Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 4

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 29 — A causa no Texas

    Deus me mostrou muito com respeito à obra de Satanás no Texas, e a conduta ímpia de alguns que se mudaram de Michigan para lá. Foi-me mostrado que os irmãos B não aceitaram de coração o testemunho que lhes foi dado. Eles têm mais confiança em si mesmos do que no Espírito de Profecia. Sentiram que a luz dada não era do Céu, mas que se originou de relatos que me foram feitos com respeito a eles. Isto não é correto. Contudo, permita-me perguntar, não havia fundamento para os relatos? A própria história da vida deles não condena a sua conduta?T4 330.3

    Nenhuma pessoa dessa família teve uma experiência religiosa que a qualificaria a tomar qualquer posição de liderança num ensino da verdade para outros. “Purificai-vos, vós que levais os utensílios do Senhor” (Isaías 52:11) foram as palavras proferidas pelo anjo de Deus. “Eles não são vasos escolhidos por Deus para realizar qualquer parte de Seu trabalho tão sagrado. Maculam e corroem, mas não purificam e abençoam.” Vocês têm, irmãos B, sempre mantido um baixo padrão de cristianismo. Por um tempo, onde não são plenamente conhecidos, têm tido influência. Uma vez obtido influência, tornam-se menos cuidadosos, e agem segundo as propensões naturais do coração, até que aqueles que amam a verdade percebam que vocês são um grande empecilho ao avanço da obra de Deus. Isto não é vã suspeita, mas fatos reais do caso.T4 330.4

    Se vocês sempre manifestassem bondade, respeito, amor nobre e generosidade, mesmo para com homens ímpios, poderiam prestar serviço eficiente a Cristo. Se o Espírito de Cristo habitasse em vocês, Ele seria representado em suas palavras, atos, e mesmo na expressão de seu semblante. Sua conversação expressaria mansidão, não orgulho e jactância. Não buscariam exaltar-se e glorificar-se. A humildade é uma graça cristã com a qual vocês não estão familiarizados. Têm aspirado a supremacia, e tentado fazer com que o seu poder e superioridade sejam sentidos ao controlar e dar ordens a outros. Especialmente tem sido este o caso com A B. Ele e sua esposa, pela própria influência, não podem melhorar a reputação moral e espiritual da causa de Deus. Quanto mais limitada a sua esfera em relação à causa de Deus, melhor será para ela. Suas palavras e ações em questões de negócios não são confiáveis. Este geralmente é o caso de A B e seus irmãos. O mundo e a igreja têm direito de dizer que a religião deles é vã. São mundanos e calculistas, e procuram oportunidade para conseguir um negócio favorável. São rudes e severos para com aqueles que se relacionam com eles. São invejosos, ciumentos, pretensiosos.T4 331.1

    Os que assim representam a verdade, criam uma tremenda barreira para a salvação de outros. A menos que sejam transformados, seria melhor que nunca tivessem abraçado a verdade. Sua mente é controlada mais por Satanás do que pelo Espírito de Deus. A esposa do irmão A B possui por natureza um coração bondoso, mas tem sido moldada por seu marido. Ela é uma faladora descuidada. Sua língua é freqüentemente incendiada com as chamas do inferno; é incontrolável. “Na multidão de palavras”, diz Salomão, “não falta transgressão.” Provérbios 10:19. Isso certamente é verdade em seu caso. Ela exagera, e dá falso testemunho, e está assim constantemente transgredindo o mandamento de Deus, embora professe observar os mandamentos. Ela não pretende agir mal; mas o seu coração não é santificado pela verdade.T4 331.2

    Enquanto vocês, irmãos B, têm-se precipitado no envolvimento em controvérsia com outros sobre pontos de nossa fé, sem exceção têm estado adormecidos no que se refere àquelas coisas que pertencem ao cristianismo. Não estão nem mesmo sonhando quanto à posição perigosa que ocupam. Essa apatia se estende sobre a igreja e sobre cada um que, professando a Cristo, como vocês têm feito, nega-O por suas obras. Estão levando outros ao mesmo caminho de descuido em que estão trilhando. A Palavra de Deus declara que sem santificação “ninguém verá o Senhor”. Hebreus 12:14. Jesus morreu “para nos remir de toda iniqüidade e purificar para Si um povo Seu especial, zeloso de boas obras”. Tito 2:14.T4 332.1

    “A graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente.” Tito 2:11, 12. Cristo diz: “Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos Céus.” Mateus 5:48. Para que servem suas orações enquanto atendem “a iniqüidade no coração”? Salmos 66:18. A menos que façam uma mudança completa, não demorará muito, tornar-se-ão cansados de reprovação, como se deu com os filhos de Israel; e, à semelhança deles, apostatarão de Deus. Alguns de vocês, em palavras, reconhecem a reprovação; mas não a aceitam de coração. Continuam como antes, somente sendo menos suscetíveis à influência do Espírito de Deus, tornando-se cada vez mais cegos, tendo menos sabedoria, menos domínio próprio, menos poder moral, e menos zelo e entusiasmo pelas atividades religiosas; e a menos que sejam convertidos, deixarão afinal de apegar-se inteiramente a Deus. Não realizaram mudanças decisivas na vida quando veio a reprovação, porque não viram nem perceberam os seus defeitos de caráter e o grande contraste entre a sua vida e a vida de Cristo. Tem sido a sua política colocar-se numa posição onde não perderiam totalmente a confiança de seus irmãos.T4 332.2

    Foi me mostrado que a condição da igreja de _____ é deplorável. A sua influência, irmão A B, e a de sua esposa, têm resultado, como o irmão e todos podem ver, em discórdia e contenda, e se revelarão a ruína final da igreja, a menos que mudem de local ou se convertam. Você corrói e enferruja aqueles que se relacionam com você. Você tem simpatizantes, porque nem todos o vêem como Deus o vê. A percepção deles é pervertida por sua multiplicidade de palavras e palestras agradáveis. Essa é uma triste e desanimadora situação.T4 332.3

    Foi-me mostrado que no que se refere a palestras, A B está qualificado a dirigir as reuniões; mas quando a aptidão moral é pesada, ele é achado em falta. O seu coração não é correto para com Deus. Quando outros são colocados numa posição de liderança têm de confrontar com o espírito de oposição dele e de sua esposa. Esse espírito não santificado não é manifesto abertamente, mas atua secretamente para prejudicar, desencorajar e deixar perplexos os que estão tentando realizar o melhor que podem. Deus a tudo vê, e no devido tempo isso receberá sua justa recompensa. Dirigir ou arruinar é a política desse irmão, e sua esposa não está agora em melhor condição. Os seus sentidos estão pervertidos. Ela não é correta para com Deus.T4 333.1

    Irmão A B, um registro da triste história que está formando é mantido no Céu. Seu coração está em guerra com os testemunhos de reprovação. A família E tem sido, e ainda está sendo enganada por você. Outros estão mais ou menos perplexos, porque você pode falar bem sobre a verdade presente. A harmonia e unidade não existem na igreja de _____. Você não recebeu nem agiu segundo a luz que lhe foi dada. Se tivesse acatado as palavras de Salomão, não seria hoje encontrado em um caminho tão escorregadio. Ele diz: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.” Provérbios 3:5. Inteira submissão à vontade e caminhos de Deus, unida à profunda desconfiança de sua própria sabedoria, teriam-no conduzido para uma vereda mais segura.T4 333.2

    Sua autoconfiança tem sido muito grande. Tão logo seja sugerido que um irmão dirija as reuniões ou assuma uma posição de confiança em seu lugar, você decide que tanto quanto depender de você, ele não deve ter sucesso, e com o poder de sua vontade pervertida, tem colocado em ação o seu espírito de oposição.T4 333.3

    Sua atitude para com o irmão D foi abusiva. O coração dele foi estimulado com a mais profunda simpatia por você. Ele tinha sido seu amigo; mas o fato de ter-se desligado de você foi suficiente para criar em você um espírito de ciúmes que foi tão cruel quanto a sepultura. E esse espírito foi exercido contra um homem cego — alguém que deveria ter sido objeto do mais bondoso cuidado e da mais profunda simpatia da parte de todos. Foi seu espírito perverso e enganador que levou outros a simpatizar-se com você em vez dele. Quando ele viu que a clara luz do caso não podia ser levada perante os irmãos, e estava plenamente convencido de que o erro estava triunfando sobre o que é certo, seu espírito ficou tão magoado que ele se viu desesperado. Foi então que deixou o seu apego a Deus. Um ataque parcial de paralisia lhe sobreveio. Ele quase ficou prejudicado, mental e fisicamente. Nas reuniões da igreja, questões de somenos importância foram tratadas, discutidas e destacadas ao máximo; e erro, impressões cruelmente equivocadas foram colocadas sobre a mente dos que estavam presentes.T4 333.4

    Buscar assim prejudicar um homem que está em plena posse de todas as suas faculdades é um grande pecado; mas tal conduta para com um homem que é cego, e que devia ser tratado de tal maneira que sua perda de visão fosse sentida o mínimo possível, é um pecado de muito maior magnitude. Se você tivesse sido homem sensível, um cristão como professa ser, não o teria prejudicado como fez. Contudo, o irmão D tem um Amigo no Céu que pleiteou sua causa, e o fortaleceu para apegar-se novamente às promessas de Deus. Quando o irmão D ficou desequilibrado por causa de sua grande angústia e o tratamento que recebeu, agiu como um homem insano. Isso foi usado contra ele como evidência de que tinha um espírito mau. Mas o Juiz que tudo vê pesa os motivos, e recompensará segundo as obras feitas.T4 334.1

    Você, irmão A B, tem-se ensoberbecido com vã presunção e se julga competente para qualquer tarefa. Renunciou aos Testemunhos do Espírito de Deus; e se pudesse fazer as coisas ao seu modo, lançaria tudo em um novo molde. Quão difícil para você é ver as coisas numa luz apropriada, quando o dever conduz numa direção e a inclinação noutra. Suas idéias do caráter de Cristo e da necessária preparação para a vida futura são estreitas e pervertidas.T4 334.2

    Foi-me mostrado que os irmãos B e seus familiares estão decaindo cada vez mais. “São nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas”; e se continuarem na mesma conduta, finalmente serão “duas vezes mortas, desarraigadas.” Judas 12. Ao se inclinarem a próprio entendimento, desceram ao ponto onde não têm religiosidade prática, nem Céu, nem Deus.T4 335.1

    Se todo o povo de Deus estivesse a Ele unido, discerniria as habilidades limitadas desses homens, seus preconceitos, inveja, ciúme e autoconfiança. As objeções que seu ímpio coração pode levantar contra os Testemunhos do Espírito de Deus não serão, na providência divina, removidos. Eles podem tropeçar e cair sobre questões originadas com eles mesmos. Mas o povo de Deus deve ver que seu orgulhoso coração nunca se humilhou e seus altivos olhares nunca foram baixados. A Bíblia é clara sobre todos os pontos que se relacionam com o dever cristão. Todos quantos fazem a vontade de Deus conhecerão a doutrina. Mas essas pessoas estão buscando luz de seus próprios candeeiros e não do Sol da Justiça.T4 335.2

    Nenhum homem que não expressa o real sentimento do coração pode ser chamado um homem veraz. A falsidade praticamente consiste em uma intenção de enganar; e isso pode ser mostrado por um olhar ou por uma palavra. Mesmo os fatos podem ser arranjados e expostos de tal forma que se tornem falsidades. Alguns são peritos nesses negócios e buscarão justificar-se por desviarem da estrita veracidade. Há alguns que, a fim de destruírem ou prejudicarem a reputação de outros, por pura malícia, inventarão falsidades a respeito deles. Mentiras de interesse próprio são proferidas na compra e venda de bens, gado, ou qualquer tipo de mercadoria. Mentiras de vaidade são proferidas por homens que gostam de parecer o que não são. Uma história não pode passar pela mão deles sem acréscimo. Oh, quanto é feito no mundo que os praticantes um dia gostariam de desfazer! Mas o registro de palavras e atos nos livros do Céu contarão a triste história de falsidades proferidas e praticadas.T4 335.3

    Falsidade e engano de todo o tipo é pecado contra o Deus da verdade e veracidade. A Palavra de Deus é clara sobre estes pontos: “Não... mentireis, nem usareis de falsidade cada um com o seu próximo.” Levítico 19:11. “Mas, quanto... a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.” Apocalipse 21:8. Deus é um Deus de sinceridade e verdade. A Palavra de Deus é um livro de verdade. Jesus é uma testemunha fiel e verdadeira. A igreja é a testemunha e território da verdade. Todos os preceitos do Altíssimo são verdadeiros e totalmente justos. Como, então, devem a prevaricação e qualquer exagero ou engano afigurar-se a Sua vista? Pela falsidade que pronunciou por cobiçar os presentes que o profeta recusou, o servo de Eliseu foi acometido de lepra, que terminou somente com a morte.T4 336.1

    Até a própria vida não deve ser comprada pelo preço da falsidade. Por uma simples palavra ou um aceno, os mártires poderiam ter negado a verdade e salvado a própria vida. Consentindo em lançar um simples grão de incenso sobre o altar idólatra poderiam ter se salvado da tortura, do cadafalso ou da cruz. Mas eles recusaram usar de falsidade tanto por palavras como por atos, apesar da vida ser a graça que poderiam receber em troca. Eles consideravam bem-vindas prisão, tortura e morte, com consciência limpa, em vez de libertação através de engano, falsidade e apostasia. Por fidelidade e fé em Cristo eles obtiveram vestes imaculadas e coroas adornadas. Sua vida foi enobrecida e elevada à vista de Deus, porque permaneceram firmes ao lado da verdade sob as mais adversas circunstâncias.T4 336.2

    Os homens são mortais. Podem ser sinceramente religiosos, e contudo ter muitos erros de conhecimento e muitos defeitos de caráter; mas não podem ser seguidores de Cristo, e ainda estar associados com Ele, aqueles que amam e praticam a mentira. Apocalipse 22:15. Tal vida é uma fraude, uma perpétua falsidade, um engano fatal. É um teste rigoroso de coragem para homens e mulheres serem levados a enfrentar os próprios pecados e com franqueza reconhecê-los. Dizer: “Este erro deve ser lançado à minha conta” requer uma força de princípio interior que o mundo possui apenas em grau limitado. Aquele, porém, que tem a coragem de dizer isto com sinceridade, ganha uma decidida vitória sobre o eu, e efetivamente fecha a porta contra o inimigo.T4 336.3

    Uma adesão aos mais estritos princípios da verdade freqüentemente provocarão inconveniência no presente, e pode mesmo envolver perda temporal; mas aumentará a recompensa na vida futura. A religião não consiste meramente num sistema de doutrinas secas, mas em fé prática, que santifica a vida e corrige a conduta no círculo familiar e na igreja. Muitos podem dizimar o cominho e a hortelã, mas negligenciar questões de maior peso — a misericórdia e o amor de Deus. Andar humildemente com Deus é essencial para a perfeição do caráter cristão. Deus requer princípio firme nos mínimos detalhes das transações da vida. Disse Cristo: “Quem é fiel no mínimo também é fiel no muito.” Lucas 16:10.T4 337.1

    Não é a magnitude nem a aparente insignificância de uma transação comercial que a torna justa ou injusta, honesta ou desonesta. Pelo mínimo desvio da retidão nos colocamos no terreno do inimigo, e podemos seguir, passo a passo, a qualquer grau de injustiça. Uma vasta proporção do mundo cristão divorcia a religião de seus negócios. Milhares de pequenos truques e desonestidade são praticados no trato com seus semelhantes, o que revela o verdadeiro estado do coração, mostrando a sua corrupção.T4 337.2

    Você, irmão A B, não honra a causa da verdade. A fonte precisa ser purificada, para que as águas possam ser puras. Sua esposa se empenha demais em procurar máculas e manchas no caráter de seus irmãos e irmãs. Enquanto busca tirar as ervas daninhas nos jardins de seus vizinhos, negligencia o seu próprio. Ela precisa fazer esforços mais diligentes a fim de desenvolver um caráter imaculado. É muitíssimo perigoso ela falhar aqui. Se perder o Céu, perde tudo. Ambos devem purificar o templo da alma, que se tornou terrivelmente poluído. A mente de vocês se tornou tristemente pervertida. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria.” Salmos 111:10. Seja muito zeloso e desconfiado do eu, mas nunca deixe que sua língua seja usada para expressar o zelo de seu coração a respeito de outros. Resta uma grande obra para ambos realizarem, humilhar-se de tal modo perante Deus que Ele aceite o arrependimento de vocês. Até aqui vocês têm sido ouvintes, mas não perseverantes praticantes da Palavra. Admitiram repetidas vezes estarem errados; mas a mente carnal permaneceu inalterada. Fizeram uma pequena mudança sob a influência da emoção; mas não tem havido uma reforma de princípio. Vi que chegou o tempo em que é preciso agir quanto ao caso de vocês, a menos que uma mudança total seja efetuada em sua vida. A igreja de Deus não pode transigir com seus modos rudes e baixo padrão de cristianismo.T4 337.3

    Um de vocês, irmãos, é suficiente num lugar. Estão continuamente em contenda e guerra entre si, rancorosos e odiando um ao outro. Conquanto sejam um provérbio para os do mundo com quem se associam, vocês estão tão distantes de Deus que não podem ver outra coisa senão que estão certos. Cada um de vocês precisa de uma visão mais íntima do caráter de Cristo, a fim de poder discernir mais claramente o que significa ser semelhante a Ele. A menos que vocês todos mudem de conduta, e vençam inteiramente seu modo pomposo, ditatorial, descortês de proceder, desonrarão a causa aonde quer que forem; e seria melhor que nunca tivessem nascido. O tempo é chegado para volverem-se para a direita ou para a esquerda. “Se o Senhor é Deus, segui-O; e, se Baal, segui-o.” 1 Reis 18:21. O deformado caráter desenvolvido em vocês é uma desgraça para o nome de cristão. Nenhuma igreja prosperará sob a liderança ou guia de vocês; pois não estão ligados a Deus. Vocês são jactanciosos, orgulhosos, presunçosos, e moldariam outros segundo o mesmo padrão de vocês.T4 338.1

    A igreja de Deus por muito tempo tem sido sobrecarregada com suas ações e comportamento não cristãos. Que Deus os ajude a ver e sentir que os seus interesses eternos requerem total transformação. Pelo seu exemplo, outros são levados a se desviar do puro e elevado caminho da santidade. Na verdade, grandes homens são invariavelmente modestos. A humildade é uma graça que se ajusta naturalmente a eles como uma veste. Aqueles que têm preenchido a mente com conhecimento útil, e que possuem realizações e refinamento genuínos, são os que mais se disporão a admitir a fraqueza do próprio entendimento. Não são autoconfiantes nem jactanciosos; mas em vista de realizações mais elevadas a que poderiam erguer-se em poder intelectual, parecem a si mesmos ter apenas começado a ascensão. É o pensador leviano, com conhecimento básico ou superficial, que se julga sábio e assume desprezíveis ares de importância.T4 338.2

    Vocês poderiam ser hoje homens de honra e confiança; mas têm estado tão satisfeitos consigo mesmos que não têm melhorado a luz e privilégios que lhes foram graciosamente concedidos. A mente de vocês não foi desenvolvida pelas graças cristãs, nem suas afeições santificadas pela comunhão com o Doador da vida. Há uma pequenez, um mundanismo, que assinala o caráter exterior, e revela o indubitável fato de que têm estado andando segundo o próprio coração e à própria vista, e que estão cheios da própria astúcia.T4 339.1

    Quando ligado a Deus, e sinceramente buscando a Sua aprovação, o homem se torna elevado, enobrecido e santificado. A obra de elevar-se precisa ser realizada pelo próprio homem através de Jesus Cristo. O Céu pode dar-lhe toda a vantagem no que tange às coisas temporais e espirituais, mas será tudo em vão, a menos que se disponha a apropriar-se dessas bênçãos e ajudar-se. Suas próprias faculdades devem ser colocadas em uso, ou ele finalmente será pesado na balança e achado em falta; será um fracasso no que se refere a esta vida, e perderá a vida futura.T4 339.2

    Todo aquele que com determinado esforço busca auxílio do alto e subjuga e crucifica o eu, pode ser bem-sucedido neste mundo e obter a futura vida imortal. Este mundo é o campo de trabalho humano. Sua preparação para o mundo futuro depende da maneira como desempenha seus deveres neste mundo. Deus designou que fosse uma bênção para a sociedade, e ele não pode, se quiser, viver e morrer para si mesmo. Deus nos uniu como membros de uma família, e este relacionamento todos são obrigados a manter. Há trabalhos que devemos a outros e que não podemos ignorar e ao mesmo tempo guardar os mandamentos. Viver, pensar e agir só em benefício próprio é tornar-se inútil como servo de Deus. Títulos ilustres e grandes talentos não são essenciais para sermos bons cidadãos ou cristãos exemplares.T4 339.3

    Temos em nossas fileiras demasiadas pessoas que são impacientes, faladoras, louvam a si mesmas e tomam a liberdade de exaltar-se, não respeitando idade, experiência ou posição. Atualmente a igreja tem falta da ajuda de um caráter oposto — homens modestos, calmos, tementes a Deus, que suportarão responsabilidades desagradáveis impostas sobre eles, não pelo nome, mas para prestar serviço a seu Mestre, Aquele que por eles morreu. Pessoas com tal caráter não acham que erguer-se diante dos idosos e tratar os cabelos grisalhos com respeito rebaixa sua dignidade. Nossa igreja precisa eliminar as ervas daninhas. Existe demasiada exaltação própria e auto-suficiência entre os membros.T4 340.1

    Deus Se deleita em honrar os que O temem e O reverenciam. O ser humano pode ser tão elevado que forme o elo que liga o Céu à Terra. Ele saiu das mãos do Criador com caráter simétrico, dotado com tal capacidade para desenvolver-se que, combinando a influência divina com esforço humano, pudesse elevar-se quase ao nível dos anjos. Contudo, quando assim elevado, não teria noção de sua bondade e grandeza.T4 340.2

    Deus tem dado ao homem aptidão intelectual capaz do mais elevado cultivo. Se os irmãos B tivessem visto a natural grosseria e rudeza de seu caráter, e com permanente cuidado cultivassem e treinassem a mente, fortalecendo os pontos fracos do caráter e vencendo seus defeitos evidentes, alguns deles teriam sidos aceitos como mensageiros de Cristo. Como são agora, porém, Deus não pode aceitar qualquer deles como Seu representante. Não têm percebido suficientemente a necessidade de aperfeiçoamento para buscá-lo. Sua mente não tem sido treinada pelo estudo, observação, reflexão e constante esforço para disciplinar-se plenamente para os deveres da vida. Os recursos para aperfeiçoamento estão ao alcance de todos. Ninguém é tão pobre ou tão ocupado que, com a ajuda de Cristo, não possa aperfeiçoar-se na vida e no caráter.T4 340.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents