Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 4

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 23 — O egoísmo na igreja e na família

    Prezado irmão M:

    Foi-me mostrado em visão que você tem defeitos de caráter que precisam ser remediados. Não está correto em seus pontos de vista e sentimentos a respeito de sua esposa. Você não a aprecia. Ela não tem recebido de você as palavras de simpatia e amor que devia receber. Não diminuiria a dignidade de sua masculinidade elogiá-la pelo cuidado que tem e pelas responsabilidades que assume na família.T4 255.1

    Você é egoísta e exigente. Observa pequenas coisas e fala de pequenos erros em sua esposa e filhos. Em resumo, busca medir a consciência deles pela sua; tenta servir de consciência para eles. Sua esposa tem uma identidade própria, que nunca pode ser fundida na do marido. Ela tem uma individualidade que deve preservar; pois é responsável por si mesma perante Deus. Você não pode, irmão M, ser responsável perante Deus pelo caráter que sua esposa forma. Somente ela terá essa responsabilidade. Deus está tão disposto a impressionar a consciência de sua esposa temente a Deus como está em impressionar a sua consciência para com ela.T4 255.2

    Você espera demasiado de sua esposa e filhos. Censura demais. Se encorajasse em si mesmo um temperamento alegre e feliz e lhes falasse terna e bondosamente, levaria para seu lar luz em vez de sombras, tristezas e infelicidade. Preocupa-se demasiado com a própria opinião; toma posições extremas, e não tem permitido que sua esposa tenha no seio de sua família o peso que deveria ter. Não tem encorajado respeito por sua esposa nem educado os filhos para que respeitem o julgamento dela. Não a tem feito sua igual, antes tem tomado em suas mãos as rédeas do governo e controle, e as tem mantido firmemente. Você não possui temperamento afetuoso e compassivo. Necessita cultivar esses traços de caráter se quer ser um vencedor e se deseja as bênçãos de Deus em sua família.T4 255.3

    Você é muito firme e inflexível em sua opinião, o que torna as coisas mais difíceis para sua família. Precisa ter o coração suavizado pela graça de Deus. Precisa de amor no coração como o que caracterizou as obras de Cristo. O amor procede de Deus. É uma planta de cultivo celestial, e não pode viver e florescer no coração natural. Onde ele existe, há verdade, vida e poder. Mas não pode viver sem ação, e quando quer que seja exercitado aumenta e se amplia. Não observará pequenos erros, nem se precipitará em assinalar pequenas faltas. Prevalecerá quando argumento, qualquer montante de palavras, se prove vão e inútil. A melhor maneira de reformar o caráter e regular a conduta de sua família é através do princípio do amor. Ele é verdadeiramente uma força, e realizará aquilo que nem o dinheiro nem o poder jamais podem fazer.T4 256.1

    Meu irmão, suas palavras que são severas e impiedosas cortam e ferem. É muito fácil para você censurar e criticar, mas isto apenas produz infelicidade. Rapidamente se ressentiria das palavras que dirige aos outros, fossem elas dirigidas a você. Tem considerado como fraqueza o ser bondoso, terno e compassivo, pensando rebaixar sua dignidade falar terna, gentil e amavelmente a sua esposa. Aqui você erra no conceito do que sejam a verdadeira varonilidade e dignidade. A disposição de negligenciar a prática de atos de bondade é uma fraqueza evidente e defeito de seu caráter. Aquilo que olha como fraqueza, Deus considera verdadeira cortesia cristã, que deve ser praticada por todo cristão; pois foi esse o espírito manifestado por Cristo.T4 256.2

    Você possui disposição muito egoísta e tem a respeito de si mesmo opinião mais elevada do que deveria. Freqüentemente você assume posições extremamente singulares e fantasiosas a respeito das Escrituras, e muitas vezes se apega a estas tão zelosamente como os judeus faziam com suas tradições. Não possuindo espírito receptivo ao ensino, estará em constante perigo de causar confusão na igreja, a menos que se determine a corrigir esses erros na força do poderoso Conquistador. O que torna o seu caso mais alarmante é que você julga que conhece essas coisas melhor do que seus irmãos, e é muito difícil de ser abordado. Tem espírito farisaico de justiça própria, que diria: “Retira-te, e não te chegues a mim, porque sou mais santo do que tu.” Isaías 65:5.T4 256.3

    Você não tem enxergado a corrupção do próprio coração, e isso tornou a sua vida quase um fracasso. Suas opiniões não podem nem devem ser regra na igreja de Deus. Você precisa estar cultivando todas as graças cristãs, mas especialmente a caridade, que é bondosa e paciente, “não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” 1 Coríntios 13:4-7. “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade, suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de caridade, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.” Colossences 3:12-15.T4 257.1

    Você anota pequenos desvios do que julga ser correto, e severamente busca corrigi-los. Enquanto é assim dominante e ditatorial, rápido em observar as faltas de um irmão, não examina intimamente o próprio coração para ver os males que existem em sua vida. Revela grande fraqueza moral na condescendência de seu apetite e paixões. A escravidão do apetite pelo fumo tem tal controle sobre você que conquanto decida e reitere a resolução de vencer o hábito, não o cumpre. Este hábito errado tem pervertido os seus sentidos. Meu irmão, onde está seu domínio próprio? Onde está o poder moral para vencer? Cristo venceu o poder do apetite no deserto da tentação em seu favor, tornando possível que você vença em seu próprio favor. Agora a batalha é sua. Em nome do Vencedor você tem oportunidade de negar o apetite, e obter a vitória por si mesmo. Você exige muito dos outros; que está desejando fazer para obter vitória sobre uma condescendência repugnante, destruidora da saúde e poluidora da alma? A batalha é sua. Ninguém pode combatê-la por você. Outros podem orar em seu favor, mas a obra deve ser inteiramente por sua conta.T4 257.2

    Deus apela a você para não mais brincar com o tentador, mas purificar-se de toda a “imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus”. 2 Coríntios 7:1. Você precisa trabalhar rapidamente para remover seus defeitos de caráter. Está na oficina de Deus. Se se submeter ao processo de talhar, cortar e aplainar, as arestas rústicas podem ser removidas, os nós e superfícies desiguais suavizados e amoldados pela lâmina aplainadora de Deus, será ajustado por Sua graça à edificação celestial. Mas se se apegar ao próprio eu e não se dispuser a suportar o penoso processo de ajuste para a edificação celestial, não terá lugar naquela estrutura que será erguida sem o som de machado ou martelo. Se sua natureza não for transformada, se não for refinada e elevada pela verdade santificadora para estes últimos dias, será achado indigno de um lugar entre os anjos puros e santos.T4 258.1

    Pode apegar-se a seus hábitos contaminadores, e finalmente ser achado entre os descrentes e não santificados? Pode correr qualquer risco nessa questão? Há muito em jogo para aventurar-se a continuar o caminho da condescendência própria que tem seguido. Tem sido ousado em falar a verdade a descrentes numa forma muito explícita e objetável, o que tem exercido muito má influência sobre a mente deles. Quando há um incoerente defensor da verdade, Satanás o usa para tirar vantagem especial para desapontar aqueles que, sob a devida influência, seriam favoravelmente impressionados. Você deve suavizar suas maneiras e, quando defender a verdade, faça-o com espírito de mansidão.T4 258.2

    “Estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós.” 1 Pedro 3:15. O temor aqui mencionado não significa desconfiança ou indecisão, mas devida cautela, cuidando de cada ponto, para que nenhuma palavra insensata seja proferida, ou a excitação de sentimentos obtenha vantagens, e assim deixe impressões desfavoráveis sobre as mentes, e as leve à direção errada. Piedoso temor, humildade e mansidão são grandemente necessários a todos a fim de representar corretamente a verdade de Deus.T4 258.3

    Um de seus maiores perigos é o espírito de confiança própria e orgulho. Sua grande infelicidade e a de sua família é resultado imediato da atuação do orgulho. A utilidade de um homem que possui tal orgulho deve ser grandemente limitada, pois seu orgulho e amor-próprio o mantêm numa esfera restrita. Você não tem espírito generoso. Seus esforços não são amplos, mas acanhados. Se existir tal orgulho, ele será descoberto através de sua conversação e comportamento.T4 259.1

    Prezado irmão, a influência sobre a qual o seu caráter tem sido formado tem lhe dado um espírito altivo e dominador. Esse espírito, você manifesta em sua família, entre os seus vizinhos e todos aqueles com quem se associa. A fim de vencer esses hábitos errados, você deve vigiar em oração. Deve agora ser cuidadoso, pois tem pouco tempo para trabalhar. Não julgue ser apto em sua própria força. Somente em nome do poderoso Vencedor conseguirá obter a vitória. Em conversação com outros, demore-se sobre a misericórdia, bondade e amor de Deus em vez de demorar-se em Seu estrito juízo e justiça. Apegue-se às Suas promessas. Você nada pode fazer em sua própria força; mas na força de Jesus pode realizar todas as coisas. Se estiver em Cristo, e Cristo em você, será transformado, renovado e santificado. “Se vós estiverdes em Mim, e as Minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.” João 15:7. Certifique-se de que Cristo está em você, de que o seu coração está quebrantado, submisso e humilde. Deus aceitará somente o humilde e contrito. O Céu é digno de uma vida inteira de perseverante esforço; sim, tudo vale a pena. Deus o ajudará em seus esforços se lutar somente nEle. Há uma obra a ser feita em sua família, que Deus o ajudará a realizar se se apegar devidamente a ela. Apelo para que coloque o coração em ordem e então procure pacientemente trabalhar pela salvação de sua família, de modo que os anjos de Deus venham a seu lar e habitem com vocês.T4 259.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents