Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Testemunhos para a Igreja 5

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Capítulo 67 — Reuniões administrativas

    Aqueles que participam de nossos concílios necessitam assentar-se diariamente aos pés de Jesus e aprender em Sua escola a serem mansos e humildes de coração. Como são homens fracos e errantes eles próprios, devem nutrir sentimentos de bondade e piedade pelos outros, também transviados. Eles não se acham preparados para tratar justamente, amar em compaixão e exercer a verdadeira cortesia que caracterizou a vida de Cristo, a menos que vejam a necessidade de estar em união com Ele. Os dirigentes precisam compreender que estão sob contínua observação divina e que, como homens finitos, devem agir com um permanente senso de que são passíveis de cometer erros na formação de planos, a menos que estejam intimamente ligados a Deus e buscando remover cada deficiência de seu caráter. O padrão divino precisa ser atingido.T5 559.2

    Cada um que assiste às mesas administrativas precisa buscar diligentemente a sabedoria do alto. A transformadora graça de Cristo deveria ser sentida em cada reunião. Então, a influência do Espírito de Cristo sobre o coração dos presentes amoldará adequadamente sua obra. Ela dominará as ações tumultuosas e eliminará os profanos efeitos do mundanismo, que torna os homens mordazes, críticos, arrogantes e prontos a acusar.T5 559.3

    Nessas reuniões são apresentadas orações formais de algumas palavras, mas os corações dos presentes não são levados em harmonia com Deus pela fervente e importuna oração, oferecida em viva fé e num espírito humilde e contrito. Se os dirigentes se divorciam do Deus da sabedoria e poder, não podem preservar aquela elevada integridade de caráter que Deus exige no tratar com seus semelhantes. Sem a divina sabedoria, acabarão por usar o próprio entendimento nas decisões que tomam. Caso esses homens não estejam em comunicação com Deus, Satanás certamente será um dos presentes em seus concílios e tirará vantagem de sua condição não-consagrada. Atos de injustiça serão cometidos porque Deus não estará presidindo. O Espírito de Cristo precisa ser aquele poder permanente e controlador no coração e na mente.T5 560.1

    Vocês têm de levar consigo o Senhor em cada um dos concílios. Se perceberem Sua presença nas assembléias, cada transação será consciente e piedosamente considerada. Todo motivo inescrupuloso será reprimido e a retidão conformará todas as negociações, tanto nas pequenas como nas grandes questões. Busquem primeiro o conselho de Deus, pois ele é necessário antes que vocês possam aconselhar-se convenientemente.T5 560.2

    Os irmãos precisam vigiar, temendo que as atarefadas atividades da vida os levem a negligenciar a oração, justamente quando mais necessitam do poder que ela pode proporcionar. A piedade está em perigo de ser excluída por causa da dedicação excessiva aos negócios. Esse é um grande mal que espolia a alma da força e da sabedoria celestial que estão esperando ser solicitadas. Vocês precisam daquela iluminação que somente Deus pode conceder. Ninguém está apto a tratar de Seus negócios, a não ser que possua essa sabedoria.T5 560.3

    Desde que a Sociedade de Publicações foi formada, tem sido de tempos em tempos derramada luz quando surgem perplexidades, e o Senhor com freqüência tem estabelecido princípios que devem ser praticados por todos os obreiros. Na experiência inicial da obra, as importantes responsabilidades postas sobre os que estavam em posições de confiança eram continuamente mantidas diante de nós, e buscávamos o Senhor de três a quatro vezes por dia para obter sabedoria celestial, a fim de que pudéssemos consagradamente defender os interesses da causa de Deus e de Seu povo peculiar.T5 560.4

    É a pior espécie de tolice deixar o Senhor fora de nossos concílios e pôr a esperança na sabedoria humana. Vocês estão em seus cargos de confiança, em especial sentido, para serem a luz do mundo. Deveriam, pois, sentir um intenso desejo de pôr-se em ligação com o Deus da sabedoria, luz e conhecimento, para poderem ser condutos de luz. Devem ser considerados os importantes interesses que se referem ao avançamento e prosperidade da causa da verdade presente. Como, então, podem vocês ser competentes para tomar corretas decisões, fazer planos sábios e dar conselho inteligente, se não estiverem conectados com a Fonte de toda sabedoria e justiça? As decisões tomadas em seus concílios têm sido consideradas muito ligeiramente. Conversações comuns, observações comuns, comentários sobre ações de outros, têm tido lugar nessas importantes reuniões. Vocês deveriam recordar-se de que o Eterno Deus é testemunha de todas essas assembléias. Os olhos atentos de Jeová analisam cada urna de suas decisões e as comparam com Sua santa lei, Seu grande padrão de justiça. Os conselheiros devem ser homens de oração, de fé, isentos de egoísmo, que não ousem apoiar-se na própria humana sabedoria, mas orem ferventemente por luz como a melhor maneira de conduzir os assuntos que lhes foram confiados.T5 561.1

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents