Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre a Escola Sabatina

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Representante da religião verdadeira

    O obreiro da Escola Sabatina, verdadeiramente convertido, não será moldado segundo os costumes e práticas mundanos, mas permanecerá em independência moral. Seu exemplo estará de acordo com sua profissão, mantendo-se ele separado do espírito e das modas do mundo. Não se desviará de maneira alguma de seu firme propósito de ser um com Cristo, nem cederá um jota de sua atitude de fidelidade a Deus, em oposição ao orgulho, à condescendência com entretenimentos egoístas, ao dispêndio de meios para satisfazer à inclinação ou ao amor da ostentação, mas será um exemplo no espírito, comportamento e vestuário.CES 95.1

    Obreiro da Escola Sabatina, queres satisfazer à norma de Cristo ou à do mundo? Oh, queres dizer: “Tomarei a cruz e seguirei a Cristo”? Não queres cultivar Sua ternura em persuadir, Seu fervor em exortar, exemplificando e exaltando os princípios da verdade, manifestando na vida e no caráter o que a religião de Cristo tem feito por ti? Não atenderemos todos nós à exortação do apóstolo: “Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências”?CES 95.2

    Há necessidade de apresentar à juventude a verdadeira religião, que se provará um poder vital, uma influência que tudo penetra. De uma íntima devoção, surgirão alegria, vivacidade e contínuo crescimento e é essa a religião que a juventude deve contemplar, se deve ser levada a Cristo. Essa espécie de religião deixará nas almas seu divino cunho e, pela refrigerante graça de Deus, o que a possui se renovará tanto mental como fisicamente.CES 95.3

    Experimentai durante um ano, educadores e professores de nossas Escolas Sabatinas e diárias, e vede se não sois capazes de dizer: “O Senhor operou maravilhosamente em nosso favor, pois muitas almas foram trazidas para o Mestre, como preciosos molhos para o celeiro celestial.” — Testimonies on Sabbath School Work, 44, 45.CES 96.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents