Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 2

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    O perigo de revelar problemas familiares

    No dia 25 de Outubro de 1868, seu caso me foi novamente apresentado. Vi que maus pensamentos e desejos ilícitos o tem conduzido a ações impróprias e à violação dos mandamentos de Deus. Você tem desonrado a si mesmo, sua esposa e a causa de Deus. O irmão poderia ter exercido uma influência benéfica para a causa de Deus. Mas a adoção de um caminho errado naquilo que pensava ser de pouca conseqüência, conduziu a grandes males.T2 300.1

    Irmão R, você está agora em perigo de sofrer total naufrágio na fé. Você pecou grandemente. Mas seu pecado em procurar encobrir e cegar os olhos daqueles que têm suspeitado dos seus erros tem sido dez vezes maior. Todos eles deixaram de agir com prudência e amor, como o Senhor desejava, para resgatá-lo. Mas quando você tentou exibir um ar de inocência ferida, pensou que Deus não pode ver sua conduta errônea? Pensou você que Aquele que fez o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, não pode discernir os propósitos e intentos do coração? Imaginou que se confessasse o pecado perderia a honra, a vida, por assim dizer, e que seus irmãos não mais teriam confiança em você. Não percebeu o problema em sua devida luz. É uma vergonha pecar, mas sempre uma honra confessar o pecado.T2 300.2

    Os anjos de Deus têm mantido um registro fiel de cada ato, por mais secreto que você achou que fosse. Deus discerne os propósitos do homem em todas as suas ações. Cada ser humano será recompensado de acordo com suas obras, quer boas quer más. “Pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.” Gálatas 6:7. Não haverá fracasso na colheita. Ela é certa e abundante. Você tentou enganar os irmãos a respeito de sua conduta. Como pôde fazer isso, quando sabia que era culpado à vista de Deus? Se valorizar a sua salvação, faça uma obra cabal para a eternidade.T2 300.3

    Deverá deixar após si pegadas claras através de completa confissão. Necessita de total conversão — a transformação do eu “pela renovação da... mente”. Romanos 12:2. Sua auto-estima precisa ser subjugada. Deve aprender a considerar os outros superiores a si mesmo. Sua exaltada opinião sobre as próprias qualificações deve ser posta de lado, e você precisa possuir “um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus”. 1 Pedro 3:4.T2 301.1

    Possui um espírito que o apartou do caminho da retidão e agora está perturbado. Dúvidas, temores e desespero o oprimem. Há apenas uma saída, e essa é através da confissão. Sua única esperança está em cair sobre a Rocha e ser despedaçado; se não o fizer, Ela certamente cairá sobre o irmão e o reduzirá a pó. Você pode agora corrigir seus erros e redimir o passado. Através de uma vida de bondade e verdadeira humildade você pode ainda andar aceitavelmente diante de Deus em sua família. Possa o Senhor ajudá-lo, em vista do juízo, a trabalhar pela própria vida. Prezado irmão, sinto profundo interesse por você. Você tem andado na escuridão por algum tempo. Não chegou ao presente estado de uma só vez. Tem abandonado gradualmente a luz. Primeiro exaltou-se, e depois, à medida que se sentia suficiente em sua própria força, o Senhor lhe retirou a força divina.T2 301.2

    Você tem estado interessado em música. Isto propiciou oportunidades para que mulheres imprudentes e insensatas lhe confidenciassem seus problemas. Assim seu orgulho foi satisfeito, mas se tornou uma armadilha para você. Foram abertas as portas para as sugestões de Satanás. Você não deveria ter agido assim. Não tinha o direito de ouvir o que lhe foi contado. Essas informações lhe corromperam a mente, aumentando sua auto-estima e produzindo-lhe maus pensamentos. Permitiu-se ser um confessor de algumas mulheres sentimentais que desejavam simpatia e apoio. Se elas possuíssem são juízo e confiassem em si mesmas, tendo um alvo na vida e prazer em fazer o bem aos semelhantes, não chegariam à condição de precisar buscar a simpatia de alguém.T2 301.3

    Você não tem idéia dos enganos do coração. Não conhece os ardis de Satanás. Algumas mulheres que têm atraído sua simpatia possuem imaginação doentia, amor cego e são sentimentais, sempre ansiosas por criar sensações e produzir grande agitação. Algumas estão insatisfeitas com sua vida conjugal, pois não vêem romance suficiente nela. A leitura de novelas perverteu-lhes o bom senso. Vivem num mundo imaginário. Sua imaginação cria-lhes um marido, tal como encontrado apenas em romances novelísticos. Elas falam de um amor não correspondido. Nunca estão contentes ou felizes, porque sua fantasia lhes pinta uma vida irreal. Quando enfrentarem a realidade, virem a simplicidade da vida real e assumirem as responsabilidades da vida em sua família, como é a sorte de toda mulher, então encontrarão contentamento e felicidade.T2 302.1

    Você tem condescendido com pensamentos que não são corretos, os quais têm produzido seus frutos. “Da abundância do seu coração fala a boca.” Lucas 6:45. Suas palavras nem sempre são inocentes, puras e elevadas. “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe.” Efésios 4:29. O engano tem sido com muita freqüência encontrado em sua boca — expressões baixas que procedem de um coração que abriga pensamentos corrompidos e maus desejos.T2 302.2

    Já por algum tempo seus pés têm se desviado do caminho da retidão e pureza. Você sabe que sua conduta desagrada a Deus, que está transgredindo Sua santa lei; e sabe que essas coisas não podem ser ocultadas. Deus não permitirá que Seu povo seja enganado acerca de seu caso. O grande pecado do irmão tem atraído a compaixão daqueles que não discernem seu comportamento tortuoso, e assim fazendo dividem a opinião do povo que professa a verdade. Temos pena de você. Meu coração dói por você. Nada vejo diante de você a não ser perdição, nada além de naufrágio da fé.T2 302.3

    Encobrirá você os seus pecados e enfrentará com bravura o problema? Deus diz que você “nunca prosperará; mas o que as [transgressões] confessa e deixa alcançará misericórdia.” Provérbios 28:13. Você vai escolher a morte? Fechará as portas do reino de Deus a si mesmo porque não reconhece seu ímpio orgulho? Sua única esperança está em confessar a apostasia. Deus permitiu que a luz brilhasse em seus caminhos. Escolherá você esse caminho corrupto? Desprezará a verdade porque ela não apóia sua conduta iníqua? Oh, insto com você que rasgue o “coração e não as... vestes”. Joel 2:13. Faça uma obra completa para a eternidade. Deus lhe será misericordioso. Ele atuará em seu favor, pois não desprezará “um coração quebrantado e contrito”. Salmos 51:17. Você retornará? Viverá? Sua vida é valiosa, preciosa. Desejamos ajudá-lo.T2 303.1

    Vi que você não era feliz, não tinha paz. Sente-se angustiado e ainda se recusa a seguir o único caminho que lhe trará alívio e esperança. Aquele que confessa seus pecados e os “deixa alcançará misericórdia”. Provérbios 28:13. Sua condição é lastimável e está prejudicando muito a causa de Deus. Sua influência destruirá, além de você, a outros.T2 303.2

    Quanto ao futuro nada mais pode ser esperado para você e sua pobre família, caso se recuse a retornar a Deus e confessar sua apostasia para que Ele possa curá-lo. No rastro do pecado virá a miséria. A mão de Deus será contra você e Ele permitirá que seja controlado por Satanás, para ser levado cativo por ele conforme sua vontade. O irmão não imagina aonde pode chegar. Você será como um homem sem âncora no mar. A verdade de Deus é essa âncora, da qual você está se desprendendo. Seus interesses eternos estão sendo sacrificados pela “concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida”. 1 João 2:16. Você está a ponto de romper os laços que o salvariam de total destruição. Ao tentar salvar a vida encobrindo seus erros, você a está perdendo. Se agora humilhar-se perante Deus, confessar seus erros e voltar-se para Ele de todo o coração, poderá ainda tornar feliz sua família. Se não fizer isso e preferir os próprios caminhos, sua felicidade estará no fim.T2 303.3

    Você tem uma grande obra a fazer. Tem sido muito negligente em sua conduta. Suas palavras não têm sido elevadas, inocentes e puras. Tem se separado das coisas divinas e condescendido com baixas paixões. As nobres faculdades intelectuais e mentais têm estado sujeitas às paixões sensuais. Você não tem seguido uma conduta correta durante algum tempo. Não se tem abstido de toda aparência do mal. Não lhe é seguro seguir nesse rumo por mais tempo.T2 304.1

    Você não tem amado a esposa como deve. Ela é uma boa mulher e tem visto, em pequena medida, o perigo que o ameaça. Mas você fechou os ouvidos às advertências dela. Acha que ela é ciumenta, mas essa não é sua natureza. Ela o ama e será paciente, perdoará e continuará amando você, apesar do grande dano que lhe causou, se tão-somente o irmão se voltar para a luz e limpar o passado. Você precisa de uma conversão completa. A menos que faça isso, todos os esforços feitos no passado para obedecer à verdade não terão efeito, nem cobrirão seus erros. Jesus requer de você uma reforma completa, então Ele o ajudará, abençoará e amará, e purificar-lhe-á os pecados com Seu precioso sangue. Você pode redimir o passado, pode corrigir seus caminhos e ainda ser uma honra à causa de Deus. Pode fazer o bem quando se apoderar da força divina e em Seu nome trabalhar, pela própria salvação e pelo bem dos semelhantes.T2 304.2

    Sua família pode ser feliz. Sua esposa necessita de sua ajuda. Ela é como o ramo de uma videira; deseja apoiar-se em sua força. Você pode ajudá-la e orientá-la. Não deve jamais censurá-la. Nunca a reprove se seus esforços não atingirem o que você espera. Pelo contrário, encoraje-a mediante palavras de ternura e amor. Você pode ajudar sua esposa a preservar sua dignidade e respeito próprio. Nunca elogie as ações de outras pessoas diante dela para que note suas deficiências. Você tem sido rude e insensível a esse respeito. Tem mostrado maior cortesia por seus empregados do que por ela, colocando-os acima dela em seu lar.T2 305.1

    Deus ama sua esposa. Ela tem sofrido, mas o Senhor tem conhecimento de tudo, observa tudo e não relevará sua culpa pelas mágoas que você lhe tem causado. Não é riqueza nem inteligência que produz felicidade. É dignidade moral. A genuína bondade é considerada nos Céus como verdadeira grandeza. A condição dos pendores morais determina o valor do homem. Pode a pessoa possuir propriedades e inteligência, e não obstante ser sem valor nenhum, porque o abrasador fogo da bondade não lhe ardeu no altar do coração, porque sua consciência ficou cauterizada, enegrecida e enrugada pelo egoísmo e pecado. Quando a concupiscência da carne controla o ser humano e é permitido que as más paixões da natureza carnal governem, o ceticismo com respeito as realidades da religião cristã é estimulado e são externadas dúvidas como se isso fosse virtude especial.T2 305.2

    A vida de Salomão poderia ter sido notável até o fim, se tivesse sido preservada a virtude. Ele, porém, renunciou a esta graça especial pelas paixões licenciosas. Em sua juventude se voltou para Deus em busca de guia, e nEle confiou, e Deus atentou para ele e lhe deu sabedoria que assombrou o mundo. Seu poder e sabedoria foram exaltados por toda a Terra. Seu pecado, porém, foi o amor às mulheres. Esta paixão não a dominou em sua virilidade, e ela se lhe demonstrou uma armadilha. Suas mulheres o levaram à idolatria, e ao começar ele a descer o aclive da vida, a sabedoria que Deus lhe havia dado foi retirada; perdeu a firmeza de caráter e se tornou mais parecido com um jovem leviano, vagando entre o certo e o errado. Transigindo em seus princípios, colocou-se na corrente do mal, e dessa maneira se separou de Deus, base e fonte de sua força. Ele se desviou do princípio. A sabedoria havia sido para ele mais preciosa do que o ouro de Ofir. Mas, ai! as paixões licenciosas conquistaram a vitória. Ele foi iludido e arruinado pelas mulheres. Que lição em favor da vigilância! Que testemunho com respeito à necessidade do poder de Deus justamente para o fim da vida!T2 305.3

    Na luta com a corrupção interior e as tentações do exterior, mesmo o sábio e poderoso Salomão foi vencido. Não é seguro permitir o mínimo desvio da mais estrita integridade. “Abstende-vos de toda a aparência do mal.” 1 Tessalonicenses 5:22. Se uma mulher relata a outro homem suas dificuldades de família, ou se queixa do esposo, ela transgride seus votos matrimoniais; desonra seu esposo, e derruba o muro erguido para preservar a santidade da ligação matrimonial; abre completamente a porta e convida Satanás para entrar com suas tentações perigosas. Isto é exatamente o que Satanás deseja. Se uma mulher vai ter com um irmão cristão para lhe narrar suas mágoas, decepções e provas, dever-lhe-ia ele aconselhar — se é que ela precisa confiar a alguém suas dificuldades — a escolher irmãs como confidentes suas, e então não haverá aparência do mal, por cujo meio a causa de Deus possa sofrer descrédito.T2 306.1

    Lembre-se de Salomão. Nas muitas nações nenhum rei houve semelhante a ele, amado pelo seu Deus. Ele, porém, caiu. Afastou-se de Deus e se tornou corrupto, por meio da condescendência com as paixões licenciosas. Este é o pecado predominante desta época, e seu progresso é terrível. Os professos guardadores do sábado não são puros. Há os que professam crer na verdade e são corruptos de coração. Deus os provará, e sua loucura e pecado se tornarão manifestos. Ninguém, a não ser os puros e humildes, pode habitar em Sua presença. “Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no Seu lugar santo? Aquele que é limpo de mãos e puro de coração; que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente.” Salmos 24:3, 4. “Senhor, quem habitará no Teu tabernáculo? quem morará no Teu santo monte? Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala verazmente, segundo o seu coração; aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhuma afronta contra o seu próximo; aquele a cujos olhos o réprobo é desprezado, mas honra os que temem ao Senhor; aquele que, mesmo que jure com dano seu, não muda; aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.” Salmos 15.T2 306.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents