Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 4

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 64 — Responsabilidade para com Deus

    Somos responsáveis diante de Deus pelo sábio aproveitamento de toda faculdade mental e todo vigor físico. Quem pode medir a sua responsabilidade? Devemos prestar contas da influência que exercemos. Aquilo que nos parece um pequeno defeito em nosso caráter será reproduzido em outros em maior medida, e assim a influência que temos exercido para o mal será aumentada e perpetuada.T4 654.1

    Que ninguém se aventure a falar levianamente das advertências dadas por aqueles cujo dever é zelar pelo seu bem-estar moral e espiritual. As palavras podem parecer de pouca importância, produzindo somente uma impressão momentânea sobre a mente dos ouvintes. Mas isso não é tudo. Em muitos casos essas palavras encontram resposta no coração não santificado dos jovens que nunca se submeteram à advertência ou restrição. A influência de uma palavra impensada pode afetar o destino eterno de uma alma. Toda pessoa está exercendo influência sobre a vida de outros. Devemos ser uma luz para iluminar e alegrar o caminho, ou uma tempestade desoladora para destruir. Estamos conduzindo os nossos companheiros rumo ao alto, à felicidade e vida imortal, ou para baixo, para o sofrimento e ruína eterna. Nenhum homem perecerá sozinho em sua iniqüidade. Embora nossa esfera de influência possa ser limitada, a influência é exercida para o bem ou para o mal. Um homem em seu leito de morte exclamou: “Reúnam minha influência e a sepultem comigo.” Podia isso ser feito? Não, não; como a semente do espinheiro, ela havia sido levada para toda a parte e adquirido raiz, para produzir uma colheita abundante.T4 654.2

    Há poucos que deliberadamente formam maus hábitos. Pela repetição freqüente de atos errados, hábitos são inconscientemente formados, e se tornam tão firmemente estabelecidos que o mais persistente esforço é requerido para efetuar uma mudança. Nunca devíamos ser vagarosos em quebrar um hábito pecaminoso. A menos que hábitos malignos sejam dominados, eles nos dominarão e destruirão nossa felicidade. Há muitas pobres criaturas, agora miseráveis, desapontadas e degradadas, uma maldição a todos ao seu redor, que poderiam ter sido seres humanos úteis e felizes, tivessem eles se aproveitado de suas oportunidades. Muitos jovens desperdiçam as preciosas horas da vida com fantasias inúteis. Tais pessoas não têm muita força de caráter nem de princípio. Muitos se deixam levar por toda mudança de circunstância. Estão sempre procurando outros em busca de simpatia, dependendo futilmente de outros para a felicidade. Todos os que assim procedem, naufragarão suas esperanças para esta vida e para a vida futura.T4 654.3

    Os jovens que são colocados noutro convívio, podem fazer dele uma bênção ou maldição. Podem edificar, abençoar e fortalecer uns aos outros, melhorando em conduta, disposição e conhecimento; ou ao permitir se tornarem descuidosos e infiéis, poderão apenas exercer influência desmoralizadora.T4 655.1

    Jesus será o ajudador de todos os que depositam a sua confiança nEle. Aqueles que estão ligados a Cristo têm felicidade à sua disposição. Seguem o caminho onde o seu Salvador conduz, por Sua causa crucificam o eu, com as afeições e concupiscências. Essas pessoas edificaram suas esperanças em Cristo, e as tempestades da Terra são impotentes para arrebatá-las do fundamento seguro.T4 655.2

    Depende de vocês, moços e moças, se tornarem pessoas de confiança, integridade e verdadeira utilidade. Devem estar prontos e resolutos para assumirem posição pelo que é correto, sob todas as circunstâncias. Não podemos levar nossos hábitos errados conosco para o Céu e, a menos que os vençamos aqui, eles nos fecharão a habitação dos justos. Os hábitos maus, quando encontram oposição, oferecem a mais vigorosa resistência; mas se a luta é mantida com energia e perseverança, eles podem ser vencidos.T4 655.3

    A fim de formar hábitos corretos, devemos buscar a companhia de pessoas de moral íntegra e influência religiosa. Devemos constantemente ter em mente que podemos estar nos qualificando para habitar as cortes celestiais. As preciosas horas de graça nos são concedidas para que possamos remover todo defeito de caráter; e devemos buscar fazê-lo, não só para que obtenhamos a vida futura, mas para que possamos ser de utilidade aqui. Moços e moças devem considerar um bom caráter como um capital de maior valor do que ouro, prata ou ações. Não serão afetados por pânico e fracassos, e produzirão ricos dividendos quando as posses terrenas forem arrebatadas. Os jovens precisam de uma visão mais elevada e nobre do valor do caráter cristão. O pecado cega os olhos e contamina o coração. A integridade, a firmeza e a perseverança são qualidades que todos devem zelosamente cultivar; pois elas revestem seu possuidor de um poder irresistível — um poder que o torna forte para fazer o bem, forte para resistir ao mal, forte para suportar a adversidade. É aí que a verdadeira excelência de caráter resplandece com maior brilho.T4 655.4

    A fortaleza de caráter consiste em duas coisas — força de vontade e domínio de si mesmo. Muito jovem confunde paixão forte, desenfreada, com força de caráter; o fato, porém, é que aquele que é dominado pelas paixões é um homem fraco. A genuína grandeza e nobreza do homem medem-se pela força dos sentimentos que ele subjuga, não pela dos que o dominam. O homem mais forte é aquele que, embora sensível aos maus-tratos, ainda refreia a paixão e perdoa aos inimigos. Tais homens são verdadeiros heróis.T4 656.1

    Muitos têm tão imperfeita idéia quanto ao que se podem tornar, que permanecerão sempre raquíticos e mesquinhos quando, se aproveitassem as faculdades que Deus lhes concedeu, poderiam desenvolver caráter nobre e exercer influência de molde a ganhar almas para Cristo. Conhecimento é poder; a capacidade intelectual, porém, sem bondade de coração, é uma força para o mal.T4 656.2

    Deus nos deu as faculdades intelectuais e morais que possuímos; mas toda pessoa é, em grande medida, o arquiteto do próprio caráter. Dia a dia a estrutura aumenta. A Palavra de Deus adverte-nos a cuidar em como construímos, para ver que nosso edifício se ache fundado sobre a Rocha Eterna. Aproxima-se o tempo em que a obra que fazemos se revelará tal qual é. Agora é o tempo de todos cultivarem as faculdades que Deus lhes deu, a fim de formarem caráter que seja útil aqui, e tenham uma vida mais elevada no porvir.T4 656.3

    Todo ato da vida, por mais insignificante, tem sua influência na formação do caráter. Um caráter bem formado é mais precioso que as posses mundanas; e moldá-lo é a obra mais nobre em que os homens possam se empenhar.T4 657.1

    O caráter formado segundo as circunstâncias é mutável e discordante — uma massa de contradições. Seus possuidores não têm nenhum objetivo elevado ou propósito na vida. Não exercem nenhuma influência enobrecedora no caráter dos outros. São destituídos de finalidade e de poder.T4 657.2

    O pequeno prazo de vida que nos é designado aqui deve ser sabiamente aproveitado. Deus quer que Sua igreja seja viva, consagrada e ativa. Nosso povo, porém, como corporação, acha-se longe disso agora. Deus pede almas fortes, valorosas, cristãos vivos e laboriosos, que sigam o verdadeiro Modelo e exerçam decidida influência em favor de Deus e do que é correto. Qual sagrado depósito, concedeu-nos o Senhor as mais importantes e solenes verdades, e devemos mostrar a influência delas sobre nossa vida e caráter.T4 657.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents