Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 2

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 58 — Suscitando oposição

    Querida irmã T:

    Foi-me mostrado que há uma falta em sua vida religiosa. Você possui um espírito combativo. Conquanto seja seu privilégio pensar e agir por si mesma, tem ido muito longe no assunto. Tem tido mais independência do que humildade e seguido uma conduta que provoca mais irritação do que paz. Ser-lhe-ia necessário possuir firmeza para permanecer em defesa da verdade, todavia, freqüentemente erra por não ter “um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus”. 1 Pedro 3:4. Tem enfrentado oposição em sua família e evidente antipatia contra a verdade, e tem falhado em encarar da melhor maneira essas provações. Você fala demasiado e é excessivamente positiva. Mistura muito pouco amor e ternura em seus esforços pela família, especialmente por seu marido. Você está em perigo de levar as questões ao extremo, exagerando e ferindo em lugar de curar. Onde quer que possa renunciar seu julgamento sem sacrificar os princípios da verdade, é melhor para você assim fazer, mesmo que pense estar certa. Você tem a responsabilidade, uma identidade, que não pode ser mesclada com a de seu marido. Todavia, há um vínculo que os une, e em muitas coisas se você fosse mais dócil, seria muito melhor para seu marido, filhos e você mesma. Você é muito exigente. Não busca cativar aqueles que divergem de você. É rápida em discernir quando tem vantagem, e a aproveita ao máximo. Caso possuísse mais tolerância, combinada com terno amor, e por amor a Cristo relevasse muitas coisas que criam sentimentos desagradáveis, a influência seria muito superior e salvífica. Você precisa exercitar amor, terna misericórdia e afeição.T2 436.1

    Reconhece a verdade e pensa como este ou aquele deve praticá-la. E se falham em atingir o padrão que você estabeleceu, afasta-se deles. Não mantém companheirismo com eles e o amor morre em seu coração, quando em realidade, estão tão próximos do que é correto quanto você. Cria inimigos quando poderia fazer amigos. É, por temperamento, enérgica e positiva, e quando vê pontos da verdade, leva o assunto a extremos. Assim repele as pessoas, em lugar de conquistá-las e ligá-las ao coração. Demora-se sobre os objetáveis traços de caráter daqueles com quem se associa, e detém-se sobre suas incoerências e erros, passando por alto suas boas características. Minha atenção foi chamada para este texto bíblico: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4:8. Sobre isso, querida irmã, você pode meditar e especular com proveito. Demore-se sobre as boas qualidades daqueles com que se associa e observe o menos possível seus erros e falhas. Você possui em grande escala um espírito combativo e lança as coisas em confusão e contendas. Você precisa fazer mudanças na vida e no caráter, se quiser ser contada com aqueles que ouvem as palavras: “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.” Mateus 5:9. Que nada senão palavras bondosas e amorosas saiam de seus lábios acerca dos membros de sua família ou da igreja.T2 437.1

    Você precisa abrir o coração ao amor, àquele amor que habita no coração de Cristo. Se o Salvador lidasse com você da mesma maneira como você trata aqueles dos quais discorda, a irmã certamente estaria numa condição angustiante. Seu caso seria quase sem esperança. Mas agradeço ao Senhor porque temos um misericordioso Sumo Sacerdote, que pode comover-Se com nossas enfermidades. Você tem sido testada pelos outros e adotado uma linha de conduta para com eles que o Céu não aprova. Precisa permitir que a suavizante influência da graça divina lhe penetre o coração; busque mansidão e justiça.T2 438.1

    Você zela pela verdade. Ama-a e deseja investir algo nela. Tudo isso está certo, mas seja cuidadosa para que os preceitos que apresenta aos outros sejam apoiados pelo exemplo. Você deve buscar a paz. Pode fazer isso e não sacrificar um só princípio da verdade. Durante toda a vida lutou agressivamente e agora precisa abrandar sua influência, para suavizar e apaziguar em vez de suscitar oposição. Possui elevada autoconfiança e auto-estima, e exalta a si mesma. Agora precisa exaltar a Jesus, a quem a paz O seguia em toda a parte, e imitar Sua vida imaculada.T2 438.2

    Você, minha irmã, será um tropeço para o povo de Deus, a menos que esteja disposta a aprender, a ser aconselhada. Você não deve continuar achando que sabe tudo. Tem muito a aprender antes que possa ser perfeita diante de Deus. A melhor e mais atraente lição a ser aprendida é a da humildade. “Aprendei de Mim”, disse o humilde Nazareno, “que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma.” Mateus 11:29. Precisa ainda aprender e praticar essa lição de mansidão, tolerância, paciência e amor. Você pode ser uma bênção. Pode ajudar os que necessitam, mas precisa abandonar a régua de medir, pois ela não é para seu uso. Aquele que não erra no julgamento, que compreende a fraqueza de nossa natureza decaída e corrupta, tem Seu padrão. Ele pesa nas balanças do santuário e todos nós aceitaremos Sua justa avaliação.T2 438.3

    Você erra na atitude para com seu marido. Necessita cultivar mais gentileza e respeito para com ele. Você é exigente. Leva as coisas ao extremo e produz dano ao próprio coração e à verdade. Torna a verdade repulsiva e provoca temor no coração das pessoas. Permita que o amor lhe suavize as palavras e dê tonalidade às ações, e verificará uma mudança naqueles com quem se relaciona. Haverá paz, união e harmonia, em lugar de ciúmes, discórdia e luta. Que o amor e a ternura sejam exercitados, especialmente em sua família, e receberá uma bênção.T2 439.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents