Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre Saúde

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Por que dirigir sanatórios?

    Em cartas recebidas de nossos irmãos, fazem-se perguntas: Por que se emprega tanto esforço na construção de sanatórios? Por que não oramos pela saúde dos enfermos, em lugar de termos sanatórios?CSa 469.1

    Estas perguntas encerram mais do que parecem à primeira vista. No começo da história de nossa obra, muitos eram curados pela oração. E, após terem sido curados, alguns seguiam a mesma conduta que haviam adotado no passado quanto à condescendência com o apetite. Não viviam e trabalhavam de maneira que evitassem a doença. Não demonstravam ter apreciado a bondade do Senhor para com eles. Vez após vez eram eles levados a sofrer por sua própria conduta descuidada e irrefletida. Como podia o Senhor ser glorificado ao conferir-lhes o dom da saúde?CSa 469.2

    Ao vir a instrução para que começássemos a obra do sanatório, foram dadas claramente as razões. Havia muitos que precisavam ser instruídos com respeito ao viver saudável. Em se desenvolvendo a obra, fomos instruídos no sentido de que se deviam providenciar lugares apropriados, para os quais devíamos trazer os enfermos e sofredores que nada conheciam de nosso povo e sabiam muito pouco da Bíblia, e lhes ensinássemos aí como reaverem a saúde pelos métodos racionais de tratamento sem contar com o recurso do uso de drogas venenosas, e ao mesmo tempo cercá-las de influências espirituais enaltecedoras. Como parte do tratamento, deviam-se fazer preleções sobre hábitos corretos no comer, no beber e no vestir. Deviam-se dar instruções concernentes à seleção e preparo dos alimentos, mostrando que a alimentação pode ser preparada de maneira a tornar-se saudável e nutritiva, e ao mesmo tempo apetitosa e agradável.*Special Testimonies, Série B, 13:9, 10 (1905).CSa 469.3

    Em todas as nossas instituições médicas, devem os pacientes ser sistemática e cuidadosamente instruídos sobre como evitar as doenças por meio de uma sábia maneira de agir. Por meio de preleções e da prática coerente dos princípios do viver sadio por parte de médicos e enfermeiras consagrados, o entendimento obscurecido de muitos será aberto, e as verdades das quais jamais tiveram idéia antes serão gravadas na mente. Muitos enfermos serão levados a manter o corpo na melhor condição de saúde possível, pois ele é a possessão adquirida do Senhor. ...CSa 470.1

    Após mostrarmos às pessoas que possuímos princípios elevados com respeito à reforma da saúde, devemos então dedicar-nos à questão da temperança em todos os seus aspectos, e promovê-la a fundo.CSa 470.2

    É para salvar a alma, bem como para curar o corpo, dos homens e mulheres, que os nossos sanatórios são estabelecidos a muito custo. Deseja Deus que por meio desses instrumentos de Sua própria planificação, ricos e pobres, elevados e humildes, encontrem o pão do Céu e a água da vida. Deseja Ele que estes sejam instruídos nos hábitos corretos de viver, tanto físicos como espirituais. A salvação de muitas almas está em jogo. Na providência de Deus, deve-se dar a muitos doentes a oportunidade de se separarem por algum tempo das associações e ambientes prejudiciais, e de se colocarem em instituições nas quais possam receber tratamentos restauradores da saúde e instrução sábia de enfermeiras e médicos cristãos. O estabelecimento de sanatórios é uma medida providencial, por meio da qual pessoas de todas as igrejas devem ser alcançadas e informadas da verdade para este tempo.CSa 470.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents