Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Evangelismo

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 10 — Firmar e conservar novos conversos

    Métodos que assegurem a continuidade

    A segunda série de reuniões — Quando os argumentos em favor da verdade presente são apresentados pela primeira vez, difícil é fixar os pontos na mente. E se bem que alguns vejam suficientemente para tomar uma decisão, apesar de tudo isto, há necessidade de repassar tudo outra vez, e fazer outra série de reuniões. — Carta 60, 1886.Ev 334.1

    Fixar distintamente a verdade — Depois de haverem sido feitos os primeiros esforços em um lugar mediante uma série de conferências, há na verdade maior necessidade de uma segunda série. A verdade é nova e surpreendente, e o povo necessita de que as mesmas coisas lhes sejam apresentadas pela segunda vez a fim de tornar os pontos distintos, e fixar as idéias na mente. — Carta 48, 1886.Ev 334.2

    Importância de repetir pontos da verdade — Se os que conheciam a verdade e já estavam firmados nela necessitam realmente de que a importância dela lhes seja sempre conservada diante dos olhos e seu espírito despertado por sua repetição, quão importante não é que não se negligencie isto para com os recém-chegados à fé! Tudo na interpretação da Escritura é novo e estranho para eles, e estão em perigo de perder a força da verdade e aceitar idéias incorretas. Em muitas séries de reuniões realizadas, a obra foi deixada incompleta. — Carta 60, 1886.Ev 334.3

    Cuidadosos planos para a série subseqüente — Talvez seja aconselhável mudar de local e ter congregações novas, mas toda vez que fizerdes uma segunda série de reuniões, fazei-a com tanto esmero como se a primeira série não tivesse sido efetuada. Seja todo talento dos obreiros posto nas mãos dos banqueiros. Faça cada um o máximo ao seu alcance e desempenhe com energia sua parte na obra e serviço de Deus.Ev 335.1

    Há várias espécies de trabalho a serem feitas. As almas são preciosas à vista de Deus; ao abraçarem a verdade, educai-as, e ensinai-as, a assumirem encargos. Aquele que vê o fim desde o princípio, que pode fazer com que as sementes semeadas sejam todas frutíferas, estará convosco em vossos esforços. — Carta 48, 1886.Ev 335.2

    Exemplo de uma cabal obra de reforço — Terminou nossa reunião. Desde o primeiro dia, 21 de Outubro, até o presente (10 de Novembro), o interesse não esmoreceu. Na primeira conferência, a grande tenda estava regurgitando, e havia do lado de fora como uma muralha de gente.Ev 335.3

    Falei seis vezes no sábado, domingo, e quarta de tarde à multidão aglomerada naquela assembléia, e cinco vezes, em vários sentidos, a nosso povo. Tivemos o melhor do trabalho ministerial. ... A palavra foi falada sem hesitação nem fraqueza, mas em demonstração do Espírito e com poder. O interesse foi superior a qualquer coisa que tenhamos visto em qualquer reunião campal neste país. Sentimo-nos deveras gratos ao Senhor por esta oportunidade de dar a conhecer a luz da verdade presente. Como no tempo de Cristo, o povo ouve e fica admirado e cativo. Dizem: “Nunca ouvimos uma coisa assim. Oh, como desejaria ter ouvido tudo isso antes! Eu nunca soube que essas coisas estivessem na Bíblia. Vejo que o que me cumpre fazer é examinar as Escrituras como nunca fiz.”Ev 335.4

    A Palavra de Deus tem sido na verdade como uma espada, penetrante e poderosa. As multidões escutam com interesse por uma e quase duas horas sem mostras de fadiga. Oh, sinto-me tão alegre, tão reconhecida! Com minha voz, louvo ao Senhor de alma e coração. ...Ev 336.1

    Vários obreiros estão cuidando dos interesses em Stanmore. Este interesse não desfalece. A grande tenda foi desarmada e enviada a Melbourne. A tenda de 12 metros está sendo aumentada no centro, de modo a fornecer lugar para o maior número possível, e será usada aqui. Foi alugada uma casa para acomodar os obreiros. Arranjaram um quarto para mim, e caso seja possível, irei provavelmente a Sydney esta semana para unir-me aos obreiros. Precisamos fazer tudo ao nosso alcance a fim de tornar essa série de reuniões um sucesso. O Pastor Haskell escreve de modo animador quanto à obra ali, e ao incessante interesse. — Carta 27, 1897.Ev 336.2

    Confirmando o interesse despertado — Os obreiros que venham depois de haver sido despertado um interesse, podem ser homens dotados até de menos habilidade do que os que deram início à obra; mas se forem humildes homens de Deus, podem apresentar a verdade de tal maneira que desperte e impressione o coração de alguns até então indiferentes. O Senhor revela a verdade a espíritos diversos em diversos aspectos, de modo que por meio da apresentação de um homem alguns pontos da verdade se tornam mais claros do que por intermédio de outro, e justamente por essa razão o Senhor não dá a um homem apenas a obra de lidar com as mentes humanas. ...Ev 336.3

    Pode um homem levar sua parte do trabalho até aonde lhe seja possível, e então o Senhor enviará outro de Seus obreiros a fazer outra parte da obra que o primeiro não viu a necessidade de executar, e contudo era essencial que ela fosse feita. Portanto, homem algum pense ser seu dever começar e levar avante uma obra inteiramente por si. Uma vez que Deus permita dar outros dons a outros obreiros para operar a conversão de almas, coopere de boa vontade com eles. — Manuscrito 21, 1894.Ev 336.4

    Novos conversos cabalmente instruídos — Nossos esforços não devem cessar por haverem sido interrompidas por algum tempo as reuniões públicas. Enquanto houver pessoas interessadas, precisamos dar-lhes oportunidade de aprenderem a verdade. E os novos conversos precisam ser instruídos por fiéis instrutores da Palavra de Deus, para que cresçam no conhecimento e no amor da verdade, e se desenvolvam até à estatura completa de homens e mulheres em Cristo Jesus. Eles devem ser agora cercados pelas influências mais favoráveis para o crescimento espiritual. — The Review and Herald, 14 de Fevereiro de 1907.Ev 337.1

    Desenvolver o talento local — Fazei a obra de um evangelista — regar e cultivar a semente já semeada. Depois de haver-se erguido uma nova igreja, ela não deve ser deixada sem auxílio. Ao ministro cumpre desenvolver o talento na igreja, para que as reuniões se mantenham proveitosas. Timóteo foi mandado ir de igreja em igreja realizando esse serviço, e edificando as igrejas na santíssima fé. Devia fazer a obra de um evangelista, e isto é uma obra ainda mais importante que a dos ministros. Devia pregar a Palavra, mas não assumir a direção de uma só igreja. — The Review and Herald, 28 de Setembro de 1897.Ev 337.2

    Visitar repetidamente novos membros — A obra não deve ser abandonada prematuramente. Vede que todos estejam esclarecidos na verdade, firmados na fé, e interessados em todo ramo da obra, antes de os deixar para ir a outro campo. E então, como o apóstolo Paulo, visitai-os com freqüência para ver como vão. Oh, a obra negligente que é feita por muitos que pretendem ser comissionados por Deus para pregar Sua Palavra, faz com que os anjos chorem! — Testimonies for the Church 5:256 (1885).Ev 337.3

    Regra sobre regra, mandamento sobre mandamento — Não é somente a pregação que deve ser feita. Precisa-se de incomparavelmente menos pregação. Importa devotar mais tempo a educar pacientemente outros, dando aos ouvintes oportunidade para se exprimirem. É de instrução que muitos necessitam, regra sobre regra, mandamento sobre mandamento, um pouco aqui, um pouco ali.Ev 338.1

    É, porém, muito difícil impressionar a mente de nossos irmãos do ministério com a idéia de que sermões não podem por si mesmos realizar a obra de que nossas igrejas precisam. Necessitam-se esforços pessoais; estes são essenciais para a prosperidade dos indivíduos e das igrejas. — Manuscrito 7, 1891.Ev 338.2

    Auxílio no começo da nova vida — Onde quer que se desperte um interesse como o que se manifesta agora em _____, escolham-se homens da maior habilidade para ajudar na série de reuniões. Eles devem entrar de coração na obra de visitar e dar estudos bíblicos aos recém-vindos à fé e aos que estão interessados, procurando firmá-los na fé. Os crentes novos devem ser instruídos cuidadosamente, de modo a terem uma clara percepção dos vários ramos da obra confiada à igreja de Cristo. Um ou dois não devem ser deixados sozinhos com a responsabilidade de tal obra.Ev 338.3

    Muito depende da obra feita pelos membros da igreja em ligação com as reuniões da tenda a serem feitas em nossas cidades, e acompanhando-as. Durante as reuniões, muitos, convencidos pelo Espírito, podem ficar cheios de desejo de iniciar a vida cristã; mas a menos que haja contínua vigilância por parte dos obreiros que permanecem para atender o interesse, as boas impressões causadas na mente do povo tornar-se-ão indistintas. O inimigo, cheio de raciocínios sutis, aproveitar-se-á de toda falha da parte dos obreiros de Deus no velar pelas almas como aqueles que hão de dar conta delas. — The Review and Herald, 2 de Março de 1905.Ev 338.4

    Erguei um baluarte em torno dos novos crentes — Exatamente após serem tomadas as decisões, as forças dos poderes das trevas apoderam-se dessas mentes que foram convencidas e que resistiram à convicção do Espírito de Deus. Elas têm uma superstição, e Satanás opera sobre elas até haver uma intensa oposição à verdade e a todo aquele que nela crê, e julgam estar a serviço de Deus, como Cristo nos disse: “Qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus.”Ev 339.1

    Podemos ver assim a intensidade do espírito deles. Onde se acha a intensidade do outro lado? Uni-vos com o Espírito do Deus vivo para apresentar um baluarte em torno de nosso povo e de nossa juventude, para educá-los e prepará-los. Isto deve ser enfrentado, e devemos levar avante a verdade de Deus custe o que custar. Compreendemos alguma coisa a esse respeito, mas muitos há que não entendem nada quanto a isso; portanto, devemos conduzi-los, instruí-los com bondade, brandamente, e caso esteja conosco o Espírito de Deus, saberemos exatamente o que devemos dizer. — Manuscrito 42, 1894.Ev 339.2

    Compreensão do todo-abrangente desígnio de Deus — O estudante deve aprender a ver a Palavra como um todo, e bem assim a relação de suas partes. Deve obter conhecimento de seu grandioso tema central, do propósito original de Deus em relação a este mundo, da origem do grande conflito, e da obra da redenção. Deve compreender a natureza dos dois princípios que contendem pela supremacia, e aprender a delinear sua operação através dos relatos da História e da profecia, até à grande consumação. Deve enxergar como este conflito penetra em todos os aspectos da experiência humana; como em cada ato de sua vida ele próprio revela um ou outro daqueles dois princípios antagônicos; e como, quer queira quer não, ele está mesmo agora a decidir de que lado do conflito estará. — Educação, 190 (1903).Ev 339.3

    Ensinar os novos crentes a enfrentar o inimigo — É um método deficiente o deixar uns poucos aqui e outros ali, sem serem alimentados e cuidados, expostos aos lobos devoradores, ou a se tornarem alvo do fogo aberto do inimigo. Foi-me mostrado que foi feito muito trabalho assim entre nós como um povo. Campos promissores foram estragados para um trabalho futuro devido a serem penetrados prematuramente, sem considerar os custos, sendo depois deixada a obra pela metade. Por haver sido feita uma série de reuniões, cessa-se então a obra, corre-se a novo campo para fazer aí o trabalho pela metade, e essas pobres almas que não obtiveram senão um leve conhecimento da verdade são abandonadas sem que se tomem as medidas próprias para confirmá-las e estabelecê-las na fé e educá-las como soldados bem treinados na maneira de enfrentarem os ataques do inimigo e vencê-lo. — Carta 60, 1886.Ev 340.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents