Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre Saúde

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Deus, o ajudador de seu povo

    Por que são os homens tão relutantes para confiar nAquele que criou o homem e que, por meio de um toque, uma palavra, um olhar, pode curar toda espécie de doenças? Quem é mais digno de nossa confiança do que Aquele que fez tão grande sacrifício em prol da nossa redenção? Nosso Senhor nos deu instruções definidas, por intermédio do apóstolo Tiago, quanto ao nosso dever em caso de doença. Quando falha o auxílio humano, Deus será o ajudador de Seu povo. “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor”. Tiago 5:14. Se os professos seguidores de Cristo com pureza de coração, exercessem tanta fé nas promessas de Deus como a que depositam nas instrumentalidades satânicas, experimentariam na alma e no corpo, o poder vivificador do Espírito Santo.CSa 457.1

    Deus concedeu grande luz a Seu povo, embora não sejamos colocados além do alcance da tentação. Quem entre nós está procurando auxílio dos deuses de Ecrom? Olhai para este quadro — um quadro que não sai da imaginação. Mesmo entre os adventistas do sétimo dia, em quantos não se podem ver estes traços orientadores! Um inválido, aparentemente muito escrupuloso, não obstante fanático e auto-suficiente, francamente manifesta seu desprezo para com as leis da vida e da saúde, as quais a misericórdia divina nos levou a aceitar como um povo. Sua alimentação deve ser preparada de maneira que satisfaça seus desejos mórbidos. Em lugar de sentar-se a uma mesa na qual se oferece alimento saudável, deve ele freqüentar restaurantes, pois pode aí condescender com o apetite sem restrição. Fluente advogado da temperança, menospreza ele seus princípios fundamentais. Deseja o lenitivo, mas se recusa a obtê-lo pelo preço da renúncia própria.CSa 457.2

    Este homem está adorando no altar do apetite pervertido. É um idólatra. As energias que, santificadas e enobrecidas, poderiam ser empregadas para honrar a Deus, são debilitadas, e se tornam de pouca utilidade. Uma mente irritadiça, um cérebro confuso e nervos fatigados, encontram-se entre os resultados de seu desprezo das leis da natureza. Ele é ineficiente e inconstante. Todo aquele que tenha coragem e honestidade para adverti-lo do perigo incorre dessa forma em seu desagrado. A mais leve admoestação ou oposição é suficiente para despertar-lhe o espírito combativo. Mas surge então uma oportunidade de pedir auxílio a alguém cujo poder é comunicado através de um médium da feitiçaria. A esta fonte se apega ele com avidez, gastando liberalmente tempo e dinheiro, na esperança de alcançar o oferecido benefício. Ele está iludido, apaixonado. O poder do feiticeiro torna-se assunto de exaltação, e são outros levados a pedir o seu auxílio. Dessa forma, o Deus de Israel é desonrado, enquanto o poder de Satanás é reverenciado e exaltado.CSa 458.1

    Em nome de Cristo desejo dirigir-me aos Seus professos seguidores: Permanecei na fé que recebestes desde o princípio. “Evita os falatórios profanos.” 2 Timóteo 2:16. Em lugar de depositar vossa confiança na feitiçaria, tende fé no Deus vivo. Maldito é o caminho que conduz a En-Dor ou a Ecrom. Tropeçarão e cairão os pés que se aventurarem neste terreno proibido. Há um Deus em Israel, com quem está o livramento para todos os que se acham oprimidos. Justiça é a base do Seu trono.CSa 458.2

    Há perigo em nos afastarmos no mínimo que seja das instruções do Senhor. Ao nos afastarmos do caminho claro do dever, surgirá uma série de circunstâncias que parecem levar-nos irresistivelmente cada vez mais longe do direito. A desnecessária familiaridade com aqueles que não têm nenhum respeito para com Deus, seduz-nos antes que disto tenhamos conhecimento. O temor de ofendermos nossos amigos do mundo, impedir-nos-á de expressar nossa gratidão a Deus ou reconhecer nossa dependência dEle.CSa 458.3

    Devemos manter-nos cingidos à Palavra de Deus. Precisamos de suas admoestações e incentivos, de suas advertências e promessas. Necessitamos do exemplo perfeito encontrado unicamente na vida e caráter de nosso Salvador. Os anjos de Deus guardarão o Seu povo enquanto este trilhar o caminho do dever, mas não existe certeza alguma dessa proteção para os que deliberadamente se colocam no terreno de Satanás. Um agente do grande impostor dirá e fará qualquer coisa para alcançar o seu objetivo. Pouco importa se ele se chama espírita, “mágico” ou “hipnotizador”. Por meio de pretensões enganosas, conquista ele a confiança do incauto. Pretende ele ler a história da vida e entender todos os problemas e aflições dos que a ele recorrem. Disfarçado em anjo de luz, enquanto as trevas do inferno estão em seu coração, manifesta grande interesse pelas mulheres que lhe pedem o conselho. Diz-lhes que todas as suas dificuldades são devidas a um matrimônio infeliz. Isto pode ser verdadeiro também; tal conselho, entretanto, não melhora a sua situação. Diz-lhes que elas precisam de amor e simpatia. Fingindo ter grande interesse por seu bem-estar, lança seu encantamento sobre suas confiantes vítimas, seduzindo-as como a serpente seduz o trêmulo pássaro. Sem demora estão elas inteiramente em seu poder, e o pecado, a desgraça e a ruína são o terrível resultado.CSa 459.1

    Nossa única salvaguarda está na preservação dos antigos marcos: “À Lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva.” Isaías 8:20.CSa 459.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents