Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos Aos Pais, Professores E Estudantes

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    64 — A Palavra e as Obras de Deus

    Deus convida os professores a contemplarem os céus, e a estudar-Lhe as obras em a natureza. “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das Suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes” (Sl 19:1-3). Não nos esforçaremos nós para compreender as maravilhosas obras de Deus? Faríamos bem em ler freqüentemente o Salmo dezenove, a fim de compreendermos como o Senhor liga Sua lei com as obras de Sua criação.CP 453.1

    Podemos acaso encontrar para nossas escolas um manual cheio de tão profundas e sérias declarações como a Palavra do Deus vivo? Como, então, se poria esse Livro à margem, substituindo-o pelos escritos de autores ateus? Que livro mais valioso poderia ser posto nas mãos dos estudantes, do que aquele que lhes ensina a maneira de herdar a vida eterna? As lições da história bíblica devem ser conservadas perante a juventude em nossas escolas, para que os que não têm nenhum amor para com Deus nem interesse nas coisas espirituais se interessem nisso, e aprendam a amar a Palavra.CP 453.2

    Cristo é o centro de toda verdadeira doutrina. Toda religião genuína se encontra em Sua Palavra e na própria natureza. É nEle que se centralizam nossas esperanças de vida eterna; e o mestre que dEle aprende encontra seguro ancoradouro.CP 453.3

    Tudo quanto a mente pode apreender, acha-se aberto perante nós na Bíblia. Esta é nosso alimento espiritual. Cumpre-nos contemplar as maravilhosas obras de Deus, e repetir a nossos filhos as lições aprendidas, a fim de que os levemos a ver a perícia, o poder e a grandeza revelados em Suas obras.CP 453.4

    Que Deus é o nosso Deus! Ele governa Seu reino com diligência e cuidado; e construiu um muro - os Dez Mandamentos - em torno de Seus súditos, a fim de os preservar dos resultados da transgressão. Exigindo obediência às leis de Seu reino, Deus dá a Seu povo saúde e felicidade, paz e alegria. Ensina-lhe que a perfeição de caráter por Ele exigida só pode ser alcançada familiarizando-nos com Sua Palavra.CP 454.1

    Está escrito nos profetas: “Ó tu, aflita, arrojada com a tormenta e desconsolada! Eis que Eu assentarei as tuas pedras com argamassa colorida e te fundarei sobre safiras. Farei os teus baluartes de rubis, as tuas portas, de carbúnculos e toda a tua muralha, de pedras preciosas. Todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e será grande a paz de teus filhos. Serás estabelecida em justiça, longe da opressão, porque já não temerás, e também do espanto, porque não chegará a ti” (Is 54:11-14).CP 454.2

    “Este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: porei a Minha lei no seu interior e a escreverei no seu coração; e Eu serei o Seu Deus, e eles serão o Meu povo. E não ensinará alguém mais a seu próximo, nem alguém, a seu irmão, dizendo: Conhecei ao Senhor; porque todos Me conhecerão, desde o menor deles até ao maior, diz o Senhor; porque perdoarei a sua maldade e nunca mais me lembrarei dos seus pecados” (Jr 31:33, 34).CP 454.3

    “E irão muitas nações e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor e à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os Seus caminhos, e nós andemos pelas Suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e a Palavra do Senhor, de Jerusalém” (Mq 4:2).CP 455.1

    As Escrituras do Antigo Testamento eram o guia de Israel. ... Há lições práticas na Palavra de Deus, lições que Cristo queria que os professores e os pais apresentassem às crianças na escola e no lar. Essa Palavra ensina princípios vivos, santos, que movem os homens a fazer aos outros aquilo que desejariam que fizessem a eles - princípios que eles devem introduzir na vida diária aqui embaixo, e levar consigo para a escola do alto. Esta é a educação superior. Sabedoria alguma, de origem humana, pode atingir a essas alturas; pois alcançam a eternidade, e são imortalizadas. Bem pouco na verdade conhecemos da grandeza do amor e da compaixão de Deus.CP 455.2

    Elevem os estudantes ao máximo suas faculdades mentais, a fim de compreenderem o capítulo 45 de Isaías. Capítulos assim devem ser introduzidos em nossas escolas como valioso estudo. São melhores que romance e fábulas. Por que têm nossas escolas confiado tanto em livros que tão pouco dizem da cidade que pretendemos estar buscando, e cujo artífice e construtor é Deus? Nossos livros de estudo devem conter os mais elevados temas de pensamento. O Céu é nosso lar. É de cima a nossa cidadania, e nossa vida não se deve consagrar a um mundo prestes a ser destruído. ...CP 455.3

    Tomai a Bíblia como livro de estudo, e vede se não vos enchei do amor de Deus. Vosso coração talvez esteja deserto, fraco o intelecto; mas se, com oração, estudardes a Palavra de Deus, a luz cintilará em vossa mente. Deus trabalha com todo estudante diligente. Os professores que aprenderem com o grande Mestre, compreenderão o auxílio de Deus, como Daniel e seus companheiros, dos quais declara o relatório: “A esses quatro jovens Deus deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda visão e sonhos” (Dn 1:17). ...CP 455.4

    Poder-me-ia referir a capítulo após capítulo das Escrituras do Antigo Testamento os quais contêm grande animação. Essas Escrituras são um tesouro de preciosas pérolas, e todos delas necessitam. Quanto tempo é gasto por seres humanos inteligentes em corridas de cavalo, partidas de críquete e jogos de bola! Mas acaso a satisfação nesses esportes dá aos homens o desejo de conhecer a verdade e a justiça? Mantêm a Deus em seus pensamentos? Levá-los-á a indagar: Como vai com a minha alma?CP 456.1

    Todas as energias de Satanás são postas em operação para prender a atenção em frívolas diversões, e está conseguindo seu objetivo. Está interpondo seus artifícios entre Deus e a alma. Ele forjará divertimentos a fim de impedir os homens de pensarem a respeito de Deus. Cheio de esporte e do amor do prazer, o mundo está de contínuo sedento de alguma novidade; quão pouco tempo e pensamento no entanto, se dedicam ao Criador dos céus e da Terra!CP 456.2

    Deus convida os homens a vê-Lo nas maravilhas dos céus. “Levantai ao alto os olhos”, diz Ele, “e vede quem criou estas coisas, quem produz por conta o seu exército, quem a todas chama pelo seu nome” (Is 40:26). Deus quer que estudemos as obras do infinito, aprendendo, desse estudo, a amá-Lo e reverenciá-Lo e obedecer-Lhe. Os céus e a Terra com seus tesouros devem nos ensinar as lições do amor, do cuidado e poder de Deus.CP 456.3

    Deus chama Suas criaturas a volverem a atenção da confusão e perplexidade que as rodeia, e admirar-Lhe a mão-de-obra. Ao estudar Suas obras, anjos celestes se acharão ao nosso lado, para iluminar-nos a mente, e guardá-la dos enganos de Satanás. Ao contemplardes as coisas maravilhosas feitas pela mão de Deus, sinta vosso orgulhoso e estulto coração sua dependência e inferioridade. Quão terrível é não reconhecer a Deus a seu tempo! Quão triste alguém humilhar-se quando já é demasiado tarde!CP 457.1

    Declara o salmista: “Quando Tu disseste: Buscai o Meu rosto, o meu coração te disse a Ti: O Teu rosto, Senhor, buscarei” (Sl 27:8). Todo esse Salmo deve encontrar lugar nas lições de leitura e soletração na escola. Os Salmos vinte e oito, vinte e nove e setenta e oito, falam das ricas bênçãos concedidas por Deus a Seu povo, e da má retribuição, da parte deles, por todos os Seus benefícios. O Salmo oitenta e um explica o motivo da dispersão de Israel - eles se esqueceram de Deus, como as igrejas de nossa terra O estão esquecendo atualmente. Considerai também o Salmo oitenta e nove, noventa, noventa e um, noventa e dois e noventa e três.CP 457.2

    Estas coisas estão escritas para nossa advertência, para quem já são chegados os fins dos séculos; e não devem elas ser estudadas em nossas escolas? A Palavra de Deus contém lições instrutivas, dadas em reprovação, em advertência, em animação e em ricas promessas. Não devia tal alimento ser para a juventude como sustento a seu tempo?CP 457.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents