Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 70 — Necessidade de estudo diário da Bíblia

    Os que são chamados por Deus para obreiros da palavra e da doutrina devem aprender sempre. Constantemente devem buscar aperfeiçoar-se a fim de se constituírem exemplo do rebanho de Deus e fazerem bem a todos que com eles entram em contato. Os que não reconhecem a importância de progredir e de aperfeiçoar-se, não crescerão na graça e no conhecimento de Cristo.T5 573.2

    Todo o Céu se interessa na obra que está sendo feita no mundo, que é preparar homens e mulheres para a futura vida imortal. É desígnio divino que instrumentos humanos se sintam honrados ao serem chamados a cooperar com Cristo na salvação de pessoas. A Palavra de Deus claramente revela que é o privilégio de cada instrumento nesta grande obra reconhecer que há alguém à sua direita pronto a assisti-lo em cada esforço sincero, para atingir a mais elevada excelência moral e espiritual na obra do Mestre. Isso acontecerá com todo aquele que sentir a necessidade desse auxílio. Devem olhar para a obra de Deus como uma atividade sagrada e santa e oferecer-Lhe cada dia tributo de alegria e gratidão, em retribuição ao poder de Sua graça pela qual são habilitados a progredir na vida espiritual. O obreiro deve fazer sempre o mais modesto conceito de si próprio, considerando as muitas oportunidades que deixou desaproveitadas por falta de diligência e necessária apreciação da obra. Não deve desanimar-se por isso, mas continuamente renovar seus esforços no sentido de remir o tempo.T5 573.3

    Os que Deus escolheu para o Seu ministério devem preparar-se para a obra, mediante escrupuloso exame de consciência e íntima união com o Salvador do mundo. Se não forem bem-sucedidos em ganhar pessoas para Cristo, será porque a própria vida não está bem com Deus. Há, infelizmente, ainda muita ignorância voluntária da parte de grande número de pessoas que pregam a Palavra. Por falta de uma compreensão perfeita das Escrituras, não estão habilitadas para esse trabalho. Não sentem a importância da verdade para o presente tempo, pelo que ela para eles não constitui uma realidade viva. Se humilhassem o coração diante de Deus, se andassem de conformidade com as Escrituras na verdadeira humildade de espírito, teriam visão muito mais distinta do padrão que cumpre imitar; mas deixam de fixar os olhos no Autor e Consumador de sua fé.T5 574.1

    Não há necessidade de que alguém se deixe vencer pelas tentações de Satanás, violentando assim a sua consciência e entristecendo o Santo Espírito de Deus. Na Palavra de Deus foram feitas todas as provisões para que o auxílio divino seja dispensado a cada um que se esforce por vencer. Se conservarem a Jesus diante dos olhos, serão transformados na Sua imagem. Todos em quem Cristo habitar pela fé serão assistidos em seu trabalho por um poder que lhes assegurará o êxito. Tornar-se-ão continuamente mais eficientes em sua obra, e a bênção divina, revelando-se na prosperidade de seu trabalho, testificará que em realidade são cooperadores de Cristo. Mas por maiores que sejam os progressos que alguém tenha feito na vida espiritual, nunca atingirá um ponto em que não tenha mais necessidade de examinar diligentemente as Escrituras, pois nelas se contêm as evidências de nossa fé. Todos os pontos de doutrina, ainda que tenham sido aceitos como verdades, têm de ser provados pela lei e pelo testemunho; se não resistirem a essa prova, “nunca verão a alva”. Isaías 8:20.T5 574.2

    O grande plano de redenção, conforme revelado na obra final para estes últimos dias, deve ser cuidadosamente estudado. As cenas relacionadas com o santuário celestial devem de tal modo impressionar o espírito e o coração de todos, que estes sejam capazes de impressionar também a outros. Todos precisam compreender melhor a obra da expiação que está sendo efetuada no santuário do Céu. Quando essa importante verdade for reconhecida e compreendida, os que a abraçaram trabalharão de acordo com Cristo, a fim de preparar um povo que esteja em pé no grande dia de Deus e seus esforços serão bem-sucedidos.T5 575.1

    Pelo estudo, meditação e oração, o povo de Deus será elevado acima do nível das idéias e sentimentos comuns e terrenos, e posto em harmonia com Cristo e Sua grande obra de purificação no santuário celestial. Sua fé O seguirá até dentro do santuário, e Seus adoradores na Terra terão o cuidado de passar em revista a sua vida, aferindo o seu caráter pelo grande padrão de justiça. Descobrirão seus próprios defeitos e reconhecerão também que necessitam do auxílio do Espírito de Deus a fim de estar habilitados para a grande e solene obra do presente tempo, que Deus impôs aos Seus embaixadores.T5 575.2

    Cristo disse: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o Seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue tem a vida eterna; e Eu o ressuscitarei no último dia. Porque a Minha carne verdadeiramente é comida, e o Meu sangue verdadeiramente é bebida. Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue permanece em Mim e Eu nele. Como o Pai, que vive, Me enviou, e Eu vivo pelo Pai, assim, quem de Mim se alimenta, também viverá por Mim.” João 6:53-57. Quantos dentre os que são obreiros da Palavra e da doutrina se alimentam da carne de Cristo e bebem o Seu sangue? Quantos podem compreender esse mistério? O Salvador mesmo o explicou: “O Espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que Eu vos disse são espírito e vida.” João 6:63. A Palavra de Deus precisa ser entretecida no caráter vivo dos que nela crêem. A única fé verdadeira é a do que recebe e assimila a verdade, até que se torne parte do seu ser e a força motriz de sua vida e atos. Jesus é chamado o Verbo de Deus. Aceitou a lei de Seu Pai, cumpriu os Seus princípios em Sua vida, manifestou o Seu espírito e revelou Sua virtude beneficente sobre o coração. Disse João: “E o Verbo Se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a Sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” João 1:14. Os seguidores de Cristo precisam comungar em Sua experiência. Devem assimilar a Palavra de Deus. Têm de ser transformados na Sua semelhança e, pela virtude de Cristo, refletir os atributos divinos. Importa-lhes comer a carne e beber o sangue do Filho de Deus, ou não terão vida em si mesmos. O espírito e a obra de Cristo têm de tornar-se o espírito e a obra de Seus discípulos.T5 575.3

    Não basta pregar a verdade; é preciso traduzi-la em obras. Cristo tem de habitar em nós e nós nEle, a fim de podermos fazer a obra de Deus. Cada qual necessita de uma experiência individual, e deve fazer esforços pessoais para conquistar almas. Deus requer que cada um dedique à obra todas as suas energias, e que, pelo esforço constante, se eduque para fazê-la de modo aceitável. Espera que cada qual introduza no coração a graça de Cristo, a fim de ser para o mundo uma luz que brilhe e alumie. Os obreiros que educarem devidamente suas faculdades, trabalharão com entendimento e com toda a sabedoria, e Deus certamente corresponderá aos seus esforços por elevar, enobrecer e salvar os semelhantes. Todos os obreiros precisam usar tato e subordinar suas faculdades à influência dominante do Espírito de Deus. Devem fazer ocupação sua estudar a Palavra de Deus, e atender à voz divina que a eles se dirige por meio dela em repreensões, instruções e consolações, e Seu Espírito os fortalecerá para que, como obreiros de Deus, possam progredir na vida religiosa. Desse modo serão conduzidos passo a passo a maiores alturas e sua alegria será completa.T5 576.1

    Estando empenhados na obra que Deus lhes deu para fazer, não terão tempo nem se sentirão com disposição para glorificar a si próprios, como também não lhes sobrará tempo para murmurar ou queixar-se, porquanto suas afeições se concentram nas coisas de cima e não nas terrenas. Coração, alma e corpo estarão então empenhados na obra do Mestre. Não trabalharão movidos por egoísmo, mas renunciarão a tudo por amor de Cristo. Exaltarão a Sua cruz, pois são Seus verdadeiros discípulos. Alimentar-se-ão dia a dia das preciosas verdades da Palavra de Deus, e serão assim fortalecidos para o dever e robustecidos para a provação. Tornar-se-ão dessa maneira homens e mulheres fortes e bem desenvolvidos em Cristo. Serão daí verdadeiros filhos e filhas do Rei celestial. A magnitude da verdade que amam e meditam, dilatar-lhes-á o espírito, fortalecendo-lhes o discernimento e elevando-lhes o caráter. Na obra de salvar pessoas não serão aspirantes, pois trabalham com a sabedoria que por Deus lhes é concedida. Nem serão pigmeus na vida religiosa, mas crescerão em Cristo, sua cabeça viva, até à estatura perfeita de homens e mulheres em Cristo Jesus. O antagonismo dos inimigos da verdade só contribuirá para robustecer sua esperança, e alcançarão preciosas vitórias porque chamam em seu auxílio o poderoso Ajudador que jamais desaponta os que O buscam num espírito de humildade. Se seus esforços forem bem-sucedidos, darão toda a glória a Deus. O Céu se aproximará deles em simpatia e cooperação. Serão feitos na verdade um espetáculo para o mundo, para os anjos e os homens. Sua vida se caracterizará pela pureza de coração, pela força de propósito, firmeza e utilidade na causa de Deus. Serão os eleitos de Deus.T5 577.1

    Na vida religiosa de cada pessoa que aspira à vitória sobrevêm incidentes terrivelmente embaraçosos e difíceis; mas o conhecimento da Escritura a ajudará a evocar as animadoras promessas de Deus que lhe fortalecerão o coração e robustecerão a fé no poder do Todo-poderoso. Lê-se nela: “Não rejeiteis pois a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão” (Hebreus 10:35), “para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo; ao qual, não O havendo visto amais; no qual, não O vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso.” 1 Pedro 1:7, 8. A prova da fé é mais preciosa do que o ouro. Todos devem saber que isso constitui uma parte da disciplina na escola de Cristo, a qual é necessária para os purificar e desembaraçá-los das escórias deste mundo. Importa sofrer com fortaleza de espírito os escárnios e ataques dos inimigos e vencer todos os obstáculos que Satanás levantar em seu caminho. Procurará induzi-los a negligenciar a oração e desanimá-los no estudo das Escrituras; e há de projetar em seu caminho a sua sombra odiosa, a fim de ocultar-lhes aos olhos a Cristo e as atrações celestiais.T5 578.1

    Ninguém deve viver hesitante e com medo, dominado por dúvidas constantes e semeando queixumes em seu caminho; mas todos devemos erguer os olhos para Deus, considerar Sua bondade e regozijar-nos em Seu amor. Reúna todas as suas energias para elevar os olhos e não deixá-los pousar nas dificuldades. Assim fazendo, você jamais fraquejará em sua vida. Em breve haverá de ver a Jesus por trás da nuvem, estendendo a mão para ajudá-lo; e tudo o que restará a fazer será estender-Lhe sua fé simples, e permitir-Lhe que o guie. Enchendo-se de confiança, pela fé em Jesus, o resultado será uma maravilhosa esperança. A luz que brota do Calvário dará uma demonstração do apreço que Deus tem por uma só pessoa, e pela consideração desse apreço você será levado a refletir essa luz para o mundo. Um grande nome entre os homens é como letras rabiscadas na areia; mas um caráter puro é de duração eterna. Deus dotou você de inteligência e raciocínio para compreender as Suas promessas; e Jesus quer ajudá-lo a formar um caráter sólido e equilibrado. Os que possuem esse caráter não necessitam desanimar-se por não terem sucesso nos negócios seculares. São “a luz do mundo”. Mateus 5:14. Satanás não pode destruir ou tornar de nenhum efeito a luz que deles irradia.T5 578.2

    Deus tem trabalho para todos. Não entra em Seus desígnios que as pessoas sejam sustentadas na batalha da vida pela simpatia e elogio dos homens; mas quer que saiamos a campo suportando o vitupério de Cristo, pelejando o bom combate da fé, e socorrendo-nos de Sua força em todas as dificuldades. Deus nos franqueou todos os tesouros do Céu pelo precioso dom de Seu Filho, que é perfeitamente capaz de nos elevar, enobrecer e habilitar pela perfeição de Seu caráter, para utilidade nesta vida e para um santo Céu. Ele veio ao mundo e viveu como requer que Seus seguidores vivam. Sua vida foi de renúncia e constante abnegação. Se alimentarmos o egoísmo, a comodidade e a condescendência com as inclinações, não empenhando o melhor dos nossos esforços para cooperarmos com Deus nesta obra maravilhosa de nos elevar, enobrecer e purificar, a fim de nos tornarmos filhos e filhas de Deus, não corresponderemos ao Seu desígnio; sofreremos um contínuo prejuízo nesta vida e finalmente haveremos de perder a futura vida imortal. Deus quer que trabalhemos, não com menosprezo de nós mesmos nem com desalento, mas com robusta fé e esperança, bom ânimo e alegria, apresentando Cristo ao mundo. A religião de Jesus é alegria, paz e ventura. À medida que examinarmos as Escrituras, reconhecendo a infinita condescendência do Pai em dar Seu Filho para que todos os que nEle cressem, tivessem a vida eterna, cada faculdade que em nós há deve ser posta em atividade, para louvá-Lo, honrá-Lo e dar-Lhe glória pelo inexprimível amor que manifestou para com os filhos dos homens.T5 579.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents