Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre Saúde

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    O uso de literatura

    Aos que vêm ter a nossos restaurantes deve ser suprida leitura. Deve-se-lhes chamar a atenção para nossa literatura sobre temperança e reforma dietética, e devem-lhes ser dados também folhetos que tratem das lições de Cristo. O encargo de suprir semelhante leitura deve ser partilhado por todo o nosso povo. A todos os que vêm deve ser dada alguma coisa para ler. Pode ser que muitos deixem intato o folheto, mas alguns dentre aqueles em cujas mãos o colocais podem estar em procura da luz. Estes lerão e estudarão o que lhes dais, e depois o passarão a outros.CSa 482.1

    Devem os obreiros de nossos restaurantes viver em tão íntima ligação com Deus que reconheçam os impulsos de Seu Espírito para falarem pessoalmente a respeito das coisas espirituais a esta ou àquela pessoa que vem ao restaurante. Quando o eu for crucificado e Cristo formado no íntimo, a esperança da glória, revelaremos por pensamento, palavras e atos a realidade de nossa crença na verdade. O Senhor será conosco, e o Espírito Santo operará por nosso intermédio para alcançarmos os que se encontram longe de Cristo.CSa 482.2

    Fez-me o Senhor saber que esta é a obra que deve ser feita por aqueles que dirigem nossos restaurantes. Não deve a pressão e o atropelo dos negócios levar à negligência do trabalho de salvar almas. É bom satisfazer as necessidades físicas de nossos semelhantes; se, porém, não são encontradas maneiras de se permitir que a luz do evangelho brilhe para os que acorrem diariamente às suas refeições, como pode Deus ser glorificado por nossa obra?CSa 482.3

    Ao ser iniciada a obra de restaurantes, esperava-se que ela se tornasse o meio de alcançar a muitos com a mensagem da verdade presente. Realizou ela isto? Aos obreiros de nossos restaurantes foi feita a pergunta por Aquele que possui autoridade: “A quantos tendes falado com respeito à Sua salvação? Quantos têm ouvido dos vossos lábios apelos veementes para que aceitem a Cristo como Salvador pessoal? Quantos têm sido levados por vossas palavras a se voltarem do pecado para o serviço do Deus vivo?”CSa 482.4

    Ao serem as pessoas, em nossos restaurantes, supridas do alimento temporal, não devem os obreiros esquecer-se de que eles próprios, e aqueles a quem servem, necessitam ser constantemente alimentados com o pão do Céu. Devem eles estar constantemente à espera de oportunidades para falarem da verdade aos que não a conhecem.CSa 483.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents