Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Proteger os interesses dos irmãos

    Por seu voto batismal todo membro da igreja se comprometeu solenemente a proteger os interesses dos irmãos. Todos serão tentados a se apegar aos próprios e acariciados planos e idéias, os quais lhes parecem sãos; deviam, porém, vigiar e orar, e esforçar-se ao máximo de sua capacidade, por edificar o reino de Jesus no mundo. Deus requer de todo cristão, tanto quanto estiver ao seu alcance, que desvie de seus irmãos e irmãs toda influência que tenda no mínimo que for, a dividi-los, ou separar seus interesses da obra para nossos dias. Deve não somente ter consideração pelos próprios interesses espirituais, mas manifestar preocupação pela salvação daqueles com quem está relacionado; e deve, através de Cristo, possuir influência inspiradora sobre os outros membros da igreja. Suas palavras e comportamento devem influenciá-los a seguir o exemplo de Cristo na abnegação, no sacrifício e no amor por outros.T5 480.1

    Caso haja na igreja alguém que exerça influência contrária ao amor e à desinteressada bondade que Cristo manifestou por nós, que vai em sentido contrário ao de seus irmãos, homens fiéis devem tratar desses casos com sabedoria, trabalhando pela salvação deles, cuidando todavia que sua influência não fermente outros, e que a igreja não seja desviada por seu desafeto ou suas falsas informações. Alguns estão cheios de presunção. Há uns poucos que se julgam corretos, mas questionam e criticam todos os atos dos outros. Tais pessoas não devem ser deixadas a pôr em risco os interesses da igreja. A fim de elevar o nível moral da mesma, cada um deve sentir ser seu dever buscar a própria cultura espiritual, mediante a prática de estritos princípios bíblicos, como na presença de um Deus Santo.T5 480.2

    Que todo membro da igreja sinta dever ele próprio estar com sua vida em ordem diante de Deus, que ele precisa ser santificado pela verdade. Então, poderá representar perante os outros o caráter cristão, e dar um exemplo de integridade. Se cada um assim fizer, a igreja crescerá em espiritualidade e em favor para com Deus.T5 481.1

    Todo membro de igreja deveria sentir-se sob obrigação de dedicar seu dízimo a Deus. Ninguém deve seguir os próprios caminhos ou a inclinação de seu coração egoísta, roubando assim a Deus. Não devem usar os meios para satisfazer a vaidade ou para qualquer outra indulgência egoísta, pois assim fazendo enredam-se nas armadilhas de Satanás. Deus é o doador do tato, da habilidade para ajuntar riquezas e, portanto, tudo deve ser posto sobre Seu altar. A ordem é: “Honra ao Senhor com a tua fazenda...” Provérbios 3:9. O pendor à cobiça precisa ser constantemente reprimido, pois de outro modo corroerá o coração de homens e mulheres, e eles correrão avidamente atrás do lucro.T5 481.2

    No deserto da tentação, Satanás, o adversário das almas, apresentou perante Cristo as glórias do mundo e disse-Lhe: “Tudo isto Te darei se, prostrado, me adorares.” Mateus 4:9. O Salvador repeliu Satanás, mas quão facilmente é o homem seduzido pelas simulações do grande inimigo! Muitos ficam fascinados com as atrações do mundo; eles servem a Mamom antes que a Deus, e assim perdem sua salvação.T5 481.3

    Ainda um pouco de tempo e nos encontraremos com o Senhor. Que conta Lhe daremos do uso que temos feito de nosso tempo, talentos de influência e posses? Nossa alegria deveria estar na obra de salvar pessoas. Eu solenemente pergunto à igreja de Healdsburg: Está Deus, realmente, entre vocês? Diz a Testemunha Verdadeira: “Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes e comigo andarão de branco, porquanto são dignas disso.” Apocalipse 3:4. Fazem vocês parte desse número? Têm vocês mantido firme sua integridade? Como homens imersos nas águas batismais, têm vocês se apegado a Cristo? Estão vocês obedecendo-Lhe, vivendo para Ele, amando-O? Encontra-se cada membro puro, santo e incontaminado, em cuja boca não há engano? Se sim, vocês são muito felizes, pois são, à vista de Deus, “mais preciosos do que o ouro puro e mais raros do que o ouro fino de Ofir”. Isaías 13:12. Enquanto multidões são consagradas a Mamom e não servem ao Santo de Israel, há uns poucos que não mancharam seus vestidos, mas mantêm-nos impolutos do mundo. Esses serão uma força. Essa classe possui fé que opera pelo amor e purifica o caráter. Eles exemplificam os elevados princípios cristãos. Buscarão a ligação pessoal com a Fonte da luz e se esforçarão para fazer constante progresso, cultivando cada faculdade em sua máxima extensão. Deus gostaria que vocês tivessem firme integridade e retidão. Isso faria com que os irmãos fossem distinguidos perante o mundo como filhos do Deus Altíssimo. Jesus era sereno e bondoso, não perdendo seu domínio próprio mesmo quando sob tormentoso conflito, em meio aos mais ferozes elementos de oposição.T5 481.4

    Deus diz a vocês, que tiveram grande luz: “Subam mais alto” Acheguem-se mais a Deus e ao Céu. Prossigam! Vocês necessitam fé, verdadeiro amor por seus irmãos e mais profundo interesse neles. Deus lhes confiou sagradas responsabilidades. Há um campo missionário para cada membro da igreja, onde ele pode exercer influência para o bem.T5 482.1

    Nosso colégio não é o que deveria ser nem o que seria se nossos irmãos e irmãs sentissem que é um santo encargo a eles confiado. Se eles elevarem o padrão de espiritualidade na igreja, se derem um exemplo de integridade em todos os seus relacionamentos, se todos cultivarem a piedade e a dignidade cristã, então a influência do colégio será ampla e a luz fluirá dele com ricas bênçãos. Vi que se o colégio for adequadamente administrado, muitos jovens sairão dele para serem obreiros ativos na causa de Deus. Mas, que todos estejam atentos a fim de não exercer influência contrária à verdade e ao colégio, por causa de uma vida não-consagrada, por maus julgamentos ou mexericos, pois Deus certamente a registrará contra eles. O colégio sempre se verá obrigado a lutar contra dificuldades, porque alguns homens são faltos de fé e não controlados pela mente de Cristo. Se Satanás puder encontrar pessoas entre nós que espreitem para mal e falem depreciativamente de nossas instituições, buscando cada desagradável ninharia que ocorra, ele ficará muito contente. O inimigo não cessará seus esforços para levar pessoas a depreciarem o colégio porque essa instituição não está, em cada particular, conforme suas idéias. Se ele percebe que a juventude pode receber benefícios, estimulará na igreja toda influência para desanimar antes que para fortalecer e edificar.T5 482.2

    Que esses elementos se acham em Healdsburg, bem como em outros lugares, ninguém pode negar, e se Satanás não os usasse, valer-se-ia de algum outro tipo de influência visando ao mesmo fim. “É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma pedra de moinho, e fosse lançado ao mar...” Lucas 17:1, 2. Deus tem Seus meios de operação. Os homens nem sempre podem discerni-los, e por darem tanta importância a seus próprios esforços, não somente impedem o Senhor de agir, como também se acham trabalhando contra Ele. “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia.” 1 Coríntios 10:12. “Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados e descaiais da vossa firmeza; antes, crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.” 2 Pedro 3:17, 18.T5 483.1

    Aproximamo-nos do fim do tempo. Abundantes serão as provações de fora, mas não permitam que venham de dentro da igreja. Negue o professo povo de Deus a si mesmo por amor da verdade, por amor de Cristo. “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” 2 Coríntios 5:10. Todo aquele que ama a Deus absolutamente, terá o espírito de Cristo e fervente amor por seus irmãos. Quanto mais o coração de uma pessoa estiver em comunhão com Deus, e quanto mais suas afeições se concentrarem em Cristo, tanto menos ela se perturbará com as asperezas e vicissitudes que encontrar nesta vida. Os que estão crescendo até à estatura de homens e mulheres em Cristo Jesus, tornar-se-ão mais e mais semelhantes a Cristo em caráter, erguendo-se acima da disposição para murmurar e estar descontentes. Olharão com desprezo a possibilidade de serem críticos.T5 483.2

    A igreja, neste tempo, deve ter a fé que uma vez foi entregue aos santos, a qual os habilitará a dizer audazmente: “Deus é o meu ajudador” (Salmos 54:4); “posso todas as coisas nAquele que me fortalece”. Filipenses 4:13. O Senhor ordena que nos levantemos e avancemos. Sempre que a igreja, em qualquer período, abandonou os seus pecados, creu e andou na verdade, eles foram honrados por Deus. Na fé e na humilde obediência há um poder a que o mundo não pode resistir. A ordem da providência de Deus em relação a Seu povo é progresso — contínuo avanço no aprimoramento do caráter cristão, no caminho da santidade, subindo cada vez mais alto na clara luz, no conhecimento e no amor de Deus, até o fim do tempo. Oh! por que estamos sempre aprendendo apenas os princípios mais elementares da doutrina de Cristo?T5 484.1

    O Senhor tem ricas bênçãos para a Igreja se os seus membros procurarem diligentemente despertar dessa perigosa mornidão. Uma religião de vaidades, palavras desprovidas de vitalidade, um caráter destituído de força moral — essas coisas são salientadas na solene mensagem dirigida pela Testemunha Verdadeira às igrejas, advertindo-as do orgulho, mundanismo, formalismo e auto-suficiência. Àquele que diz: “Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta”, o Senhor do Céu declara: “Não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.” Apocalipse 3:17.T5 484.2

    Mas, aos humildes, aos sofredores, aos fiéis, aos pacientes, que estão conscientes de sua debilidade e insuficiência, são proferidas palavras de encorajamento: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo.” Apocalipse 3:20. A Testemunha Verdadeira diz a todos: “Eu sei as tuas obras. Esse rigoroso escrutínio está sendo feito nas igrejas da Califórnia. Nada escapa à Sua atenta investigação; suas faltas e erros, negligências e malogros, seu pecaminoso afastamento da verdade, declínio e imperfeições, “todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos dAquele com quem temos de tratar”. Hebreus 4:13.T5 484.3

    Espero e oro para que vocês possam andar em humildade de espírito e ser uma bênçãos uns aos outros. “Porque ainda um poucochinho de tempo, e O que há de vir virá e não tardará.” Hebreus 10:37. As lâmpadas nupciais precisam estar guarnecidas e ardendo. Nosso Senhor demora-Se porque “é longânimo para conosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem a arrependimento”. 2 Pedro 3:9. Quando nós, porém, com todos os remidos, estivermos em pé no mar de vidro, com harpas de ouro e coroas de glória, e diante da imensidão da eternidade, veremos então como foi curto o período de espera e provação. “Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando!” Lucas 12:37.T5 485.1

    Vivemos em um tempo em que todos devem especialmente dar ouvidos à recomendação do Salvador: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação.” Mateus 26:41. Conserve cada um em mente que ele deve ser verdadeiro e leal a Deus, crendo na verdade, crescendo na graça e no conhecimento de Jesus Cristo. O convite do Salvador, é: “Aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” Mateus 11:29. O Senhor está disposto a ajudar-nos, a fortalecer-nos e abençoar-nos; importa, porém, que passemos pelo processo de purificação até que todas as impurezas de nosso caráter sejam consumidas. Todo membro da igreja será submetido à fornalha, não para consumir, mas para purificar.T5 485.2

    O Senhor tem atuado entre vocês, mas Satanás também se tem insinuado, para introduzir o fanatismo. Há outros males ainda a serem evitados. Alguns estão em risco de ficar satisfeitos com os vislumbres que têm tido da luz e do amor de Deus, cessando, portanto, de avançar. A vigilância e a oração não têm sido mantidas. Ao próprio tempo em que se faz a aclamação: “Templo do Senhor, templo do Senhor é este” (Jeremias 7:4), entram tentações, e as trevas se adensam ao redor da alma — mundanismo, egoísmo e exaltação própria. Há necessidade de que o próprio Senhor comunique Suas idéias à pessoa. Que pensamento! — que em lugar de nossas pobres idéias e planos acanhados, terrenos, o Senhor nos comunique Suas idéias, Seus pensamentos nobres, largos, de vasto alcance, sempre apontando para o Céu!T5 485.3

    Eis seu perigo, em deixar de avançar “para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. Filipenses 3:14. Deus Lhes deu luz? Vocês são então responsáveis por essa luz; não meramente enquanto esses raios estão brilhando sobre vocês mas por tudo quanto ela lhes tem revelado no passado. Cumpre-lhes entregar sua vontade a Deus diariamente; vocês devem andar na luz, e esperar mais, pois a luz do querido Salvador tem de resplandecer em raios mais brilhantes, mais distintos, entre as trevas morais, aumentando mais e mais em intensidade até ao dia perfeito.T5 486.1

    Estão todos os membros de sua igreja procurando colher novo maná cada manhã e cada tarde? Vocês estão buscando a iluminação divina? ou estão imaginando meios pelos quais podem glorificar-se? Estão, com todo o interesse, forças, mente e poder, amando e servindo a Deus no sentido de beneficiar a outros ao seu redor ao conduzi-los à Luz do mundo? Estão satisfeitos com as bênçãos passadas? ou estão andando como Cristo andou, trabalhando como Ele trabalhou, revelando-O ao mundo através de palavras e atos? Estão vocês, como filhos obedientes, vivendo vida pura e santa? Cristo tem de ser introduzido em seu viver. Unicamente Ele os pode curar da inveja, das ruins suspeitas contra os irmãos; Ele somente pode tirar o espírito presunçoso que alguns de vocês acariciam, para seu próprio prejuízo espiritual. Jesus tão-somente pode fazê-los sentir sua fraqueza, ignorância, sua natureza corrupta. Só Ele os pode tornar puros, refinados, habilitá-los para as mansões dos bem-aventurados.T5 486.2

    “Em Deus faremos proezas.” Salmos 60:12. Quanto bem vocês podem fazer sendo leais a Deus e a seus irmãos, reprimindo todo pensamento destituído de bondade, todo sentimento de inveja ou presunção! Encha-se sua vida do ministério da bondade para com os outros. Não sabem quão cedo poderão ser chamados a depor sua armadura. A morte pode colhê-los de repente, sem lhes dar tempo de preparar-se para a última mudança, nenhuma força física ou poder mental para fixar em Deus os pensamentos, e fazer paz com Ele. Alguns saberão em breve, por experiência, quão vão é o auxílio do homem, quão inútil é a justiça presunçosa com que se têm satisfeito.T5 487.1

    Sinto-me solicitada pelo Espírito do Senhor a dizer-lhes que agora é seu dia de privilégio, de confiança, de bênção. Vocês o aproveitarão? Estão trabalhando para a glória de Deus, ou por interesses egoístas? Estão mantendo diante dos olhos de seu espírito lisonjeiras perspectivas de êxito mundano, pelo qual poderão obter a satisfação do próprio eu e o ganho financeiro? Se assim é, serão amargamente decepcionados. Se, porém, buscam viver vida pura e santa, aprender diariamente na escola de Cristo as lições que Ele os convidou a aprender, a ser mansos e humildes de coração, terão paz que circunstância alguma terrena pode mudar.T5 487.2

    A vida em Cristo é uma vida de descanso. Desassossego, descontentamento, mal-estar, revelam a ausência do Salvador. Se Jesus for introduzido na vida, essa vida encher-se-á de obras boas e nobres para o Mestre. Vocês se esquecerão de cuidar em servir ao próprio eu, e viverão cada vez mais perto do querido Salvador; seu caráter tornar-se-á semelhante ao de Cristo, e todos quantos os rodeiam conhecerão que estiveram com Jesus e dEle aprenderam. Cada um possui em si mesmo a fonte da própria felicidade, ou infelicidade. Se ele quiser, poderá erguer-se acima das impressões baixas, sentimentais, que constituem a vida de muitos; mas enquanto ele for repleto de si mesmo, o Senhor nada poderá fazer em seu benefício. Satanás apresentará ambiciosos projetos para estontear os sentidos, mas cumpre-nos conservar sempre diante de nós “o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. Filipenses 3:14. Amontoem nesta vida todas as boas obras que puderem. “Os entendidos, pois, resplandecerão, como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente.” Daniel 12:3.T5 487.3

    Caso nossa vida seja cheia de santa fragrância, se honrarmos a Deus tendo bons pensamentos para com os outros, e bons atos para beneficiá-los, não importa se vivemos em uma modesta casinha, ou num palácio. As circunstâncias pouco têm a ver com as experiências da vida. É o espírito nutrido o que dá colorido a todas as nossas ações. Uma pessoa em paz com Deus e seus semelhantes não pode ser infeliz. Em seu coração não há lugar para a inveja; tampouco para as ruins suspeitas; o ódio não pode existir. O coração em harmonia com Deus eleva-se acima dos aborrecimentos e provas desta vida. Mas um coração em que não há a paz de Cristo, é descontente, infeliz; a pessoa vê defeitos em tudo, e ocasionaria desarmonia na mais celestial das músicas. Uma vida de egoísmo é uma vida cheia do mal. Aqueles cujo coração se acha cheio do amor a si mesmos, armazenarão maus pensamentos para com seus irmãos, e falarão contra os servos de Deus. As paixões mantidas ardentes, violentas, pelas sugestões de Satanás, são fonte amarga jorrando sempre amargosas correntes para envenenar a vida de outros. ...T5 488.1

    Que todo aquele que professa seguir a Cristo, estime-se menos e aos outros mais. Avancem juntos, avancem juntos! Na união há força e vitória; na discórdia e divisão, fraqueza e derrota. Essas palavras me foram dirigidas do Céu. Como embaixadora de Deus, eu as digo a vocês.T5 488.2

    Busquem todos, um por um, atender à oração de Cristo: “Para que todos sejam um, como Tu, ó Pai, o és em Mim, e Eu em Ti.” João 17:21. Oh! que união essa! e Cristo diz: “Nisto todos conhecerão que sois Meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” João 13:35.T5 488.3

    Quando a morte reclama um dos nossos, que lembranças nos ficam do tratamento recebido por ele? São os quadros pendurados nas paredes da memória aprazíveis para neles nos determos? São eles recordações de bondosas palavras proferidas, ou de simpatia dispensada ao devido tempo? Repeliram seus irmãos as ruins suspeitas de pessoas intrometidas e indiscretas? Defenderam-lhe a causa? Foram eles fiéis à inspirada recomendação: “Que... consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos”? 1 Tessalonicenses 5:14. “Eis que ensinaste a muitos, e esforçaste as mãos fracas.” Jó 4:3. “Confortai as mãos fracas, e fortalecei os joelhos trementes. Dizei aos turbados de coração: Esforçai-vos, não temais.” Isaías 35:3, 4.T5 489.1

    Quando aqueles com quem nos associamos na igreja estão mortos, quando sabemos que seu relatório nos livros do Céu está encerrado, e que eles devem enfrentar esse registro no juízo, quais são as reflexões de seus irmãos quanto à atitude que tiveram para com eles? Qual foi sua influência sobre eles? Quão claramente é invocada agora toda palavra áspera, toda ação desavisada! Quão diferentemente se conduziriam, caso tivessem outra oportunidade!T5 489.2

    O apóstolo Paulo deu graças a Deus pelo conforto a ele dado na dor, dizendo: “Bendito seja o Deus e Pai... de toda a consolação; que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados de Deus.” 2 Coríntios 1:3, 4. À medida que Paulo sentia o conforto e calor do amor de Deus penetrando em seu coração, refletia a bênção sobre os outros. Disponhamos de tal maneira nossa conduta, que os quadros pendurados nas paredes de nossa memória não sejam de tal sorte que não suportemos refletir sobre eles.T5 489.3

    Depois que aqueles com quem convivemos estiverem mortos, jamais haverá oportunidade de retirar qualquer palavra a eles dirigida, ou de apagar da lembrança qualquer dolorosa impressão. Atentemos, pois, para os nossos caminhos, para que não ofendamos a Deus com nossos lábios. Seja afastada toda frieza e desinteligência. Abrande-se o coração em ternura diante de Deus, ao Lhe recordarmos o misericordioso trato para conosco. Permitam que o Espírito de Deus, qual chama santa, consuma todo lixo empilhado à porta do coração, e deixem Jesus entrar; então, Seu amor fluirá para os outros por nosso intermédio em ternas palavras, e pensamentos e ações. Então, se a morte nos separar de nossos amigos, para não mais nos encontrarmos até que nos achemos perante o tribunal de Deus, não nos envergonharemos ao ver aparecer o registro de nossas palavras.T5 489.4

    Quando a morte cerra os olhos, e as mãos se dobram sobre o peito silencioso, quão pronto mudam os sentimentos de desinteligência! Não há má vontade nem amargura; as desatenções e as injustiças são perdoadas, esquecidas. Quantas palavras de amor são ditas acerca do morto! Quantas boas coisas em sua vida são evocadas! Louvores e boas apreciações são agora francamente expressas; caem, porém, em ouvidos que nada ouvem, coração que já não sente. Houvessem essas palavras sido ditas quando o fatigado espírito tanto delas carecia, quando os ouvidos as podiam escutar e o coração sentir, que aprazível quadro haveria sido deixado na memória! Quantos, ao estarem respeitosos e em silêncio junto a um morto, recordam com vergonha e dor as palavras e atos que causaram tristeza ao coração agora para sempre quieto! Tragamos agora toda beleza, amor e bondade que nos for possível, à nossa vida. Sejamos considerados, agradecidos, pacientes e longânimos em nossas relações uns com os outros. Que os pensamentos e sentimentos que encontram expressão em torno do moribundo e do morto sejam introduzidos no convívio diário com nossos irmãos e irmãs em vida.T5 490.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents