Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Evangelismo

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 1 — O desafio do evangelismo

    A proclamação da mensagem

    A comissão evangélica — As últimas palavras de Cristo a Seus discípulos foram: “E eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.” “Portanto ide, ensinai todas as nações.” Ide aos mais afastados limites do globo habitável, e sabei que aonde quer que fordes Minha presença vos assistirá. ...Ev 15.1

    A nós, também, a comissão se dirige. Somos ordenados a ir como mensageiros de Cristo, para ensinar, instruir e persuadir homens e mulheres, apelando para que atentem para a Palavra de vida. Também nos é dada a certeza da constante presença de Jesus. Sejam quais forem as dificuldades com que nos tenhamos de defrontar, sejam quais forem as provações que tenhamos de suportar, sempre será para nós a misericordiosa promessa: “E eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.” — Manuscrito 24, 1903.Ev 15.2

    A mensagem — força viva — Na comissão dada aos discípulos, Cristo não somente lhes delineou a obra, mas deu-lhes a mensagem. Ensinai o povo, disse, “a guardar todas as coisas que vos tenho mandado”. Os discípulos deviam ensinar o que Cristo ensinara. O que Ele falara, não só em pessoa, mas através de todos os profetas e mestres do Antigo Testamento, aí se inclui. É excluído o ensino humano. Não há lugar para a tradição, para as teorias e conclusões dos homens, nem para a legislação da igreja. Nenhuma das leis ordenadas por autoridade eclesiástica se acha incluída na comissão. Nenhuma dessas têm os servos de Cristo de ensinar. “A lei e os profetas”, com a narração de Suas próprias palavras e atos, eis os tesouros confiados aos discípulos, para serem dados ao mundo. ...Ev 15.3

    O evangelho tem de ser apresentado, não como uma teoria sem vida, mas como força viva para transformar a vida. Deus deseja que os que recebem Sua graça sejam testemunhas do poder da mesma. — O Desejado de Todas as Nações, 826 (1898).Ev 16.1

    A igreja é depositária da mensagem — Estamos agora vivendo as cenas finais da história deste mundo. Tremam os homens com a noção da responsabilidade de conhecer a verdade. São chegadas as cenas finais do mundo. Os que considerarem devidamente estas coisas serão levados a fazer inteira consagração a seu Deus, de tudo quanto possuem e são. ...Ev 16.2

    Repousa sobre nós a pesada responsabilidade de advertir o mundo quanto ao juízo iminente. De todas as direções, de longe e de perto, ouvem-se os pedidos de auxílio. A igreja, inteiramente consagrada ao seu trabalho, deve levar a mensagem ao mundo: Vinde ao banquete do evangelho; a ceia está preparada, vinde. ... Coroas, imortais coroas há para serem ganhas. O reino dos Céus deve ser alcançado. Um mundo, que está a perecer no pecado, deve ser iluminado. A pérola perdida deve ser achada. A ovelha perdida deve ser conduzida de volta, em segurança, para o curral. Quem se unirá aos que vão buscá-la? Quem erguerá a luz aos que tateiam nas trevas do erro? — The Review and Herald, 23 de Julho de 1895.Ev 16.3

    A crise atual — Devemos sentir agora a nossa responsabilidade de trabalhar com intenso ardor, a fim de comunicar a outros as verdades que Deus nos tem revelado para o tempo atual. Não podemos ser demasiado diligentes. ...Ev 16.4

    Agora é o tempo de proclamar a última advertência. Uma virtude especial acompanha presentemente a proclamação desta mensagem; mas por quanto tempo? — Só por um pouco de tempo ainda. Se jamais houve uma crise, essa crise é justamente agora.Ev 16.5

    Todos estão decidindo agora o seu perpétuo destino. Os homens precisam ser despertados a fim de reconhecer a solenidade do momento, e a proximidade do dia em que terá terminado a graça. Esforços decisivos têm de ser envidados, a fim de apresentar esta mensagem ao povo de modo notável. O terceiro anjo deverá avançar com grande poder. — Testemunhos Selectos 2:371 (1900).Ev 17.1

    O evangelismo — nosso verdadeiro trabalho — A obra evangelística, de abrir as Escrituras aos outros, advertindo homens e mulheres daquilo que está para vir ao mundo, deve ocupar, mais e mais, o tempo dos servos de Deus. — The Review and Herald, 2 de Agosto de 1906.Ev 17.2

    A mensagem com rapidez — Como povo, grandemente precisamos humilhar o coração perante Deus, rogando-Lhe o perdão pela nossa negligência no cumprimento da comissão evangélica. Estabelecemos grandes centros em alguns poucos lugares, deixando por trabalhar muitas cidades importantes. Assumamos agora o trabalho que nos é designado, e proclamemos a mensagem que há de despertar homens e mulheres, levando-os a reconhecer seu perigo. Se cada adventista do sétimo dia houvesse feito o trabalho que lhe foi confiado, o número de crentes seria hoje muito maior do que é. — Testemunhos Selectos 3:293 (1909).Ev 17.3

    O chamado para um trabalho fervoroso — Se nossos ministros considerassem quão brevemente os habitantes do mundo serão congregados diante do trono do juízo de Deus, a fim de responder pelos atos praticados no corpo, com que fervor não trabalhariam eles juntamente com Deus, no sentido de apresentar a verdade! Quão ardentemente não se esforçariam a guiar os homens a aceitarem a verdade! Quão incansavelmente não trabalhariam para desenvolver a causa de Deus no mundo, proclamando, por palavras e atos, que “já está próximo o fim de todas as coisas”. — Carta 43, 1902.Ev 17.4

    Em meio à confusão dos últimos dias — As palavras de Jesus Cristo se dirigem a nós que vivemos nos últimos momentos da história da Terra. “Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima.” As nações estão em desassossego. Tempos de perplexidade estão iminentes. As ondas do mar bramam; o coração dos homens desfalece de temor na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; mas os que crerem no Filho de Deus ouvirão Sua voz no meio da tempestade, dizendo-lhes: “Sou Eu, não temais.” ... Vemos o mundo jazendo na maldade e apostasia. A rebelião contra os mandamentos de Deus parece quase universal. Em meio ao tumulto de excitamento com confusão em todas as partes, há uma obra a ser feita no mundo. — Manuscrito 44, 1900.Ev 18.1

    Erguer o estandarte em lugares entenebrecidos — Os exércitos de Satanás são muitos, e o povo de Deus deve espalhar-se por todo o mundo, erguendo o estandarte da verdade nos lugares entenebrecidos da Terra e fazendo tudo quanto for possível para destruir o reino do demônio. — Carta 91, 1900.Ev 18.2

    A maior e mais elevada obra — O Senhor determinou que a proclamação desta mensagem fosse a maior e mais importante obra no mundo, para o presente tempo. — Testemunhos Selectos 2:365 (1900).Ev 18.3

    Desenvolvimento mais rápido — Neste país e em terras estrangeiras a causa da presente verdade deve ter mais rápido desenvolvimento do que tem tido até agora. Se nosso povo sair com fé, fazendo tudo quanto puder para dar início, trabalhando à maneira de Cristo, o caminho será aberto diante dele. Se ele demonstrar ter a energia que é necessária, a fim de obter êxito, e a fé que avança sem hesitação, em obediência à ordem de Deus, ricas messes serão obtidas. Deve avançar tanto e tão rapidamente quanto possível, com a determinação de fazer justamente aquilo que o Senhor disse deveria ser feito. Precisa ter energia e fé inflexível, ardente. ... O mundo tem que ouvir a mensagem de advertência. — Manuscrito 162, 1905.Ev 18.4

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents