domínio do marido? Como discípula de Cristo, ela não pertence a si mesma, foi comprada por preço. Pode honrar as reivindicações do Salvador como supremas? Serão conservados puros e santos o corpo e a alma, os pensamentos e propósitos? Estas perguntas têm influência vital sobre o bem-estar de toda mulher que entra em matrimônio.5Testemunhos Seletos 2:119.CJN 25.1

    Faça surgir as perguntas: Ajudar-me-á esta união na escalada para o Céu? Aumentará meu amor a Deus? E aumentará minha esfera de utilidade nesta vida? Se estas reflexões não apresentarem nada em contrário, então prossegue, no temor de Deus.CJN 25.2

    O verdadeiro amor é uma planta que precisa ser cultivada. Que a mulher que deseja uma união pacífica e feliz, que quer escapar a futuras misérias e tristezas, indague, antes de entregar suas afeições. Tem meu pretendente mãe?CJN 25.3

    Qual é a qualidade do caráter dela? Reconhece ele suas obrigações para com ela? Tem consideração para com os seus desejos e sua felicidade? Se ele não respeita nem honra a mãe, porventura manifestará respeito e amor, bondade e atenção para com a esposa? Passada a novidade do casamento, continuará a amar-me? Será paciente com os meus erros, ou crítico, despótico e ditatorial? A afeição verdadeira passará por alto muitos erros; o amor não os distinguirá.6Fundamentos da Educação Cristã, 105.CJN 25.4

    Receba a jovem como companheiro vitalício tão-somente ao que possua traços de caráter puros e varonis, que seja diligente, honesto e tenha aspirações, que ame e tema a Deus.7A Ciência do Bom Viver, 359.CJN 26.1

    Esta carta a Nelli mostra algumas das mesmas perguntas da carta anterior dirigida a Rolf. O grupo com o qual ela estava se associando não era bom. Seu pretendente é irreverente, preguiçoso e usa linguagem torpe. Além disso, também possui outros hábitos duvidosos. Ellen White faz algumas perguntas bem diretas que podem aplicar-se a você também quando ler esta carta.CJN 26.2

    Norfolk Villa, Prospect St.

    Granville, N. S. W.

    9 de Agosto de 1894

    Querida Nelli,

    Sou grata a Deus porque você ama a verdade e a Jesus. Anseio que continue seu caminho avante e para cima, a fim de atingir o padrão do caráter cristão revelado na Palavra de Deus. Que ela seja seu guia, e em tudo você possa ser moldada na conduta e no caráter de acordo com o que ela requer.CJN 27.1

    Você é propriedade do Senhor tanto pela criação como pela redenção. Você pode ser uma luz em seu lar e continuamente exercer uma influência salvadora vivendo a verdade. Quando a verdade está no coração, sua influência salvadora é sentida por todos que vivem no lar. Uma responsabilidade santa repousa sobre você, e requer que mantenha a alma pura, consagrando-se inteiramente ao Senhor.CJN 27.2

    Seus amigos, que são totalmente contrários às coisas espirituais, não são refinados, enobrecidos e elevados pela prática da verdade. Não estão sob a direção de Cristo, e sim sob a bandeira negra do príncipe das trevas. Associar-se com os que não temem nem amam a Deus — a menos que seja com o propósito de conquistá-los para Jesus — será um empecilho à sua espiritualidade. Se não puder elevá-los, a influência deles a afetará, corrompendo e contaminando sua fé. É correto que os trate amavelmente, mas não tanto que a faça amar e preferir a companhia deles. Porque se escolher a atmosfera que envolve-lhes a alma, abandonará a companhia de Jesus.CJN 27.3

    Pela luz, que o Senhor achou por bem me conceder, advirto que está a perigo de ser enganada pelo inimigo. Está a perigo de escolher seu próprio caminho, de não seguir o conselho de Deus nem de andar em obediência à Sua vontade. O Senhor tem dado orientação a cada alma, para que assim nenhuma precise errar o caminho. Essas orientações representam tudo para nós, porque constituem o padrão a que cada filho e filha de Adão deve sujeitar-se.CJN 27.4

    Você está justamente entrando na fase adulta de sua vida, e, se buscar a graça de Cristo, se seguir o caminho que Jesus indicar, tornar-se-á mais e mais uma verdadeira mulher. Crescerá em graça, virá a ser mais sábia pela experiência e quando avançar desta luz para uma luz maior, tornar-se-á mais feliz. Lembre-se que sua vida pertence a Jesus e você não vive exclusivamente para si.CJN 27.5

    Evite os que são irreverentes. Evite quem é amante da ociosidade; evite quem zomba das coisas sagradas. Evite a companhia de quem usa linguagem profana ou é inclinado a tomar até mesmo um cálice de bebida alcoólica. Não ouça as propostas de um homem que não reconhece sua responsabilidade para com Deus. A verdade pura que santifica a alma lhe dará coragem para renunciar a mais agradável das amizades por aqueles que você sabe, não amam nem temem a Deus, e não sabem nada a respeito da verdadeira justiça. Podemos sempre tolerar as fraquezas e ignorância de um amigo, mas nunca seus vícios.CJN 28.1

    Seja cautelosa em cada passo que der. Você necessita de Jesus a cada passo. Sua vida é demasiado preciosa para ser tratada como se fosse de pouca importância. O Calvário testifica o valor de sua alma. Consulte a Palavra de Deus, a fim de que possa saber como usar a vida que lhe foi comprada por um preço infinito. Como filha de Deus lhe é permitido contrair casamento somente no Senhor. Certifique-se de que não está seguindo a fantasia de seu próprio coração, e avance no temor de Deus.CJN 28.2

    Se os crentes se associarem com os descrentes com o propósito de ganhá-los para Cristo, testemunharão em Seu favor, e tendo terminado sua missão, afastar-se-ão para respirar numa atmosfera pura e santa. Quando na companhia de incrédulos, lembre-se que você é uma representante de Jesus Cristo em caráter. Não permita que palavras frívolas e levianas, nem conversação vulgar sejam proferidas por seus lábios.CJN 28.3

    Mantenha em mente o valor da alma, e lembre-se que é seu privilégio e seu dever colaborar com Deus de todas as maneiras possíveis. Não rebaixe-se ao nível dos incrédulos, nem zombe e diga as mesmas palavras vulgares.CJN 28.4

    O Senhor será seu auxiliador. E se você confiar nEle, conduzi-la-á a uma nobre e elevada norma e colocará seus pés sobre a plataforma da verdade eterna. Através da graça de Cristo, você fará uso adequado das faculdades que lhe foram confiadas e se tornará uma representante do bem ao ganhar almas para Cristo. Cada talento que você possui deve ser utilizado do lado certo.CJN 28.5

    Minha querida irmã, escrevo-lhe por amor a sua alma. Rogo que escute minhas palavras. Voltarei a lhe escrever quando encontrar tempo.CJN 29.1

    Com amor cristão,*Carta 51, 1894.CJN 29.2

    Ellen G. White

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents