Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

A Ciência Do Bom Viver, A

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    A Ovelha Perdida

    Noventa e nove ovelhas há, seguras no curral,
    Mas uma longe se afastou do aprisco pastoral;
    A errar nos montes de terror, distante do fiel Pastor,
    Distante do fiel Pastor.

    “Com tantas outras, bom Pastor, não Te contentarás?”
    “A errante é Minha”, replicou, “pertence-Me a fugaz.
    Vou ao deserto procurar a ovelha que ouço em dor balar,
    A ovelha que ouço em dor balar.”

    Nenhum remido imaginou quão negra escuridão,
    Quão fundas águas que passou, trazendo a salvação.
    E quando foi pra socorrer, a errante estava a perecer,
    A errante estava a perecer.

    “Por toda a estrada donde vens, que sangue enxergo ali?”
    “Busquei a ovelha com dolor, o sangue Meu verti.”
    “Ferida vejo a Tua mão.” “A angústia encheu-Me o coração,
    A angústia encheu-Me o coração.”

    Vêm da montanha aclamações! É a voz do bom Pastor!
    Ressoa em notas triunfais o salmo vencedor!
    E os anjos cantam lá nos Céus: “A errante já voltou a Deus,
    A errante já voltou a Deus!”
    CBV 505.1

    - Elizabeth C. Clephane

    Mas está chegando o dia em que será travada a batalha e ganha a vitória. A vontade de Deus deve ser feita na Terra como o é nos Céus. As nações dos remidos não conhecerão outra lei senão a lei do Céu. Todos serão uma família unida e feliz, revestida com as vestes de louvor e ações de graças - as vestes da justiça de Cristo. Toda a natureza, em sua incomparável formosura, oferecerá a Deus um tributo de louvor e adoração. O mundo será banhado com a luz do Céu. A luz da Lua será como a luz do Sol, e a luz do Sol será sete vezes maior do que é hoje. Os anos decorrerão na alegria. Sobre essa cena, as estrelas da manhã cantarão em uníssono, e os filhos de Deus exultarão de alegria, enquanto Deus e Cristo Se unirão proclamando: “Não haverá mais pecado nem morte.” (Ap 21:4.)CBV 506.1

    Estas visões da glória futura, cenas pintadas pela mão de Deus, devem ser amadas pelos Seus filhos.CBV 506.2

    Detende-vos no limiar da eternidade, e escutai as alegres boas-vindas dadas àqueles que nesta vida cooperaram com Cristo, considerando como privilégio e honra sofrer por Sua causa. Com os anjos, eles lançam suas coroas aos pés do Redentor, exclamando: “Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. ... Ao que está assentado sobre o trono e ao Cordeiro sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre” (Ap 5:12, 13).CBV 506.3

    Aí os remidos saúdam aqueles que os conduziram ao excelso Salvador. Unem-se no louvor dAquele que morreu para que os seres humanos pudessem fruir a vida que se mede com a de Deus. O conflito está terminado. As tribulações e lutas chegaram ao fim. Cânticos de vitória enchem todo o Céu, enquanto os remidos permanecem em volta do trono de Deus. Todos entoam o jubiloso coro: “Digno é o Cordeiro, que foi morto” (Ap 5:12) e que nos remiu para Deus.CBV 506.4

    “Depois destas coisas, olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; e clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro” (Ap 7:9, 10).CBV 507.1

    “Estes são os que vieram de grande tribulação, lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus e O servem de dia e de noite no Seu templo; e Aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a Sua sombra. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairáCBV 507.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents