Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 4

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 9 — Trabalho que promove saúde

    Prezados irmão e irmã I:

    Foi me mostrado que erraram no controle de seus filhos. Vocês receberam idéias em _____ do Dr. J, sobre as quais falaram perante seus filhos e perante os pacientes. Essas idéias não devem ser levadas adiante. Do ponto de vista do Dr. J, elas podem não parecer tão objetáveis; mas do ponto de vista de um cristão são absolutamente perigosas. As instruções que o Dr. J tem dado com respeito a evitar a atividade física têm-se demonstrado um grande prejuízo para muitos. O sistema de nada fazer é perigoso. A necessidade de divertimentos, como ele ensina e recomenda a seus pacientes, é um engano. A fim de ocupar o tempo e dar atividade à mente, eles se tornam um substituto para exercício útil e saudável e trabalho físico. Os divertimentos, como o Dr. J recomenda, excitam o cérebro mais do que a ocupação útil.T4 94.1

    O exercício e o trabalho físicos combinados exercem uma agradável influência sobre a mente, fortalecem os músculos, aumentam a circulação e dão ao doente a satisfação de conhecer o próprio poder de resistência; ao passo que, se o exercício saudável e o trabalho físico lhe são restringidos, sua atenção é atraída para si mesmo. Acha-se ele em constante perigo de imaginar-se pior do que realmente está e de criar uma imaginação doentia que o leve a temer constantemente que esteja sobrecarregando sua capacidade de resistência. De modo geral, se tomar parte em alguma atividade bem orientada, usando sua energia sem dela abusar, notará que o exercício físico se provará um agente mais poderoso e eficaz em sua recuperação do que mesmo o tratamento por água que está recebendo.T4 94.2

    A inatividade das faculdades físicas e mentais, no que diz respeito ao trabalho útil, é o que mantém muitos doentes em um estado de fraqueza que eles se sentem incapazes de superar. Dá-lhes também maior oportunidade de condescender com pensamentos impuros — condescendência que tem levado muitos deles a seu estado atual de fraqueza. É-lhes dito que eles gastaram muita energia em trabalho árduo, quando, em nove de cada dez casos, o trabalho que eles realizaram foi a única coisa compensadora em sua vida e foi o meio de salvá-los da completa ruína. Enquanto sua mente estava assim ocupada, não tinham oportunidade tão favorável para aviltar o corpo e completar a obra de destruir a si mesmos. Permitir que todas essas pessoas cessem de trabalhar com o cérebro e os músculos é oferecer-lhes ampla oportunidade de serem levadas cativas pelas tentações de Satanás.T4 95.1

    O Dr. J recomendou que pessoas de ambos os sexos se misturem; ele tem ensinado que a saúde física e mental requer um relacionamento mais próximo de uns com os outros. Tais ensinos causaram e estão causando grande prejuízo aos jovens e crianças inexperientes, e é uma grande satisfação para homens e mulheres de caráter questionável, cujas paixões nunca foram controladas, e que por esta razão estão sofrendo de várias desordens debilitantes. Essas pessoas são instruídas, de um ponto de vista da saúde, a estarem mais em companhia do sexo oposto. Assim, uma porta de tentação é aberta perante elas, a paixão se desperta como um leão dentro do coração delas, e toda consideração é suprimida, e tudo quanto é elevado e nobre é sacrificado à concupiscência. Esta é uma época em que o mundo está fervendo de corrupção. Estivessem a mente e o corpo de homens e mulheres numa condição salutar, fossem as paixões sensuais sujeitas às mais elevadas faculdades intelectuais, poderia ser comparativamente seguro ensinar que meninos e meninas, e mesmo jovens de mais idade, se beneficiariam por misturar-se em sociedade uns com os outros.T4 95.2

    Se a mente dos jovens dessa idade fosse pura e incorruptível, as garotas poderiam ter uma influência suavizante sobre a mente e as maneiras dos meninos, e os meninos, de natureza mais forte e vigorosa, poderiam ter tendência a enobrecer e fortalecer o caráter das garotas. É, porém, um fato penoso que não há uma garota em cem que tenha mente pura, e não há um menino em cem cuja moralidade seja incontaminada. Muitos que são mais velhos foram a tal grau de libertinagem que têm alma e corpo poluídos; e a corrupção tem dominado uma vasta classe que se apresenta entre homens e mulheres como cavalheiros corteses e belas damas. Não é tempo de recomendar, como benéfico à saúde, a mistura de pessoas de ambos os sexos — estarem o máximo possível em associação. A maldição desta época corrupta é a ausência de verdadeira virtude e modéstia.T4 95.3

    Dr. I, você tem propagado publicamente essas idéias. Os jovens o ouviram, e os comentários que você fez têm tido tão grande influência sobre seus próprios filhos quanto sobre outros. Teria sido melhor ter deixado essas idéias em _____. Rigorosa dedicação ao trabalho duro é prejudicial ao crescimento estrutural do jovem; mas onde centenas têm prejudicado sua constituição unicamente por trabalhar demais, a inatividade, o comer demasiado e a débil indolência têm disseminado as sementes de enfermidades no organismo de milhares que estão indo rápida e seguramente para o declínio.T4 96.1

    A razão por que os jovens têm tão pouca força cerebral e muscular é fazerem tão pouco na área do trabalho útil. “Eis que esta foi a maldade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca esforçou a mão do pobre e do necessitado. E se ensoberbeceram e fizeram abominação diante de Mim; pelo que as tirei dali, vendo Eu isso.” Ezequiel 16:49, 50.T4 96.2

    Há apenas poucos jovens desta época degenerada que podem suportar o estudo necessário para obter uma educação comum. Por que acontece isso? Por que as crianças se queixam de tontura, dor de cabeça, sangramento do nariz, palpitação e uma sensação de fadiga e fraqueza geral? Deve isto ser atribuído principalmente a seu intenso estudo? Os pais afetuosos e condescendentes condoem-se dos filhos porque imaginam que suas lições são uma tarefa grande demais, e que sua intensa aplicação ao estudo lhes está arruinando a saúde. De fato, não é recomendável sobrecarregar a mente dos jovens com estudos em demasia e por demais difíceis. Mas, pais, vocês não estão meramente aceitando a idéia sugerida por seus filhos em vez de considerarem com maior profundidade esse assunto? Vocês não têm dado crédito depressa demais às razões aparentes da indisposição deles? Convém aos pais e tutores olhar sob a superfície em busca da causa deste mal.T4 96.3

    De noventa e nove casos em cem, a causa pesquisada e revelada a vocês, abriria sua compreensão para ver que não foi o excesso de estudo somente que estava realizando a obra de prejudicar seus filhos, mas hábitos errôneos estavam consumindo a energia vital do cérebro e do corpo inteiro. O sistema nervoso ficou danificado por estar sendo freqüentemente excitado, e assim tem sido lançado o alicerce da decadência prematura e certa. O vício secreto [masturbação] está matando milhares e dezenas de milhares.T4 97.1

    As crianças devem ter o tempo ocupado. O devido trabalho mental e o exercício físico ao ar livre não abaterão a constituição física de seus meninos. O trabalho útil e a familiarização com os mistérios da lida doméstica serão benéficos para as suas meninas. E alguma ocupação ao ar livre é absolutamente necessária à sua constituição física e saúde. As crianças devem ser ensinadas a trabalhar. Operosidade é a maior bênção que homens, mulheres e crianças podem desfrutar.T4 97.2

    Vocês têm errado na educação de seus filhos. Têm sido condescendentes demais. Vocês os têm favorecido e dispensado do trabalho até que, para alguns deles, parece algo absolutamente desagradável. Inatividade, a falta de ocupação regular, tem prejudicado grandemente seus filhos. As tentações estão por toda parte, prontas para arruinar os jovens para este mundo e o vindouro. O caminho da obediência é o único caminho seguro.T4 97.3

    Vocês têm sido cegos ao poder que o inimigo teve sobre seus filhos. Trabalhos caseiros, mesmo a ponto de se cansarem, não lhes teria feito a quinta parte do mal que os hábitos indolentes têm causado. Eles teriam escapado a muitos perigos se tivessem sido mais cedo instruídos a ocupar o tempo com trabalho útil. Não teriam contraído disposição tão agitada, esse desejo de mudança e de participar da sociedade. Teriam escapado a muitas tentações quanto à vaidade e à participação em diversões inúteis, leitura barata, conversas ociosas e tolices. Seu tempo teria sido passado mais de molde a satisfazê-los, e sem tão grande tentação de buscar a companhia do sexo oposto e desculpar-se maliciosamente. Vaidade e afetação, inutilidade e explícito pecado, têm resultado dessa indolência. Os pais, especialmente você, o pai, os têm bajulado e mimado para grande dano deles.T4 97.4

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents