Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre Saúde

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    A saúde da enfermeira deve ser considerada

    É dever das atendentes e enfermeiras dispensarem cuidado especial à sua própria saúde, de modo especial em casos graves de febre e debilidade. Não deve a mesma pessoa ser rigorosamente confinada ao quarto dos enfermos. É mais seguro ter duas ou três em quem confiar-se, que sejam enfermeiras cuidadosas e entendidas, revezando-se estas e participando do cuidado e confinamento dos pacientes. Cada uma deve fazer exercício físico ao ar livre tanto quanto lhes seja possível. Isto é importante para as atendentes de pessoas enfermas, especialmente se os amigos do doente se acham entre a classe que continua a considerar como inimigo o ar, quando admitido no quarto dos pacientes, e não permitem que as vidraças sejam levantadas ou as portas abertas. Em tais casos o doente e as atendentes são obrigados a respirar o ar venenoso de dia para dia, em virtude da indesculpável ignorância dos amigos do doente.CSa 56.1

    Em não poucos casos as atendentes são ignorantes das necessidades do organismo, e da relação que o respirar ar puro mantém para com a saúde, e da influência destruidora sobre a vida, da inalação do ar impuro, do quarto de um paciente. Em casos tais a vida do doente é posta em perigo, e as próprias atendentes estão sujeitas a contrair a enfermidade, perderem a saúde, e talvez a vida. ...CSa 56.2

    O quarto dos doentes deve ter, se possível, uma corrente de ar a passar-lhe pelo interior, dia e noite. A corrente não deve vir diretamente sobre o enfermo. Enquanto as febres ardentes estão em ação, há bem pouco perigo de apanhar resfriado. Mas é necessário cuidado especial quando a crise vem e a febre passa. Nesse caso talvez seja necessário constante vigilância, a fim de manter a vitalidade do organismo. Deve-se proporcionar ao doente ar puro revigorante. Se nenhum outro meio puder ser providenciado, na medida do possível deve o doente ser removido para outro quarto e outra cama, enquanto o seu quarto, sua cama e objetos com ela relacionados estão sendo purificados pela ventilação. Se aqueles que estão com saúde necessitam dos benefícios da luz e do ar, e precisam observar hábitos higiênicos, a fim de continuarem sãos, maior ainda é a necessidade do doente, em relação à sua condição debilitada.CSa 56.3

    Algumas casas são dispendiosamente aparelhadas, mais para satisfazer o orgulho e receber visitas do que para conforto e conveniência da saúde da família. Os melhores quartos são mantidos no escuro. A luz e o ar são impedidos de entrar, para que aquela não prejudique os custosos móveis, os tapetes não se desbotem ou se estrague a pintura dos quadros. Ao estarem assentados nesses compartimentos, os visitantes acham-se em perigo de resfriar-se por causa da sombria atmosfera que os cerca. Salas e quartos de dormir são conservados fechados igualmente por razões idênticas. E quem quer que ocupe essas camas, que não foram expostas livremente à luz e ao ar, o faz com prejuízo da saúde, e muitas vezes da própria vida.CSa 57.1

    Os quartos que não são expostos à luz e ao ar, tornam-se abafados. As camas e seus objetos acumulam umidade e a atmosfera desses quartos torna-se venenosa por não ter sido renovada pela luz e o ar. ...CSa 57.2

    De modo especial os dormitórios devem ser bem ventilados, e sua atmosfera tornada saudável pela luz e o ar. As persianas devem ser mantidas suspensas por várias horas todos os dias, e as cortinas afastadas, e os quartos completamente arejados. Coisa alguma deve permanecer, mesmo que seja por pouco tempo, que impeça a purificação da atmosfera. ...CSa 57.3

    Os dormitórios devem ser amplos, e dispostos de forma a permitir a circulação do ar pelo seu interior dia e noite. Aqueles que têm omitido o ar dos seus quartos de dormir devem começar a modificar o seu procedimento imediatamente. Devem permitir a entrada do ar por etapa e aumentar a sua circulação o quanto possam suportá-lo, tanto no inverno como no verão, sem nenhum perigo de se resfriarem. A fim de que possam manter-se sadios, devem os pulmões ter ar puro.CSa 57.4

    Aqueles que não tiveram ar puro a circular-lhes pelo quarto à noite, em geral despertam sentindo-se cansados e febris e desconhecem a causa. Foi o ar, ar vital, que todo o organismo reclamou, mas que não obteve. Ao despertarem pela manhã, a maioria das pessoas seriam beneficiadas friccionando-se com uma esponja ou, se preferirem, com a mão, usando apenas uma bacia com água. Isso removerá as impurezas da pele. Depois as roupas de cama devem ser removidas peça por peça, e expostas ao ar. As janelas devem ser abertas, presas as cortinas, e deve-se permitir ao ar circular livremente por várias horas, senão o dia todo, pelos dormitórios. Dessa forma a cama e as roupas serão completamente arejadas, e as impurezas serão removidas do quarto.CSa 58.1

    Árvores sombrias e arbustos muito perto e densos em volta da casa são prejudiciais à saúde; pois impedem a livre circulação do ar e interceptam os raios solares. Em conseqüência, a umidade se acumula na casa. Especialmente na estação chuvosa, os dormitórios tornam-se úmidos, e aqueles que os ocupam são perturbados com reumatismo, nevralgia e enfermidades do pulmão, as quais em geral findam em tuberculose. As numerosas árvores frondosas deixam cair grande quantidade de folhas, as quais, se não forem removidas imediatamente, decompõem-se e envenenam a atmosfera. Um belo jardim com árvores e arbustos, a uma distância apropriada da casa, traz uma feliz e agradável influência sobre a família; e, se bem cuidado, não trará nenhum prejuízo à saúde. As moradias devem, na medida do possível, ser construídas em terreno elevado e seco. Se uma casa é construída onde as águas se lhe param ao redor, permanecendo por algum tempo e, em seguida, escoando-se até terminar, desprendem-se emanações venenosas, e o resultado será febre, malária, garganta inflamada, enfermidades pulmonares e outras doenças.CSa 58.2

    Muitos têm esperado que Deus os guarde das doenças simplesmente por Lhe haverem pedido que assim o fizesse. Deus, porém, lhes não considera as orações, pois sua fé não fora aperfeiçoada pelas obras. Deus não operará um milagre para proteger das enfermidades aqueles que não têm cuidado de si mesmos, mas estão continuamente a violar as leis da saúde e nenhum esforço fazem para proteger-se da doença. Quando fazemos tudo o que podemos de nossa parte para ter saúde, então podemos esperar que os resultados benéficos se sigam, e podemos pedir a Deus que abençoe os nossos esforços para a preservação da saúde. Ele então responderá à nossa prece, caso o Seu nome possa, por esse meio, ser glorificado. Mas fazei com que todos entendam que têm uma obra fazer. Deus não operará de maneira miraculosa para preservar a saúde de pessoas que, por sua falta de atenção para com as leis da saúde, estão seguindo um caminho seguro para se tornarem doentes.CSa 59.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents