Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 11 — Cooperadores de Deus

    Companheiros de trabalho na grande seara, temos pouco tempo para trabalhar. É agora a mais favorável oportunidade que havemos de ter, e quão cuidadosamente deve ser empregado cada momento! Tão devotado Se achava nosso Redentor à obra de salvar, que Ele mesmo ansiava por Seu batismo de sangue. Os apóstolos apanharam o zelo de seu Mestre, e firme, constante e zelosamente saíram a consumar sua grande obra, lutando contra os principados e potestades e contra a maldade espiritual nas regiões celestes.T5 132.2

    Vivemos em um tempo em que é necessário mesmo maior fervor do que nos dias dos apóstolos. Mas entre muitos dos pastores há uma sensação de desassossego, um desejo de imitar o estilo romântico dos reavivalistas, um desejo de fazer algo de grande, de criar sensação, a fim de serem considerados oradores hábeis, e ganharem honra e distinção para si mesmos. Se esses pudessem ir ao encontro do perigo para receber a honra prestada aos heróis, empenhar-se-iam na obra com energia inquebrantável. Mas viver e labutar quase anonimamente, gastar-se e sacrificar-se por Jesus na obscuridade, sem receber dos homens louvores especiais — isso requer uma integridade de princípios e uma firmeza de propósitos que bem poucos possuem. Houvesse maior empenho por andar humildemente com Deus, desviando os olhos dos homens e trabalhando unicamente por amor de Cristo, e muito mais seria realizado.T5 132.3

    Meus irmãos no ministério, busquem a Jesus com toda a humildade e mansidão. Não procurem atrair a atenção do povo para vocês. Percam eles de vista o instrumento, enquanto exaltam a Jesus. Falem em Jesus; percam nEle o próprio eu. Há por demais ruído e comoção acerca de nossa religião, ao passo que permanecem esquecidos o Calvário e a cruz.T5 133.1

    Estamos no maior dos perigos quando recebemos louvor uns dos outros, quando nos unimos para exaltar-nos mutuamente. A grande preocupação dos fariseus era assegurar o louvor dos homens; e disse-lhes Cristo que era essa toda a recompensa que iriam acabar recebendo. Empenhemo-nos no trabalho que nos é designado, e cumpramo-lo como para Cristo; se sofrermos privações, seja por amor dEle. Nosso divino Senhor Se aperfeiçoou através do sofrimento. Oh! quando veremos pessoas trabalhando como Ele trabalhou!T5 133.2

    A Palavra de Deus é nossa norma. Cada ato de amor, toda palavra de bondade, toda oração em favor dos sofredores e oprimidos, tudo é relatado perante o trono eterno, e posto no imperecível registro do Céu. A Palavra divina derrama luz sobre o entendimento mais obscurecido, e essa luz leva os mais cultos a sentirem sua ineficiência e pecaminosidade.T5 133.3

    O inimigo hoje compra indivíduos a preço bem baixo. “Por nada fostes vendidos” (Isaías 52:3) é a linguagem das Escrituras. Um vende a alma pelos aplausos do mundo, outro por dinheiro; um para satisfazer a paixões baixas, outro por diversões mundanas. Essas transações são efetuadas diariamente. Satanás faz ofertas por aqueles que são aquisição do sangue de Cristo, e compra-os a baixo preço, apesar do preço infinito pago pelo seu resgate.T5 133.4

    Possuímos grandes bênçãos e privilégios. Podemos adquirir os mais valiosos tesouros celestiais. Lembrem-se os pastores e o povo de que a verdade do evangelho, quando não salva, leva à ruína. A pessoa que se recusa a escutar dia a dia os convites da misericórdia, cedo poderá ouvir os mais urgentes apelos sem que uma emoção lhe agite o coração.T5 134.1

    Como coobreiros de Deus, carecemos de mais fervente piedade, e menos exaltação própria. Quanto mais for exaltado o próprio eu, tanto mais diminuirá a fé nos testemunhos do Espírito de Deus. Os que se acham mais intimamente ligados a Deus são os que conhecem Sua voz quando Ele lhes fala. Os que são espirituais discernem as coisas espirituais. Esses se sentirão gratos porque o Senhor lhes apontou os erros, ao passo que os que confiam inteiramente em si mesmos verão cada vez menos de Deus nos testemunhos de Seu Espírito.T5 134.2

    Nossa obra tem de ser acompanhada de profunda humilhação, jejum e oração. Não devemos esperar que só haja paz e alegria. Haverá tristeza; mas se semearmos em lágrimas, ceifaremos com alegria. Trevas e desapontamento podem por vezes insinuar-se no coração daqueles que se sacrificam; mas isso não lhes é contrário. Pode ser o desígnio de Deus levá-los a buscá-Lo mais fervorosamente.T5 134.3

    O que precisamos agora são Calebes, homens fiéis e verdadeiros. A indolência assinala a vida de muitos, atualmente. Retiram os ombros da roda que estavam ajudando a empurrar, justamente quando deviam perseverar e empregar todas as suas energias no serviço ativo. Ministro de Cristo, “desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá”. Efésios 5:14. Seu trabalho se acha tão impregnado do próprio eu, que Cristo é esquecido. Alguns estão sendo por demais insuflados e lisonjeados. Como nos dias de Noé, só se pensa em comer e beber, plantar e construir. O mundo roubou as energias dos servos de Cristo. Irmãos, se vocês querem sua religião honrada pelos descrentes, honrem-na vocês mesmos através de obras correspondentes. Por íntima ligação com Deus e estrita fidelidade à verdade bíblica em face de dificuldades e pressão mundana, poderão incutir o espírito da verdade no coração de seus filhos de modo que eles trabalharão eficazmente com vocês, como instrumentos nas mãos de Deus para o bem.T5 134.4

    Muitos estão se incapacitando para o trabalho, mental e fisicamente, pelos excessos no comer e pela satisfação de paixões concupiscentes. Fortalecem-se as tendências pecaminosas, enquanto a natureza moral e espiritual se debilita. Quando estivermos junto ao grande trono branco, que registro apresentará então a vida de muitos! Então verão o que poderiam ter realizado se não tivessem envilecido as faculdades que Deus lhes concedera. Então reconhecerão que alturas de grandeza intelectual poderiam ter atingido, se tivessem dedicado a Deus toda a força mental e física que lhes confiara. Em sua agonia de remorso ansiarão poder viver de novo toda a sua vida.T5 135.1

    Apelo para os que professam ser portadores de luz — exemplos ao rebanho — a que se afastem de toda a iniqüidade. Empreguem bem o pequeno remanescente de tempo que lhes resta. Será que estão desenvolvendo aquele forte apego a Deus, aquela consagração ao Seu serviço, de modo que sua religião não lhes falte quando chegar a mais terrível perseguição? Tão-somente o profundo amor de Deus susterá a alma em meio às provas que estão para nos atingir.T5 135.2

    Abnegação e a cruz são nossa porção. Estamos dispostos a aceitar? Nenhum de nós deve esperar que, quando as últimas grandes provas nos sobrevierem, desenvolvamos então, num momento, por causa de nossa necessidade, um espírito de renúncia e dedicação completa. Não, absolutamente. Esse espírito tem de ser desenvolvido com as nossas experiências diárias, e incutido na alma e coração de nossos filhos, tanto pelo ensino como pelo exemplo. As mães de Israel podem não ser elas mesmas guerreiras, mas poderão suscitar guerreiros que hão de utilizar toda a armadura e ganhar corajosamente as batalhas do Senhor.T5 135.3

    Os pastores e o povo precisam do convertedor poder da graça antes de estarem habilitados a ficar em pé no dia do Senhor. O mundo se aproxima rapidamente do ponto de iniquidade e depravação humanas em que se tornará necessária a interferência de Deus. E nesse tempo os Seus professos seguidores devem destacar-se ainda mais pela fidelidade a Sua santa lei. Sua oração será como a de Davi: “Já é tempo de operares ó Senhor, pois eles têm quebrantado a Tua lei.” Salmos 119:126. E por sua conduta dirão: “Pelo que amo os Teus mandamentos mais do que o ouro, e ainda mais do que o ouro fino.” Salmos 119:127. O próprio desprezo que é mostrado para com a lei de Deus é razão suficiente para o Seu povo, observador dos mandamentos, destacar-se e mostrar sua estima e reverência para com a Sua combatida lei.T5 135.4

    “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.” Mateus 24:12. A própria atmosfera acha-se poluída pelo pecado. Logo o povo de Deus será testado por ardentes provas, e a grande proporção dos que agora parecem genuínos e verdadeiros, demonstrar-se-á metal vil. Em vez de se fortalecerem e serem confirmados pela oposição, ameaças e abusos, tomarão covardemente o lado dos oponentes. A promessa é: “Aos que Me honram, honrarei.” 1 Samuel 2:30. Será que vamos nos apegar menos firmemente à lei de Deus pelo fato de o mundo em geral estar tentando anulá-la?T5 136.1

    Já os juízos de Deus se manifestam na Terra, em forma de tempestades, inundações, terremotos e perigos por terra e mar. O grande EU SOU está falando aos que anulam Sua lei. Quando a ira de Deus for derramada sobre a Terra, quem estará em condições de subsistir? Agora é tempo de mostrar-se o povo de Deus leal aos princípios. Quando a religião de Cristo for mais desprezada, quando Sua lei mais olvidada for, então deve nosso zelo ser mais ardo-roso e nosso ânimo e firmeza mais inabaláveis. Permanecer em defesa da verdade e justiça quando a maioria nos abandona, participar das batalhas do Senhor quando são poucos os campeões — essa será nossa prova. Naquele tempo, devemos tirar calor da frieza dos outros, coragem de sua covardia, e lealdade de sua traição. A nação ficará do lado do grande líder rebelde.T5 136.2

    A prova virá por certo. Trinta e seis anos atrás foi-me mostrado que o que agora se desenrola haveria de suceder, que seria imposta ao povo a observância de uma instituição do papado por meio de uma lei dominical, enquanto seria pisado o santificado dia de repouso de Jeová.T5 137.1

    O Capitão de nossa salvação fortalecerá o Seu povo para o conflito no qual terá de se empenhar. Quantas vezes, quando Satanás arregimentou contra os seguidores de Cristo todas as suas forças, e estiveram face a face com a morte, orações sinceras, feitas com fé, trouxeram para o campo de ação o Capitão dos exércitos do Senhor, volvendo a vaga da batalha e livrando os oprimidos!T5 137.2

    Agora é o tempo em que devemos ligar-nos intimamente a Deus, para que sejamos escondidos quando for derramado sobre os filhos dos homens o ímpeto de Sua ira. Estamos nos afastando dos marcos antigos. Voltemos. “Se o Senhor é Deus, servi-O; se é Baal, segui-o.” 1 Reis 18:21. De que lado você se colocará?T5 137.3

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents