Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Votando e não cumprindo

    Alguns de vocês têm estado a tropeçar em suas promessas. O Espírito do Senhor Se apoderou da reunião de _____ em resposta à oração, e enquanto seu coração era enternecido pela Sua influência, vocês fizeram o voto. Enquanto as correntes da salvação fluíam para seu coração, vocês sentiram que deviam seguir o exemplo dAquele que andou fazendo o bem e que alegremente deu Sua vida para resgatar o homem do pecado e da degradação. Sob a inspiradora influência celestial, vocês viram que o egoísmo e o mundanismo não condiziam com o caráter cristão, e que não era possível viver de forma egoísta e ser cristão. Mas, quando a influência de Seu abundante amor e misericórdia deixou de ser sentida de maneira tão acentuada em seu coração, vocês retiveram suas ofertas, e Deus retirou de vocês a Sua bênção.T5 281.3

    Veio a adversidade sobre alguns. Houve fracasso em suas colheitas, de maneira que não puderam resgatar suas promessas, e alguns até foram levados a circunstâncias muito difíceis. Então, claro, não se podia esperar que pagassem. Mas se não tivessem murmurado, e afastado seu coração dos votos que fizeram, Deus teria atuado em seu favor, e teria aberto caminhos pelos quais todos poderiam ter pago o que prometeram. Na realidade, não esperaram com fé, confiando em que Deus abrisse o caminho para que pudessem cumprir suas promessas.T5 282.1

    Alguns tinham recursos à disposição; e tivessem eles possuído o mesmo espírito voluntário que tinham quando prometeram, e houvessem de coração entregue a Deus em dízimos e ofertas o que Ele lhes emprestou para esse fim, teriam sido grandemente abençoados. Mas Satanás penetrou com suas tentações, e levou alguns a porem em dúvida os motivos e o espírito que levaram os servos de Deus a apresentar o pedido de recursos. Alguns achavam ter sido enganados e defraudados. Em espírito, repudiaram os seus votos, e tudo o que depois disso fizeram foi com relutância, e por isso não receberam bênção alguma.T5 282.2

    Na parábola dos talentos, o homem a quem foi confiado um talento manifestou um espírito invejoso e escondeu o dinheiro, de forma que seu senhor não pôde ser beneficiado por ele. Quando lhe foi exigido que prestasse contas de sua mordomia, o servo desculpou a negligência pondo a culpa sobre seu senhor. “Senhor, eu conhecia-te [ele professa estar relacionado com seu senhor], que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; e, atemorizado [porque todos os bens não eram meus, e que o senhor os reivindicaria] escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabes que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei; devias, então, ter dado o meu dinheiro aos banqueiros, e, quando eu viesse, receberia o que é meu com os juros. Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver [feito correto uso de meus bens] será dado, e terá em abundância [pois eu posso confiar nele, sabendo que fará correto emprego daquilo que lhe foi cedido]; mas ao que não tiver [que ficou temeroso de confiar em mim], até o que tem ser-lhe-á tirado [eu o privarei daquilo que ele reivindicava como seu. Ele perderá todos os direitos que lhe foram confiados. Tirarei seus talentos e os darei a alguém que os empregará]. Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali, haverá pranto e ranger de dentes.” Mateus 25:22-30.T5 282.3

    O espírito manifestado pelos irmãos com relação a seus votos tem sido muito ofensivo a Deus. Se vissem o progresso da causa nos campos já penetrados, haveriam de pensar de forma diferente. Eles não foram enganados, e a acusação de logro que fizeram foi contra o Espírito de Deus e não contra o servo que Ele enviou. Se o irmão A tivesse assumido sua posição nesse assunto; se tivesse nutrido o sentimento que o levou a fazer o voto, não se sentiria tão indisposto em investir na causa de Deus. Mas ele planejou o quanto poderia fazer com seus meios, investindo-os em empreendimentos seculares. Avareza, mundanismo e cobiça são defeitos de caráter opostos ao exercício das graças cristãs. Disse o apóstolo: “Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque Ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.” Hebreus 13:5.T5 283.1

    Estava evidente que muitos que fizeram os votos não tinham fé e criam-se prejudicados. Falaram sobre isso e insistiram tanto no assunto que o problema lhes pareceu real. Acharam que não deviam ter auxiliado a Associação Geral e argumentaram que tinham a obrigação de usar os meios em seu próprio campo. O Senhor trabalhou por eles de acordo com sua limitada fé. Satanás, que mantinha sua mente no engano, induziu-os a pensar que haviam tido uma atitude liberal ao enviar meios à Associação Geral, mas a investigação dos fatos mostrou que eles ainda estavam em débito na devolução à Associação Geral do montante despendido com o envio de obreiros e na ajuda que receberam de variadas maneiras para iniciar a obra e levá-la adiante. Além do mais, essas pessoas ficaram ofendidas, insatisfeitas, infelizes e apostataram de Deus, porque pensaram estar fazendo grandes coisas. Isso simplesmente mostra que um terrível engano pode ludibriar a mente quando ela não está sob o especial controle do Espírito de Deus. Suas dúvidas, suspeitas e preconceitos com relação à Associação Geral foi tudo induzido por Satanás. A causa de Deus é uma em todo o mundo. Cada ramo da obra se centraliza em Cristo. Nenhuma porção do campo é independente do restante.T5 283.2

    Caros irmãos, vocês permitiram a entrada de Satanás em seu coração, e ele não será totalmente vencido até que os irmãos se arrependam de suas ímpias dúvidas e do descumprimento de seus votos. O mensageiro do Senhor foi desprezado e acusado de exercer pressão indevida sobre o povo. Deus não se agradou do irmão B, porque ele não deu um decidido testemunho contra tudo isso, e não mostrou o pecado de vocês como ele realmente era.T5 284.1

    “Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não Se agrada de tolos; o que votares, paga-o. Melhor é que não votes do que votes e não pagues. Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, de sorte que destruísse a obra das tuas mãos?” Eclesiastes 5:4-6.T5 284.2

    Aí o assunto é apresentado em sua verdadeira luz. A obra de vocês foi feita perante o anjo de Deus. Suas palavras não foram ouvidas apenas pelos homens, mas o anjo do Senhor as ouviu. Como podem ficar surpresos de que Deus esteja irado contra vocês? Estão admirados de que Ele não os tenha abençoado e os tornado capazes de cumprir seus votos? Quando os irmãos resmungaram, lamentaram e revogaram os votos, sentindo que os servos de Deus os haviam enganado e extorquido de vocês compromissos que não eram justos, o inimigo exultou. Se vocês pudessem ver sua conduta como ela realmente aconteceu, jamais apresentariam qualquer coisa parecida com uma desculpa para ela.T5 284.3

    Sejam cuidadosos ao falar qualquer palavra para diminuir a influência dos mensageiros de Deus. Às vezes tem havido muita insistência por recursos. Mas quando a luz e o amor de Jesus iluminar o coração de Seus seguidores, não haverá ocasião para apelos ou solicitações por dinheiro ou serviço. Quando eles se tornarem um com Jesus e entenderem que não são de si mesmos, que foram comprados por preço e portanto são propriedade do Senhor, que tudo o que eles têm lhes foi confiado como Seus mordomos, com inabalável fidelidade e coração prazeroso devolverão a Deus aquilo que Lhe pertence. O Senhor não aceitará uma oferta feita de má vontade e com relutância. Com os sentimentos presentes, não haveria virtude nenhuma em fazer mais votos. Quando vocês se recuperarem da armadilha do inimigo; quando repararem a brecha que fizeram e compreenderem que as necessidades da causa de Deus são contínuas, assim como Seus dons aos filhos dos homens, suas obras serão correspondentes à fé e vocês receberão uma rica bênção do Senhor.T5 285.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents