Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents

Conselhos sobre o Regime Alimentar

 - Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "".
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Relação do regime para com o desenvolvimento moral

    362. É tremendo o poder de Satanás sobre os jovens deste século. A menos que a mente de nossos filhos esteja firmemente equilibrada por princípios religiosos, sua moral se corromperá pelos exemplos viciosos com os quais entram em contato. O maior perigo dos jovens provém da falta de domínio próprio. Pais condescendentes não ensinam a seus filhos a abnegação. O próprio alimento que lhes colocam na frente é de molde a irritar o estômago. A excitação assim produzida comunica-se ao cérebro, e em resultado despertam-se as paixões. Não se pode repetir demasiado que o que quer que seja introduzido no estômago afeta não só o corpo, mas afinal a mente também. Alimento gorduroso e estimulante torna o sangue febril, excita o sistema nervoso e muitas vezes embota as percepções morais, de modo que a razão e a consciência são levadas de vencida pelos impulsos sensuais. É difícil, e muitas vezes quase impossível, para o intemperante no regime, exercer paciência e domínio próprio. Daí a especial importância de só permitir às crianças, cujo caráter não está ainda formado, alimento que seja saudável e não estimulante. Foi por amor que o Pai celestial enviou a luz da reforma de saúde para nos guardar contra os males que resultam da irrefreada condescendência com o apetite.CRA 243.3

    “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.” Estão os pais fazendo isto, quando preparam o alimento para a mesa, e reúnem a família para dele participar? Põem eles perante os filhos unicamente aquilo que sabem irá lhes produzir a melhor espécie de sangue, aquilo que conservará o organismo no estado menos febril, mantendo-o na melhor relação possível para com a vida e a saúde? Ou porventura, desatentos ao bem futuro de seus filhos, lhes provêm alimento insalubre, estimulante, irritante? — Christian Temperance and Bible Hygiene, 134 (1890).CRA 244.1

    363. Mas mesmo os reformadores de saúde podem errar na quantidade de alimento. Podem comer imoderadamente de uma espécie saudável de alimento. Alguns, nesta casa, erram na qualidade. Nunca definiram sua atitude na questão da reforma de saúde. Preferem comer e beber aquilo que lhes agrada e quando lhes apraz. Deste modo prejudicam o organismo. Não só isto, mas prejudicam a família colocando-lhes na mesa alimento que produz febre, aumenta as paixões animalescas dos filhos e leva-os a terem em pouca conta as coisas celestiais. Os pais estão assim fortalecendo as faculdades animalescas dos filhos, e diminuindo-lhes as espirituais. Que dura penalidade terão eles de pagar afinal! E admiram-se de que seus filhos sejam tão fracos moralmente! — Testimonies for the Church 2:365 (1870).CRA 244.2

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents