Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Educação

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 29 — O Sábado

    “Isso é um sinal entre Mim e vós...; para que saibais que Eu sou o Senhor.”

    O valor do sábado como meio educativo, está além de toda a apreciação. O que quer que, de nossas posses, Deus exija de nós, Ele devolve enriquecido, transfigurado e com Sua própria glória. O dízimo que Ele exigia de Israel era dedicado a preservar entre os homens, em sua gloriosa beleza, o modelo de Seu templo nos Céus — sinal de Sua presença na Terra. Assim, a porção de nosso tempo que Ele reclama, nos é de novo dada, trazendo o Seu nome e selo. É “um sinal”, diz Ele, “entre Mim e vós...; para que saibais que Eu sou o Senhor”; porque “em seis dias fez o Senhor os céus e a Terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou”. Êxodo 31:13; 20:11. O sábado é um sinal do poder criador e redentor; ele indica a Deus como a fonte da vida e do saber; lembra a primitiva glória do homem, e assim testifica do propósito de Deus em criar-nos de novo à Sua própria imagem.Ed 250.1

    O sábado e a família foram, semelhantemente, instituídos no Éden, e no propósito de Deus acham-se indissoluvelmente ligados um ao outro. Neste dia, mais do que em qualquer outro, é-nos possível viver a vida do Éden. Era o plano de Deus que os membros da família se associassem no trabalho e estudo, no culto e recreação, sendo o pai o sacerdote da casa, e pai e mãe os professores e companheiros dos filhos. Mas os resultados do pecado, tendo mudado as condições da vida, impedem em grande parte esta associação. Muitas vezes o pai dificilmente vê a face de seus filhos durante toda a semana. Acha-se quase totalmente privado de oportunidade para a companhia ou instrução. O amor de Deus, porém, estabeleceu um limite às exigências do trabalho. Sobre o sábado Ele põe Sua misericordiosa mão. No Seu próprio dia Ele reserva à família a oportunidade da comunhão com Ele, com a Natureza, e uns para com outros.Ed 250.2

    Visto que o sábado é a memória do poder criador, é o dia em que de preferência a todos os outros devemos familiarizar-nos com Deus mediante Suas obras. Na mente infantil, o próprio pensamento do sábado deve estar ligado à beleza das coisas naturais. Ditosa é a família que pode ir ao lugar de culto, aos sábados, como iam Jesus e Seus discípulos à sinagoga, através de campos, ao longo das praias do lago, ou por entre bosques. Ditosos são o pai e a mãe que podem ensinar a seus filhos a Palavra escrita de Deus com ilustrações tiradas das páginas abertas do livro da Natureza; que podem com eles reunir-se sob as verdes árvores, no ar fresco e puro, para estudar a Palavra e cantar os louvores do Pai celestial.Ed 251.1

    Por meio de tais associações, os pais poderão ligar os filhos a seu coração, e assim a Deus, mediante laços que jamais se hão de romper.Ed 251.2

    Como um meio de ensino intelectual, as oportunidades do sábado são incalculáveis. Que se aprenda a lição da Escola Sabatina, não olhando rapidamente ao texto da mesma no sábado de manhã, mas estudando cuidadosamente para a próxima semana, no sábado à tarde, com recapitulação ou ilustração diária durante a semana. Assim a lição se fixará na memória, como um tesouro que jamais se perderá completamente.Ed 251.3

    Ouvindo o sermão, notem os pais e os filhos o texto e os versículos citados, e tanto quanto possível o fio do pensamento, para repeti-los uns aos outros em casa. Isto muito fará no sentido de remover o aborrecimento com que as crianças tantas vezes escutam um sermão, e cultivará nelas o hábito da atenção e do pensamento sério.Ed 252.1

    A meditação nos temas assim sugeridos revelará ao estudante tesouros com que jamais sonhou. Ele provará na sua própria vida a realidade da experiência descrita nas Escrituras:Ed 252.2

    “Achando as Tuas palavras, logo as comi, e a Tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração.” Jeremias 15:16.Ed 252.3

    “Meditarei nos Teus estatutos.” “Mais desejáveis são que o ouro, sim, do que muito ouro fino. ... Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.” Salmos 119:48; 19:10, 11.Ed 252.4

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents