Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre Saúde

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Exercício físico

    Outra bênção preciosa é o exercício apropriado. Há muitos indolentes e inativos que são avessos a trabalho físico ou exercício, porque este os fatiga. Que mal há em que se fatiguem? A razão de se cansarem é que não revigoram seus músculos pelo exercício, e por isso se ressentem ao mínimo esforço. Mulheres e moças inválidas sentem-se mais satisfeitas por ocuparem-se com trabalhos leves, como fazer crochê, bordar ou fazer renda, do que empenhar-se em atividade física. Se os inválidos desejam recobrar a saúde, não devem eles deixar de fazer exercício físico; pois do contrário aumentarão a fraqueza muscular e a debilidade geral. Atai um braço e deixai-o permanecer sem uso, mesmo que seja por umas poucas semanas; libertai-o depois de seu cativeiro, e notareis que ele está mais enfraquecido do que o que estivestes usando moderadamente durante o mesmo espaço de tempo. A inatividade produz o mesmo efeito sobre o sistema muscular todo. O sangue não é tão capaz de expelir as impurezas como seria se a circulação ativa fosse produzida pelo exercício.CSa 52.1

    Quando a temperatura permitir, todos os que puderem assim fazer devem andar ao ar livre cada dia, tanto no verão como no inverno. Mas a roupa deve ser apropriada para o exercício, e os pés devem estar bem protegidos. Uma caminhada, ainda que seja no inverno, será mais benéfica à saúde do que todos os remédios que os médicos possam prescrever. Para os que podem fazê-lo, o andar a pé é preferível a andar de condução. Os músculos e veias tornam-se mais capacitados a desempenhar seu trabalho. Haverá aumento de vitalidade, tão necessária à saúde. Os pulmões realizarão a atividade indispensável; pois é impossível sair ao ar revigorante de uma manhã de inverno sem encher os pulmões.*Testimonies for the Church 2:528-533 (1870).CSa 52.2

    As riquezas e a ociosidade são tidas por alguns como bênçãos de fato. Mas, quando alguma pessoa adquiriu fortuna, ou a herdou inesperadamente, seus ativos hábitos foram interrompidos, seu tempo é mal empregado, ela vive ociosamente e sua utilidade parece chegar a um fim; torna-se inquieta, ansiosa e infeliz, e sua vida logo se encerra. Aqueles que estão sempre ocupados e vão alegremente ao desempenho de suas tarefas diárias, são os mais felizes e vigorosos. O repouso e a tranqüilidade da noite traz ao seu corpo cansado repouso ininterrupto. ...CSa 53.1

    O exercício auxiliará o trabalho da digestão. Andar ao ar livre após a refeição, conservando a cabeça erguida, pondo os ombros para trás, e fazer exercícios moderados, será um grande benefício. A mente se desprenderá de si mesma para as belezas da Natureza. Quanto menos a atenção é atraída para o estômago após a refeição, tanto melhor. Se estiverdes em constante temor de que o vosso alimento vos prejudique, certamente o fará. Esquecei-vos de vós mesmos, e pensai em alguma coisa alegre.CSa 53.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents